Dakar 2019

São Paulo (SP) – O australiano Toby Price venceu a 41ª edição Rally Dakar 2019 encerrada ontem, em Lima, no Peru. O piloto terminou sua participação com o melhor tempo de 33h 57’ 16″ depois de dez etapas. A KTM, equipe de Price, dominou a competição. Outros dois membros da marca austríaca, o austríaco Matthias Walkner chegou em segundo lugar com 34h 06’ 29” e o inglês Sam Sunderland em terceiro ao receber a bandeirada final com 34h 10’ 50”.

Foi a 18ª vitória seguida da KTM no Dakar, a segunda de Price (a primeira foi em 2016). O time está invicto desde 2001. Price, inclusive, participou operado este ano ao passar por um procedimento cirúrgico na mão direita depois de um acidente de treinamento um mês antes do início da competição.

A Husqvarna, do mesmo grupo KTM, ficou com o quarto e o quinto lugares na competição com Pablo Quintanilla (34h 18′ 02″) e Andrew Short, da Rockstar Energy Husqvarna Racing, com 34h 41′ 26”. A Yamaha terminou com representante na sexta posição e a Honda na sétima.

Onze brasileiros participaram da edição 2019 da prova. Entre eles, dois nas motos. Estreantes, Marcos Colvero e Lincoln Berrocal não completaram as disputas. Com modelos KTM modelo 450, Colvero abandonou na terceira etapa. Berrocal, na sétima.

Leia também:
+ Recall BMW para linhas F, G, K e R
+ Veja encontros, festas e eventos para motociclistas de maio de 2019 listados por MotoMovimento
+ Yamaha define em R$ 16.990 + frete o preço sugerido da Lander ABS 2019
+ Teste. Yamaha MT-07 ABS 2019. Mais confortável, estável e eficiente
+ BMW traz para o mercado brasileiro o conjunto de malas Atacama Cases
+ Recall Kawasaki para Z900
+ Parceria Yamaha/Senai para qualidade e treinamentos de concessionárias
+ Programação Rally Piocerá 2019
+ Teste: Harley-Davidson Fat Bob e o torque do Milwaukee-Eight 107
+ Royal Enfield Himalayan 400. No Brasil, em janeiro de 2019

Entre os times que participaram da competição, o Monster Energy Honda Team teve sua melhor participação com o piloto chileno Nacho Cornejo que teve sua melhor participação no Dakar, subindo do décimo lugar conseguido em 2018 para a sétima colocação este ano. “Estou muito feliz com minha progressão durante o Dakar 2019. No início da competição perdi tempo em uma etapa e a possibilidade de ficar entre os dez primeiros parecia distante, mas eu não desisti e forcei o ritmo até o fim. O sétimo lugar me deixou bastante satisfeito assim como a segunda colocação na etapa de encerramento”, disse.

O Dakar 2019 aconteceu no Peru, entre os dias 06 a 17, com início e término na capital Lima, depois de cerca de 5 mil quilômetros (3 mil cronometrados) e 70% do percurso em dunas. Das 135 motos que largaram na primeira etapa, 75 concluíram a disputa.

Classificação geral extraoficial

1 – #3 – Toby Rice – Red Bull KTM Factory Team – 33h 57’ 16″
2 – #1 – Matthias Walkner – Red Bull KTM Factory Team – 34h 06’ 29” / + 00h 09’ 13”
3 – #14 – Sam Sunderland – Red Bull KTM Factory Team – 34h 10’ 50” / + 00h 13’ 34”
4 – #6 – Pablo Quintanilla – Rockstar Energy Husqvarna Racing – 34h 18′ 02/+ 00h 20’ 46”
5 – #29 – Andrew Short – Rockstar Energy Husqvarna Racing – 34h 41′ 26” / + 00h 40’ 10”
6 – #18 – Xavier De Soultrait – Yamaha Official Rally Team – 34h 51’ 16” / + 00h 54’ 00”
7 – #10 – Jose Ignacio Cornejo – Monster Energy Honda Team – 35h 05’ 22” / + 01h 08′ 06”
8 – #77 – Luciano Benavides – Red Bull KTM Factory Team – 35h 06’ 26” / + 01h 09’ 10”
9 – #7 – Oriol Mena – Hero Motosport Team Rally – 36h 05’ 57 / +02h 08’ 41”
10 – #28 – Daniel Nosiglia Jager – Mec HRC – 36h 29′ 09” / + 02h 31′ 53”

-Informações e imagens: divulgação-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *