Caixa abre financiamento para motos

A Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo) e a Caixa Econômica Federal assinaram um acordo hoje (17/03), em São Paulo, para ampliar o financiamento para motocicletas aos consumidores em todo País. As linhas de crédito também serão direcionadas para pessoas jurídicas como pequenos comerciantes assim como concessionárias das marcas e suas respectivas indústrias.

De acordo com o vice-presidente de Estratégia de Produtos de Varejo da Caixa em exercício, Humberto Magalhães, as motocicletas acima de 150cc terão preferência de financiamento que serão realizados por meio da Caixa aos seus clientes e pelo Banco Pan, ligado ao banco federal, para os demais consumidores. Não há limite de financiamento tanto para empresas como para pessoas físicas. “O limite será a demanda”, disse Magalhães.

Também não há teto para a cilindrada das motos. As mais potentes, inclusive, podem ser financiadas em até 60 meses. Todos os contratos terão limite de até 90% do valor do bem. Os juros, segundo Magalhães, partem de 1,75% ao mês e sua flutuação depende da ficha cadastral do cliente.

“O acordo é uma conquista para o segmento, que vem sofrendo com a alta seletividade na oferta de crédito nos últimos anos. A iniciativa da Abraciclo junto à Caixa vem num momento muito oportuno para estimular os negócios, ampliando a oferta de crédito para os consumidores, o que permitirá um acesso ainda mais fácil para compra das motocicletas”, afirma Marcos Fermanian, presidente da Associação.

Leia também:
+ Yamaha XJN 2018 chega com novas cores azul e cinza
+ Ducati anuncia venda compartilhada de quatro modelos no Brasil
+ Calendário MotoMovimento para festas e eventos de julho de 2017
+ Produção de motocicletas mantém queda em fevereiro
+ Harley-Davidson lança novo modelo Street Rod 750
+ Ducati lança curso para pilotagem off road com descontos para ducatistas
+ Campeonato Brasileiro de Supermoto 2017 abre temporada
+ Ducati abre segunda concessionária em São Paulo
+ Yamaha Tricity 125 é estável e essencialmente urbana

A indústria de motocicletas sofreu com as incertezas do cenário político-econômico durante todo o ano de 2016. Diante de um mercado mais cauteloso, para 2017, o segmento projeta atingir resultados semelhantes ao do ano anterior, quando a produção atingiu o mesmo patamar de 2002 (menos de 890 mil unidades), mantendo-se estável. Além disso, a realização de eventos, como o Salão Duas Rodas, em novembro próximo, deverá contribuir para estimular os negócios no segundo semestre.

-Informações e imagens: divulgação-

Um comentário em “Caixa abre financiamento para motos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *