CBR 1000RR Fireblade

A Honda lançou, no Salão Duas Rodas, a nova superesportiva CBR1000RR Fireblade. De acordo com a marca, a moto tem conjuntos ciclísticos e mecânicos derivados da RC213V-S, versão street do modelo RC213 utilizado na categoria MotoGP. O modelo 2017 da Fireblade está 15kg mais leve e 11cv mais potente, o que estabelece uma relação peso/potência 14% a mais que o modelo anterior.

Importada do Japão, a moto versão 2017, estará disponível no mercado brasileiro a partir de dezembro, em duas versões: CBR1000RR Fireblade e CBR1000RR Fireblade SP, nas cores vermelha ou preta metálica (CBR1000RR Fireblade); ou a versão nas cores da HRC em vermelho, preto e branco (SP). Os preços públicos sugeridos serão de R$ 69.990 e R$ 79.990, respectivamente, com base no Estado de São Paulo, sem despesas de frete e seguro.

Na tecnologia, unidade de medição de inércia (IMU), novo módulo de controle de tração regulável (HSTC) e sistema de seleção do modo de condução da motocicleta (RMSS). Na redução de peso, escape e tanque de combustível de 16 litros foram desenvolvidos em titânio.

No design, as linhas ficaram mais limpas e retas, convergindo a um ponto comum na dianteira da motocicleta, análogo a ponta de uma flecha. Destaque ainda para a rabeta elevada e o assento em dois níveis, com altura de 832mm (834mm SP).

Leia também:
+ Yamaha reformula totalmente a Fazer 250 ABS
+ Ducati apresenta Monster 797 e SuperSport S no Salão Duas Rodas
+ Royal Enfield apresenta sua nova série Redditch no Salão Duas Rodas
+ Mercado de motos apresenta estabilidade em outubro, diz Abraciclo
+ Triumph leva as novas Tiger 800 e T100 Black para o Salão Duas Rodas
+ BMW apresenta a nova G 310 GS no Salão Duas Rodas
+ Honda anuncia X-ADV para o Brasil em 2018
+ Yamaha reformula totalmente a Fazer 250 ABS na versão 2018
+ Yamaha comemora 47 anos de operação no Brasil
+ Teste: Roadster BMW G 310R anda bem?

A nova CBR1000RR Fireblade é também a primeira motocicleta com motor 4 cilindros da Honda a sair de fábrica com acelerador eletrônico Throttle-by-Wire (TBW), desenvolvido com base no sistema utilizado na RC213V-S. “Sua função é proporcionar maior precisão e sensibilidade nas acelerações, uma vez que todo trabalho fica por conta da ECU (Unidade da Central Eletrônica) e do sensor de posicionamento da manopla do acelerador (APS)”, informa a fábrica.

Na suspensão dianteira, o garfo telescópico da Showa BPF (Big Piston Forks) é do tipo invertido de 43mm, com possibilidade de ajustes na pré-carga da mola e curso de 120mm. Os freios ABS são de disco duplo na frente e simples atrás, com pinças totalmente novas com tecnologia das marcas Brembo (modelo SP) e Tokico (Standard). Um amortecedor de direção eletrônico é Honda (HESD).

O motor é o DOHC quatro cilindros em linha de 999,8cm³, 4 tempos e arrefecimento a líquido projetado para equipar a nova CBR1000RR Fireblade. São 192cv de potência a 13.000 rpm, com torque de 11,82 kgf.m a 11.000rpm (gasolina).

-Informações e imagens: divulgação/MotoMovimento-

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *