Arena Cross 2017

O piloto Jean Ramos venceu a categoria Pro na prova de abertura do Arena Cross 2017. A disputa foi realizada na noite deste sábado (29/4), em Caraguatatuba, litoral norte de São Paulo. Mesmo diante de uma pista bastante molhada, com muita lama, Jean Ramos da equipe Yamaha/Geração/Monster conseguiu se sobressair, tomando a dianteira logo na primeira volta e mantendo-se na ponta até o final, colocando uma volta em cima de praticamente todos os pilotos do circuito.

“Começamos com o pé direito! Foi um belo trabalho de toda a equipe Yamaha/Geração/Monster. A pista estava bem pesada, com chuva o dia inteiro. Vencemos o duelo 1×1, e na corrida, fiz uma boa largada e logo assumi a liderança. Consegui impor um bom ritmo e sair com a vitória. Estou muito feliz com a minha Yamaha, a YZ450 está realmente muito boa, tanto que acho que dá até pra ver minha felicidade quando estou na pista.”

Leia também:
+ BMW R 1200 GS Adventure Triple Black chega por R$ 86.900
+ Festas, eventos e encontros MotoMovimento para outubro de 2017
+ BMW lança nova R 1200 GS em duas versões: Sport+ e Premium+
+ Honda lança financiamento especial para a Africa Twin
+ Teste: Honda SH 150i é ágil na cidade e agrada na serra
+ Royal Enfield chega ao Brasil com motos de 500c a partir de R$ R$ 18.900
+ BMW Brasil lança hotsite para pré-venda da G 310 R

Ao final da primeira bateria, uma reunião entre direção de prova e os pilotos decidiu pelo cancelamento da segunda bateria da categoria PRO. No primeiro Duelo 1×1 da noite, entre os pilotos Jean Ramos (Yamaha/Geração/Monster) e Paulo Alberto (Honda Racing Brasil), o atual campeão do Arena Cross, Jean Ramos, dominou as duas voltas e conquistou os dois primeiros pontos do campeonato. No Duelo 1×1 de ídolos, Rafael Ramos, com uma YZ450, representando a Yamaha/Geração/Monster venceu o norte-americano Gene Fireball.

Honda

Jetro Salazar, piloto da Escuderia X (satélite da Honda), ficou em segundo lugar. “A pista estava muito pesada. Larguei no meio dos pilotos e fiz algumas ultrapassagens. Vi que meu companheiro de equipe Lucas Dunka estava em segundo, fui para cima e passei também, mas já não dava mais para alcançar o Jean. Foi uma corrida boa e começar o campeonato no pódio é fundamental, por isso estou feliz”, afirmou o equatoriano Jetro Salazar, que é o atual campeão brasileiro de motocross.

Lucas Dunka foi a grande surpresa da abertura da competição. O piloto catarinense andou sempre entre os primeiros colocados e terminou a prova em terceiro lugar. “Isso é fruto do trabalho de nossa equipe. Colhemos esse resultado e vamos batalhar por mais.”

A pista encharcada complicou a vida dos pilotos oficiais da Honda. “O resultado não foi como eu queria, mas tendo caído na primeira volta, depois de ter largado em último lugar, acabou sendo bom. A pista estava bem difícil, tanto que ocorreram várias quedas durante a corrida e os pilotos, pensando na segurança, decidiram não fazer a segunda bateria”, disse Hector Assunção, que chegou em quinto.

A segunda etapa do Arena Cross está marcada para o dia 24 de junho, em Criciúma (SC).

Classificação da Prova e do Campeonato

Categoria PRO
1º Jean Ramos #1 – Yamaha/Geração – 22 pontos
2º Jetro Salazar #920 – Escuderia X/Honda – 17 pontos
3º Lucas Dunka #934 – Escuderia X/Honda – 15 pontos
4º Adam Chatfield #407 – Dunas/Honda – 13 pontos
5º Hector Assunção #30 – Honda Racing Brasil – 11 pontos
6º Marcello Lima #5 – Kawasaki/EMG – 10 pontos
7º Paulo Alberto #211 – Honda Racing Brasil – 10 pontos
8º Duda Lima #2 – Kawasaki/EMG – 08 pontos
9º Humberto Martin #101 – Rota K – Reganhão Racing/Kawasaki – 07 pontos
10º João Pedro Ribeiro #282 – Ipiranga/Honda – 06 pontos
11º Fábio Santos #4 – Yamaha/Geração – 05 pontos
12º Leandro Pará #958 – Escuderia X/Honda – 04 pontos
13º Caio Lopes #134 – Rota K – Reganhão Racing/Kawasaki – 03 pontos
14º Mattis Karro #91 – Honda Racing Brasil – 02 pontos

-Informações e imagens: divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *