Campeonato Brasileiro de Enduro FIM

Patrocínio (MG) – O capixaba Bruno Crivilin foi o mais rápido na segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM para motocicletas. A prova, realizada neste final de semana (14 e 15) em Patrocínio-MG, teve desafios variados, como altas velocidades, pontos esburacados e escorregadios, pedras e até trecho cronometrado em solo arenoso.

O piloto da equipe Orange BH KTM Racing lidera a disputa das categorias Enduro GP (direcionada aos destaques da competição) e E1, para motos de 250 cilindradas. “A etapa de Patrocínio foi muito bem organizada. Estava um pouco desatento nas disputas de sábado, mas no domingo entrei bastante focado e consegui a vitória”, contou.

Considerado um dos principais pilotos do Brasil, Crivilin esteve em escolas da cidade mineira nos dias anteriores à prova e ficou impressionado com a recepção. “Dei uma palestra para os alunos e foi emocionante ver as crianças vibrando pelo nosso esporte, eu nunca poderia imaginar essa recepção tão especial. Muita gente veio torcer por nós na corrida, espero que surja algum novo piloto depois da iniciativa.”

As disputas em Patrocínio ainda destacaram os pilotos Luis Oliveira (vencedor da E2 – equipe Yamaha O2 BH Racing), Rômulo Bottrel (E3 – Yamaha O2 BH Racing), Tiago Wernersbach (E4 – Honda Moto Litoral), Patrik Capila (EJúnior – Yamaha O2 BH Racing), Maiara Basso (EFeminina – Sacramento KTM Racing), Nielsen Bueno (E35 – Equipe Husqvarna), Cassiano Tebaldi (E40 – Sacramento KTM Racing), Pélmio Simões (E45 – Yamaha O2 BH Racing), Marcos Benvenutti (E50 – Sócramento) e Gabriel Bellaver (EAmador – Sócramento).

Yamaha

O português Luis Oliveira garantiu mais uma vitória na Categoria E2 do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM para motos. O piloto amplia a vantagem na classificação do Campeonato e com duas provas disputadas, abre ainda mais vantagem para o segundo colocado. “Consegui andar muito bem no sábado e conquistei a vitória na minha categoria e na Geral. No domingo também vinha imprimindo um bom ritmo e mantive a liderança durante toda a prova. Mas antes da última especial começou a chover muito e a especial, em uma pista de motocross, ficou muito lisa. Acabei caindo na especial e com isso perdi a liderança na Geral, mas ainda consegui a vitória na minha categoria. Não estou feliz com o resultado, pois sei que poderia ter sido melhor”, comentou Luis Oliveira.

Já na categoria E3 o mineiro Rômulo Bottrel venceu os dois dias de prova e se mantém invicto na temporada. “Gostei bastante do meu ritmo, principalmente levando em conta que ainda não estou 100% recuperado. Tentei garantir minha categoria e deu certo, foram mais duas importantes vitórias no campeonato. Consegui vencer as 4 etapas do campeonato até aqui e lidero a categoria. Estou me dedicando ao máximo na fisioterapia, pra voltar a forma o mais rápido e lutar pelas vitórias também na Geral”, disse Rômulo Bottrel.

Patrik Capila venceu os dois dias da disputa da Categoria Enduro Junior, destinada aos pilotos até 23 anos. Além da vitória na sua categoria, ficou com a quarta colocação na classificação geral, mesma posição que ocupa na classificação do Campeonato. “Andei bem durante todo o fim de semana, mas poderia ter evitado alguns erros bobos e ter um resultado ainda melhor. Viajo nesta segunda pra Europa e vou participar de três provas lá, uma pelo campeonato português e duas pelo campeonato Mundial. Essa experiência vai ser muito importante e pretendo chegar ainda mais forte pra Biguaçu, próxima prova do campeonato”, relatou Patrik, que retorna da Europa pouco antes da próxima etapa do Brasileiro.

Leia também:
+ Royal Enfield promove passeio com motociclistas que possuem motos da marca
+ Treinamento Harley-Davidson mostra tecnologias da linha Softail 2018
+ Mercado de motocicletas cresce 12,2% no primeiro trimestre 2018 ante o mesmo período de 2017
+ Teste: Royal Enfield Classic 500 é simples, robusta e com muita vibração
+ Honda começa a vender linha própria de capacetes 2018
+ Indian lança consórcio próprio em parceria com a Rodobens
+ Festas, encontros e eventos para o mês de novembro de 2018
+ Honda CBR1000RR Fireblade. Edição limitada SP tem 25 unidades
+ Recall Kawasaki para modelos Ninja ZX-10R, Ninja ZX-10R ABS e Ninja ZX-10RR

Ronald Santi teve problemas no final de semana e não saiu satisfeito da prova em Minas. Competindo em seu estado, contava com dois bons resultados, já que a disputa em sua categoria está bastante acirrada. No sábado liderava a prova e teve problemas com o combustível, mas ainda assim conseguiu salvar o segundo lugar na prova, ficando a apenas 4 segundos do líder. Já no segundo dia, também teve problemas e achou melhor abandonar, já que o regulamento prevê dois descartes durante o campeonato.

“Final de semana difícil pra mim. No sábado estava ganhando a prova quando tive um problema no carburador, por causa de sujeira na gasolina, mas ainda conseguimos salvar a segunda colocação, a apenas 4 segundos do primeiro colocado. Já no segundo dia tive outro problema logo na primeira especial do dia, perdendo muito tempo e perdendo a oportunidade de conquistar um bom resultado. Mas estou muito feliz com meu desempenho e com minha velocidade. Vamos pra próxima!”, desabafou Ronald Santi.

A terceira etapa do campeonato está marcada para os dias 19 e 20 de maio em Biguaçu (SC). O Brasileiro de Enduro FIM 2018 é patrocinado por Rinaldi, Yamaha, ASW, Tech Ride, Edgers, MR Pro Braces, Jeri Aventure Ride, KTM Sacramento, O2BH Yamaha, Motorex e Sig Visual.

Resultados finais da etapa de Patrocínio

Categoria Enduro GP
1 – Bruno Crivilin – 45 pontos
2 – Luis Oliveira – 45 pontos
3 – Gabriel Soares – 44 pontos
4 – Patrik Capila – 34 pontos
5 – Júlio Ferreira – 32 pontos

E1
1 – Bruno Crivilin – 47 pontos
2 – Gabriel Soares – 47 pontos
3 – Nicolás Rodriguez – 40 pontos
4 – Diego Colett – 36 pontos

E2
1 – Luis Oliveira – 50 pontos
2 – Vinícius Calafati – 42 pontos
3 – Júlio Ferreira – 42 pontos
4 – Gustavo Pellin – 36 pontos
5 – Victor Miranda – 32 pontos

E3
1 – Rômulo Bottrel – 50 pontos
2 – Felipe Carlette – 44 pontos
3 – Felipe Legarrea – 38 pontos
4 – Rigor Rico – 38 pontos
5 – Ripi Galileu – 32 pontos

E4
1 – Tiago Wernersbach – 50 pontos
2 – Marcos Vinícius Souza – 42 pontos
3 – Fernando Pereira – 36 pontos
4 – Anderson da Luz – 35 pontos
5 – Vitor Garcia – 30 pontos

EJúnior
1 – Patrik Capila – 50 pontos
2 – Vinícius de Sá – 44 pontos
3 – Washington Pereira – 38 pontos
4 – Bernardo Barreto – 34 pontos
5 – Willian Lauers – 20 pontos

EFeminina
1 – Maiara Basso – 50 pontos
2 – Bárbara Neves – 44 pontos
3 – Tainá Aguiar – 40 pontos
4 – Marcely Cazadini – 34 pontos
5 – Livia Batistine – 34 pontos

E35
1 – Nielsen Bueno – 50 pontos
2 – Diogo Resende – 44 pontos
3 – Anderson Vieira – 40 pontos
4 – Vinicius Moraes – 36 pontos
5 – Igor Reolon – 32 pontos

E40
1 – Cassiano Tebaldi – 50 pontos
2 – Fernando Teixeira – 44 pontos
3 – Willian Meneses – 40 pontos
4 – Adriano de Ávila – 36 pontos
5 – Cristian Aguiar – 32 pontos

E45
1 – Pélmio Simões – 47 pontos
2 – Frederico Garcia – 43 pontos
3 – Laurindo Filho – 42 pontos
4 – Rodrigo Alcy – 36 pontos
5 – Maurício Fernandes – 34 pontos

E50
1 – Marcos Benvenutti – 50 pontos
2 – Antônio Abreu – 40 pontos
3 – Romeu Enrich – 40 pontos
4 – Marcos dos Reis – 40 pontos
5 – Milton Coelho – 32 pontos

EAmador
1 – Gabriel Bellaver – 50 pontos
2 – Agenor dos Santos – 42 pontos
3 – João Paulo Marcorio – 36 pontos
4 – Roberto Theodoro – 36 pontos
5 – Luiz Carlos Natale – 29 pontos

Classificação do Campeonato Brasileiro após duas etapas

Categoria Enduro GP
1 – Bruno Crivilin – 95 pontos
2 – Luis Oliveira – 89 pontos
3 – Gabriel Soares – 75 pontos
4 – Patrik Capila – 68 pontos
5 – Júlio Ferreira – 66 pontos

E1
1 – Bruno Crivilin – 97 pontos
2 – Gabriel Soares – 91 pontos
3 – Nicolás Rodriguez – 80 pontos
4 – Diego Colett – 72 pontos
5 – Willian Palandi – 32 pontos

E2
1 – Luis Oliveira – 100 pontos
2 – Júlio Ferreira – 84 pontos
3 – Vinícius Calafati – 84 pontos
4 – Gustavo Pellin – 70 pontos
5 – Victor Miranda – 66 pontos

E3
1 – Rômulo Bottrel – 100 pontos
2 – Felipe Carlette – 86 pontos
3 – Felipe Legarrea – 78 pontos
4 – Rodrigo Corsi – 66 pontos
5 – Rigor Rico – 38 pontos

E4
1 – Tiago Wernersbach – 97 pontos
2 – Marcos Vinícius Souza – 89 pontos
3 – Anderson da Luz – 73 pontos
4 – Fernando Pereira – 67 pontos
5 – Ronald Santi – 60 pontos

EJúnior
1 – Patrik Capila – 100 pontos
2 – Vinícius de Sá – 84 pontos
3 – Washington Pereira – 78 pontos
4 – Willian Lauers – 60 pontos
5 – Bernardo Barreto – 34 pontos

EFeminina
1 – Maiara Basso – 100 pontos
2 – Bárbara Neves – 84 pontos
3 – Tainá Aguiar – 76 pontos
4 – Marcely Cazadini – 66 pontos
5 – Livia Batistine – 64 pontos

E35
1 – Nielsen Bueno – 100 pontos
2 – Diogo Resende – 88 pontos
3 – Anderson Vieira – 80 pontos
4 – André Barbosa – 66 pontos
5 – Igor Reolon – 64 pontos

E40
1 – Cassiano Tebaldi – 100 pontos
2 – Adriano de Ávila – 80 pontos
3 – Fernando Teixeira de Carvalho – 44 pontos
4 – Fernando Teixeira – 40 pontos
5 – Willian Meneses – 40 pontos

E45
1 – Pélmio Simões – 97 pontos
2 – Laurindo Filho – 84 pontos
3 – Maurício Fernandes – 70 pontos
4 – Rodrigo Alcy – 68 pontos
5 – Frederico Garcia – 43 pontos

E50
1 – Marcos Benvenutti – 86 pontos
2 – Romeu Enrich – 78 pontos
3 – Fabio Campos – 50 pontos
4 – Manuel Francisco – 44 pontos
5 – Antonio de Abreu – 40 pontos

EAmador
1 – Gabriel Bellaver – 100 pontos
2 – Roberto Theodoro – 80 pontos
3 – Lucas Colombo – 63 pontos
4 – Agenor dos Santos – 62 pontos
5 – Leonardo Tamburro – 49 pontos

-Informações e imagens: divulgação-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *