Brasileiro de Enduro FIM

Farroupilha (RS) – O capixaba Bruno Crivilin, da Orange BH KTM Racing, venceu o Enduro GP e a categoria E1, da sexta e penúltima etapa do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM, neste final de semana, em Farroupilha (RS). Com o desempenho, o piloto da Orange BH KTM Racing fica ainda mais perto dos títulos nacionais das duas categorias. A prova teve como base o estacionamento auxiliar do Santuário de Caravaggio.

Piloto da KTM Sacramento Racing Gustavo Pellin, de Caxias do Sul (RS), conquistou a sua primeira vitória da temporada pela categoria E2. O piloto também confirmou a segunda posição na classe Enduro GP.

“Foi um fim de semana perfeito. Além de correr em casa, perto da família e dos amigos, conquistei ótimo resultados. Ganhei o primeiro dia de disputas, inclusive pela Enduro GP, e estou muito feliz”, contou. “A prova foi bem divertida, com trilhas técnicas e pesadas, raízes e valetas. Aproveitei o fato de estar acostumado com o terreno e o clima frio da minha região”, acrescentou Pellin.

Os outros vencedores na Serra Gaúcha foram Rômulo Bottrel (E3/Yamaha O2 BH Racing), Tiago Wernersbach (E4/Honda Moto Litoral), Patrik Capila (Júnior/Yamaha O2 BH Racing), Michel Cechet (E35), Erasmo Klering (E40), Orlei Brazaca (E45), Sergio Collet (E50) e Agenor dos Santos (EAmador).

A final do Brasileiro de Enduro FIM está marcada para os dias 29 e 30, em Patos de Minas (MG).

Leia também:
+ Kawasaki promove linhas 1.000cc, 650cc 300cc e Off Road
+ Teste: Honda NC 750X. Moto eficiente e confortável
+ Estratégias Harley-Davidson para 2020 tem modelos inéditos e média cilindrada
+ Recall BMW para G 310 GS e R
+ Teste Kawasaki Versys-X 300. Motor agrada na pequena aventureira
+ Teste: BMW G 310GS. Aventureira eficiente na cidade
+ Piaggio MP3 renovada com versões 350cc e 500cc
+ Versões 2019 dos modelos Honda CB 650F e a CBR 650F com novas cores
+ BMW Group anuncia produção nacional da nova família F em sua fábrica de Manaus
+ Teste: Yamaha Crosser 150 Z. Visual convida para a terra
+ Kawasaki Z 900RS. No Brasil, por R$ 48.990

Maurício Brandão, diretor de Enduro FIM da Confederação Brasileira de Motociclismo, parabenizou os parceiros locais pela etapa. “O pessoal de Farroupilha se empenhou 100% e fez uma prova maravilhosa. Vale destacar também a receptividade da paróquia do Santuário de Caravaggio, estamos muito felizes com o sucesso do evento.”

Na opinião dele, o nível dos pilotos do Brasileiro demonstra evolução a cada etapa. “A competitividade está forte e todos estão evoluindo juntos. A prova gaúcha teve alto nível técnico, com muitos desafios nas trilhas além do frio – o que valoriza os pilotos mais completos e versáteis”, diz.

Resultados da 6ª etapa

Enduro GP
1 – Bruno Crivilin
2 – Gustavo Pellin
3 – Vinícius Calafati
4 – Patrik Capila
5 – Júlio Ferreira

E1
1 – Bruno Crivilin
2 – Diego Colett
3 – Nicolás Rodriguez
4 – Willian Palandi
5 – Mauro Brazaca Júnior

E2
1 – Gustavo Pellin
2 – Vinícius Calafati
3 – Júlio Ferreira
4 – Eduardo Nazari
5 – Juliano Paoli

E3
1 – Rômulo Bottrel
2 – Felipe Legarrea
3 – Felipe Carlette

E4
1 – Tiago Wernersbach
2 – Anderson da Luz
3 – Ronald Santi
4 – Fernando Pereira
5 – Matheus Varaschini

EJúnior
1 – Patrik Capila
2 – Willian Lauers
3 – Martin Trombini
4 – Vinícius Luis da Silva
5 – Vinícius de Sá

E35
1 – Michel Cechet
2 – Anderson Vieira
3 – Pablo Zanchet
4 – Nielsen Bueno
5 – Diogo Andrade

E40
1 – Erasmo Klering
2 – Fabio Santini
3 – Adriano de Ávila
4 – Sidney Siquela
5 – Fernando Spindler

E45
1 – Orlei Brazaca
2 – Rodrigo Cavalini
3 – Pélmio Simões
4 – Maurício Fernandes
5 – Laurindo Zatorski Filho

E50
1 – Sergio Collet

EAmador
1 – Agenor dos Santos
2 – Judi Júnior
3 – Luciano Bristot
4 – Felipe Schwantz
5 – Tulio Bortolini

Classificação do Campeonato Brasileiro após seis etapas

Enduro GP
1 – Bruno Crivilin – 292 pontos
2 – Vinícius Calafati – 222 pontos
3 – Júlio Ferreira – 217 pontos
4 – Patrik Capila – 199 pontos
5 – Gustavo Pellin – 189 pontos

E1
1 – Bruno Crivilin – 297 pontos
2 – Nicolás Rodriguez – 246 pontos
3 – Diego Colett – 152 pontos
4 – Gabriel Soares – 150 pontos
5 – Willian Palandi – 106 pontos

E2
1 – Vinícius Calafati – 270 pontos
2 – Júlio Ferreira – 260 pontos
3 – Gustavo Pellin – 242 pontos
4 – Victor Miranda – 174 pontos
5 – Mauricio Rizzon – 153 pontos

E3
1 – Rômulo Bottrel – 291 pontos
2 – Felipe Legarrea – 245 pontos
3 – Felipe Carlette – 214 pontos
4 – Rodrigo Corsi – 99 pontos
5 – Lucas Marques – 40 pontos

E4
1 – Tiago Wernersbach – 282 pontos
2 – Anderson da Luz – 254 pontos
3 – Ronald Santi – 218 pontos
4 – Fernando Pereira – 201 pontos
5 – Marcos Souza – 176 pontos

EJúnior
1 – Patrik Capila – 290 pontos
2 – Willian Lauers – 238 pontos
3 – Vinícius de Sá – 222 pontos
4 – Washington Pereira – 98 pontos
5 – Vinícius Luis da Silva – 62 pontos

EFeminina
1 – Maiara Basso – 144 pontos
2 – Bárbara Neves – 134 pontos
3 – Marcely Cazadini – 106 pontos
4 – Tainá Aguiar – 76 pontos
5 – Livia Batistine – 64 pontos

E35
1 – Nielsen Bueno – 233 pontos
2 – Diogo Resende – 217 pontos
3 – Anderson Vieira – 177 pontos
4 – Igor Reolon – 136 pontos
5 – Tiago Bellaver – 88 pontos

E40
1 – Fernando Teixeira de Carvalho – 221 pontos
2 – Adriano de Ávila – 204 pontos
3 – Sidnei Siquela – 141 pontos
4 – Fernando Spindler – 109 pontos
5 – Cassiano Tebaldi – 100 pontos

E45
1 – Rodrigo Cavalini – 242 pontos
2 – Pélmio Simões – 232 pontos
3 – Laurindo Filho – 209 pontos
4 – Maurício Fernandes – 209 pontos
5 – Evandro Bozetti – 88 pontos

E50
1 – Marcos Benvenutti – 208 pontos
2 – Romeu Enrich – 103 pontos
3 – Milton Coelho – 76 pontos
4 – Levi Tesch – 50 pontos
5 – Fábio Campos – 50 pontos

EAmador
1 – Gabriel Bellaver – 235 pontos
2 – Agenor dos Santos – 229 pontos
3 – Roberto Theodoro – 205 pontos
4 – Lucas Colombo – 164 pontos
5 – Uiliam Brunetta – 80 pontos

-Informações e imagens: divulgação-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *