Projeto Solidário

Projeto Solidário: A máxima bíblica: “Não saiba a tua mão esquerda o que faz a direita” é discutida. Boas ações podem e devem ser difundidas pelo simples fato de inspirar outros a fazer o mesmo. Quantos de nós, na época do Natal, sentimos vontade ou mesmo necessidade de ajudar quem precisa – praticar caridade. E todas as ações maravilhosas de quem dedica a vida, parte dela, ou mesmo um período para doar seu tempo, dinheiro ou trabalho em prol do outro. Bons exemplos são fundamentais em um mundo tão carente deles.

O motociclista paulista Raphael Karan realizou durante 15 meses o chamado projeto Solidário, no qual percorreu 150 cidades de 11 estados brasileiros dando palestras, arrecadando alimentos e roupas para as comunidades carentes e organizações assistenciais das regiões por onde passou.

Em suas palestras, Raphael incentiva a mudança positiva no comportamento corporativo e social. Visa também estimular a busca dos objetivos e a realização de sonhos. Aborda temas como sonho, objetivo, decisão, renúncia, planejamento, organização, perseverança, imprevistos, criatividade, limites e resultados. Durante o discurso, ele também mostra as diferenças sócio-culturais entre o ocidente e o oriente, além de uma grande quantidade de imagens e o material utilizado na expedição.

O motociclista explica como surgiu o projeto Solidário. “O Solidário surgiu porque nestes anos todos viajando pelo mundo pude contar com a solidariedade e a hospitalidade das pessoas. Me deixavam acampar em seus sítios, quintais, fazendas, etc. Muitas vezes me cediam um banheiro para tomar um banho quente e tudo mais. Quando voltei de uma das etapas, achei que estava na hora de fazer alguma coisa pelo próximo. Eu sou uma dessas pessoas cheias de boas intenções que nunca tinha feito nada por ninguém, por falta de oportunidade e de tempo. Consegui o patrocínio através da diretoria de responsabilidade social da Assonda e pude por em prática a ideia.”disse. Durante todos estes anos ele tem vivido numa barraca iglu e cozinhado em seu pequeno fogareiro.

Ele nos conta que costuma pilotar devagar e parar a todo instante para fotografar e filmar. Suas paixões são conhecer pessoas, saber um pouco da história do país, comer os pratos típicos, escutar sua música e se interar sobre a religião. Como viaja sempre sozinho, Raphael procura curtir o momento, as belas paisagens, e pensar na vida. “Eu vou cantando o tempo todo enquanto piloto e até invento musiquinhas. Meu pai me ensinou uma coisa que eu jamais esqueci: o problema do ser humano não é ter medo, porque medo todos nós temos. O problema começa quando você deixa de fazer algo que queira em função do medo”.

Raphael Karan falou da sensação de viajar sobre duas rodas. “Eu me considero um sujeito feliz, realizando o sonho da minha vida. Isso para mim é a coisa mais importante. Resolvi deixar para trás uma vida estável, confortável e segura para poder realizar o sonho de andar de moto pelo mundo”, finalizou.

O administrador de empresas, Raphael Karan deixou o emprego, a família, os amigos e a vida confortável para realizar o Projeto 5 Continentes. Em 8 anos percorreu 164 mil quilômetros em 60 países sobre duas rodas (América, Europa, Ásia, Oceania e África).

Essa jornada foi lançada agora em forma de livro, com o mesmo título, com 336 páginas, (Editora RV – Richard Veiga) e a narrativa ricamente ilustrada com 120 fotos não se limita a uma viagem de moto, nem a roteiros turísticos mas sim nas experiências vividas durante oito anos com aborígenes australianos, hospitaleiros iranianos, místicos sadhus indianos e despossuídos africanos subsaarianos.

Usando uma linguagem simples e divertida, como é a própria personalidade do palestrante e consultor de vendas, Raphael Karan, ele nos envolve em sua longa viagem de descobrimento. Além de revelar detalhes como as dificuldades enfrentadas nas burocráticas fronteiras, ou a forma como desmontava, embalava e montava de novo suas motos a cada embarque.

“Uma das minhas preocupações neste livro foi propor uma reflexão também sobre os aspectos sociais de cada uma das civilizações por onde passei, sem deixar de mencionar as causas e os efeitos das muitas intervenções estrangeiras a esses povos”, explica Raphael. Capaz de agradar tanto aos motociclistas quanto aqueles que nunca chegaram perto de uma moto, o livro Projeto 5 Continentes – Uma viagem de descobertas pelos confins da terra tem tudo para prender o leitor desde o primeiro parágrafo. Com prefácio do piloto de rali André Azevedo e edição de texto do jornalista especializado Geraldo Tite Simões, o livro pode ser encontrado em todas as grandes redes de livrarias.

A próxima palestra do Raphael será em São José do Rio Preto – SP, dia 06 de Junho às 19h30 – Entrada franca.

-Imagens: divulgação-
-Informações: Raphael Karan-

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *