Brasileiro de Supermoto

O brasiliense Rafael Fonseca venceu a categoria SM1 do Campeonato Brasileiro de Supermoto, na última disputa, dias 13 e 14, em Barra Bonita/SP. Pedro Rehn, também de Brasília, foi o vencedor da SM2. Rehn tentou pressionar Rafael Fonseca na segunda bateria da SM1 e chegou a assumir a liderança, mas o eneacampeão da categoria principal do Supermoto não deu chance ao companheiro de equipe e disparou na frente. Rehn ficou na segunda colocação, seguido de Laszlo Piquet em terceiro e do Goiano Kleber Justino em quarto.

Na SM2, novamente Pedro Rehn foi destaque, só que dessa vez, o piloto ficou com a vitória nas duas baterias. Completaram o pódio Francisco Fox em segundo, Wilson Guimarães em terceiro, José Junior em quarto e Cleber Guimarães em quinto. “Estou muito feliz. Consegui vencer as duas baterias e assumi a liderança do campeonato”, disse o piloto.

As categorias SM3 e SM3 Pró largaram juntas e foi a mais emocionante do dia. A briga entre Alex Pavaneli (SM3 Pró) e Thiago Marques (SM3) não deixava que ninguém desgrudasse os olhos da pista. Os pilotos começaram a troca de posição logo depois da largada e permaneceram assim até a placa de duas voltas, quando os dois caíram e permitiram que Luis Gustavo (SM3), que vinha na terceira posição, assumisse a liderança na geral. Alex só tinha em mente a vitória, já que corria praticamente em casa, pois Barra Bonita fica a 20 km de distância de Jaú, cidade do piloto. Pavaneli levantou, correu atrás do prejuízo e faltando apenas 50 metros para a linha de chegada, conseguiu assumir a liderança novamente.

Com os resultados, Thiago Marques assumiu a liderança na SM3, somando 126 pontos. Felipe Teixeira ficou com a segunda posição nas duas baterias da SM3 Pró e é líder com 31 pontos de vantagem.

A categoria Bikers 250cc, 450cc e Feminina largaram juntas e logo no começo foi interrompida. O piloto Jeferson Valezin sofreu uma queda e como não se levantou rapidamente, o diretor de prova achou melhor interrompê-la para poder socorrer o piloto. Passado o susto, fizeram uma nova largada, inclusive contando com a presença de Valezin. Fernando Jimenez (SM Bikers 450cc), que estava empatado com Juninho Trudes (SM Bikers 450cc) na primeira posição do campeonato teve seu pneu furado e não pode fazer a segunda largada. Trudes venceu a prova com certa facilidade, trazendo na segunda posição Rodrigo Cruz, seguido em terceiro por Rodrigo Medeiros.

Leia também:
+ Kawasaki apresenta linha off road 2017
+ Dafra tem bônus de fábrica para Cityclass 200i e Fiddle III
+ Harley-Davidson tem promoção para linha 2016 até 31 de agosto
+ Linha 2017 CG 160 Titan e CG 160 Fan tem novas cores e grafismos
+ Salão das Motopeças acontece em agosto, em São Paulo
+ BMW R nineT Scrambler 2016 tem preço definido na Alemanha
+ Linha 2017 Indian Motorcycles tem novas cores e central de multimídia com GPS
+ BMW oferece novas tecnologias para os modelos BMW R 1200 GS e R 1200 GS Adventure
+ Ducati abre pré-venda do modelo XDiavel
+ Honda lança CBR 250RR na Indonésia
+ Harley-Davidson convoca recall para os modelos Touring Electra Glide Ultra Limited e Street Glide Special
+ Teste: Honda XRE 300 Rally é trail perfeita para uso na cidade

Na SM Bikers 250cc, Luciano Rodriguez mostrou que não está para brincadeira e faturou as duas baterias, mantendo a liderança da categoria. Completaram o pódio Rodrigo Medeiros em segundo, Rodrigo Malaquias em terceiro e Willians Fonseca em quarto.

Na categoria SMF, Cristina Rosito, que está cada vez mais adaptada a moto, fez quase o mesmo tempo dos homens e faturou as duas baterias, com Márcia Reis em segundo.

Na SM1 Stock, Fernando Jimenez venceu as duas baterias, seguido por Juninho Trudes e Ranieri Brasil. Com esse resultado, Jimenez diminuiu a diferença de Trudes, que lidera a categoria com 141 pontos contra 135 de Jimenez.

A SM4 largou junto com a categoria principal e Ricardo “Mi” Sato não encontrou dificuldade para garantir a vitória nas duas baterias. O líder da categoria, Danilo Araújo ficou em segundo e Luciano Rodriguez em terceiro.

-Informações e imagens: divulgação-

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *