Euro4

A Honda anunciou o fim do modelo CBR 600RR e a Yamaha os da família 660, XT 660Z Ténéré, a XT 660 R, XT 660 X e ainda a XJR 1300, na Europa. Todos não se adaptam ao novo regimento de controle de poluição Euro4, que entra em vigor a partir do dia 1 de janeiro de 2017.

Outros modelos ainda podem ser descontinuados com as novas regras. A maioria, entretanto, está sendo renovada para atender aos novos padrões.

A Honda informou que ainda não tem planos para outra superesportiva de média cilindrada para o mercado europeu. A Honda avalia que há uma queda nas vendas dos modelos superesportivos em favor de novas linhas das montadoras para aventura e longas viagens.

Leia também:
+ Ducati comemora 90 anos com edição especial Ducati 1299 Panigale S Anniversario
+ Yamaha convoca recall da YZF-R3, modelo 2016, para recall de substituição da bomba de óleo e da placa de embreagem
+ Yamaha lança modelos 2017 Fazer 150 UBS e Factor YBR 125i
+ BMW divulga calendário do Rider Experience 2016
+ Tiger Explorer XR e Tiger Explorer XCx: pré-venda e lançamento no final de junho
+ Honda apresenta nova linha 500cc
+ KTM Duke Tour Brasil 2016, em São Paulo
+ Fiddle III: Novo scooter retrô da Dafra
+ Honda GL 1800 Gold Wing tem recall para air bag
+ Triumph inicia pré-venda do novo modelo Speed Triple R no Brasil

A Yamaha vai trocar a linha Ténéré por uma trail de média cilindrada que receberá o mesmo motor da MT-07 que poderá ser batizada como Ténéré 700. Além disso, a marca tem no mercado a crossover MT-07 Tracer. A Ténéré 700 terá o mesmo motor bicilíndrico de 689 cm³ da Tracer que gera 74,8 cv a 9.000 rpm e 6,9 mkgf a 6.500 rpm em câmbio de seis marchas.

O Euro4 regula todos os veículos vendidos na Europa. Para os de duas rodas, o programa determina, além da redução de emissões de poluentes no ar, o controle de ruídos.

-Informações e imagens: divulgação-

2 comentários em “Euro4

  1. Prezados,

    A notícia interessa certamente a comunidade de motociclistas brasileiros, porém a linha da Yamaha “XT” desde 2005 teve o motor renovado com o aumento da cilindrada de 600cc para 660cc dentre outras melhorias tecnológicas. Sugiro retificação no texto.

    Atenciosamente,

    Mário

    1. Tem razão, Mário. A notícia tem um erro, já corrigido. O que vai sair de linha é a família 660 que ainda mantém o antigo motor monocilíndrico de poucos 48 cv que, segundo a montadora, não vale o investimento em revisões e atualizações. Preferiu investir no novo modelo MT-07. Obrigado pela correção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *