Emplacamentos de motos

O segmento de duas rodas teve alta de emplacamentos no Brasil de 4,07% em maio no comparativo com abril, segundo dados divulgados pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Foram emplacadas 126.713 unidades em maio, contra 121.760 no mês anterior. Em relação a maio de 2013 (130.196), este segmento apresentou retração de 2,68%. Já no acumulado do ano, o setor de duas rodas teve queda de 1,51%.

No geral, para o setor da distribuição de veículos (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros, como carretinhas para transporte) o mês de maio apresentou crescimento de 1,26% em relação a abril. Foram emplacadas 440.088 unidades em maio, contra 434.615 no mês anterior. Na comparação entre os meses de maio 2013 (466.870 unidades) e o mesmo mês de 2014, o setor automotivo teve queda de 5,74%.

Leia também:
+ Abraciclo registra queda de 5,4% na venda de motos na primeira quinzena de maio

De acordo com a Fenabrave, no acumulado do ano, houve queda de 4,34% para todos os setores somados. Nos primeiros cinco meses deste ano, foram emplacadas 2.106.648 unidades, contra 2.202.187 no mesmo período de 2013.

“Todos os setores estão dentro de um clima semelhante, sofrendo com a queda das vendas, o que leva claramente a um viés de baixa. Este ano é de volatilidade em todos os segmentos da economia, com o agravante de termos menos dias úteis de vendas devido à Copa do Mundo e a um crescimento do PIB abaixo do esperado, além da inflação, aumento das taxas de juros e comprometimento de renda da população”, comenta Flavio Meneghetti, presidente da Fenabrave, informando que, após a Copa do Mundo, será possível traçar projeções mais assertivas sobre o ano.

-Imagens: divulgação-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *