Brasileiro de Motovelocidade

A temporada de 2014 do Moto 1000 GP terá sequência neste domingo (15), com as corridas da segunda etapa no Autódromo José Carlos Pace, em São Paulo (SP). Colocando em disputa os títulos do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade em quatro categorias – a GP 1000, a GP 600, a GP Light e a GPR 250 –, a competição, que cumpre sua quarta temporada, terá um evento no circuito de Interlagos pela oitava vez, valendo o GP Michelin.

Na GP 1000, principal categoria do Brasileiro de Motovelocidade, o líder do campeonato é Matthieu Lussiana. O piloto francês da Petronas Alex Barros Racing dominou a etapa que abriu o campeonato em Santa Cruz do Sul (RS) e soma 27 pontos. Wesley Gutierrez, paranaense que defende a Motonil Motors-PDV Brasil, é vice-líder, com 20. Em terceiro está o português Miguel Praia, da Center Moto Racing Team, com 16 pontos.

Leia também:
+ Suzuki retoma apoio ao Moto 1000 GP

As seis primeiras posições na classificação do campeonato apresentam quatro pilotos estrangeiros. Bicampeão do Moto 1000 GP, o argentino Luciano Ribodino, da BMW Motorrad Alex Barros Racing, aparece em quinto lugar, com 11 pontos, um à frente do compatriota Sergio Fasci, da MGBikes-Yamaha Racing. O outro brasileiro nesse grupo é o paulista Danilo Lewis, companheiro de equipe de Gutierrez, quarto com 13 pontos.

A liderança do campeonato também é estrangeira na categoria GP 600. O uruguaio Maximiliano Gerardo, também piloto da MGBikes-Yamaha Racing, tirou proveito máximo da etapa gaúcha e comanda da tabela com 27 pontos. O paranaense Joelsu da Silva, da Paulinho Superbikes, é vice-líder, à frente do gaúcho Pedro Sampaio, da Fábio Loko, do paulista Matheus Oliveira, da Sany-CarSystem-M2B, e do pernambucano Paulinho Kamba, da HPN Racing.

O Brasil lidera o Moto 1000 GP na categoria GP Light. O paulista Fábio Adas, da Paulinho Superbikes, comanda a tabela após a vitória em Santa Cruz do Sul. O vice-líder é o gaúcho Rafael Bertagnolli, da Fábio Loko, campeão da GP 600 em 2013. Em terceiro aparece o argentino Nicolas Tortone, da MGBikes-Yamaha Racing, à frente dos paulistas Davi Lara Costa e Rodrigo de Benedictis, que defendem a JC Racing Team e a Motonil Motors-PDV Brasil.

O Campeonato Brasileiro de Motovelocidade é composto também pela categoria de formação de pilotos GPR 250. O paulista Meikon Kawakami, vice-campeão no ano passado, lidera a atual temporada defendendo a PlayStation-PRT. Os gaúchos Giovandro Tonini, da Santin Racing, e Gabriel Mattes, pela Bibica Racing, são segundo e terceiro colocados. O quarto na pontuação é o cearense José Duarte, da Estrella Galicia 0,0 by Alex Barros.

-Imagens: divulgação-
-Informações: Moto 1000 GP-

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *