Família Scrambler

A Ducati vai vender os quatro modelos da família Scrambler, no Brasil. O primeiro a chegar no País, o Icon, custará R$ 36.900. A marca italiana havia informado anteriormente que somente o Icon seria comercializado no mercado brasileiro já agora em outubro. Na coletiva de abertura do Salão Duas Rodas para a imprensa especializada, em São Paulo, informou, no entanto, que trará, em 2016, também as versões Classic, Urban Enduro e Full Throttle. Estes últimos também estão expostos no Salão mas sem preços definidos.

O conceito da Scrambler Ducati, em todos os modelos, preserva a aparência contemporânea da motocicleta fabricada pela Ducati nos anos 70, sem ser retrô. Foi projetada para ser exatamente a evolução do modelo fabricado no passado, como se a Ducati nunca tivesse parado de produzi-la.

Leia também:
+ As atrações do Salão Duas Rodas 2015
+ Scout, modelo de entrada da Indian, parte de R$ 49.990
+ CB Twister 2016 aparece no Salão Duas Rodas

Todas as versões são equipadas com o motor Desmodrômico com dois cilindros em L-twin de duas válvulas com 803 cc (derivado do motor da Monster 796), com 88 mm de diâmetro, 66 mm de curso, reprojetado para garantir uma aceleração suave durante toda a pilotagem com seus 75 hp.

O motor também possui tampas de alumínio usinadas, incluindo as da embreagem e alternador. Os dois protetores de correia são feitos de alumínio e foram, de maneira semelhante, usinados para aperfeiçoar a estética.

Os pistões e virabrequim são os mesmos utilizados nos motores já reconhecidos da Monster e Hypermotard 796, enquanto os eixos do comando de válvulas foram projetados para garantir um fornecimento de potência linear graças à adoção de um ângulo de sobreposição da válvula de 11º. Com tudo isso, oferece resposta linear durante a aceleração, estabelecendo um torque de 75 hp @ 8,250 rpm e 68 Nm @ 5,750 rpm.

As versões, segundo a montadora

Icon – com design pós-vintage na cor amarelo, se caracteriza por sua confortável posição de pilotagem e pelo tanque em aço no formato de gota com painéis laterais de alumínio intercambiáveis. A altura de 790 mm do banco garante conforto para o piloto e passageiro. Outras características de destaque incluem guidão amplo, farol com lente de vidro, lanterna de LED e as rodas Dual Sport. O acabamento de alumínio para as capas das correias do motor, o protetor de escapamento e a moldura intercambiável do painel de instrumentos de LCD dão ainda mais estilo à moto.

Urban Enduro – disponível na cor verde wild, é ideal não só para superar obstáculos urbanos com agilidade, mas também explorar diferentes tipos de estradas. O banco marrom com costuras transversais oferece conforto de primeira classe. Os protetores da suspensão dianteira – do cárter do motor até a grade do farol – protegem as partes essenciais da motocicleta em passeios off-road. Enquanto o crossbar reforça o amplo guidão. Paralamas altos e rodas raiadas também são marca registrada do modelo.

Full Throttle – na cor preto fosco, esta versão é inspirada no mundo das corridas de flat track (clara referência às motocicletas de pistas ovais de terra). Vem equipada com escapamento esportivo Termignoni homologado para uso em rua e banco projetado para pilotagem esportiva. Os painéis laterais são na cor preta com um grafismo exclusivo. O guidão é baixo e estreito e o paralamas dianteiro curto, o que realça ainda mais as características do modelo, perfeito para quem quer uma moto para uso diário com estilo de corrida.

Classic – disponível na cor laranja Sunshine, é a versão perfeita para quem valoriza a atenção aos detalhes e ao estilo da década de 70, sem abrir mão do prazer de uma motocicleta funcional e moderna. Oferece detalhes exclusivos e refinados, tais como paralamas dianteiro e traseiro de alumínio, rodas raiadas e banco marrom com costuras em formato de diamante.

Customização

Mais do que os quatro modelos, o grande diferencial da família Scrambler é a liberdade de customização. Baseado na palavra inglesa “embaralhar” (Scrambler), a motocicleta permite múltiplas possibilidades, se adequando ao gosto do proprietário: por exemplo, cromo, preto fosco, ou até mesmo painéis laterais do tanque em fibra de carbono estão disponíveis. Há ainda uma ampla variedade de opções para o para-lamas dianteiro, elevação da placa, mala para tanque, ponteira Termignoni, aro e grade para o farol, aro no painel de instrumentos, manoplas vintage, espelhos retrovisores e rodas raiadas, quatro versões diferentes do assento e guidão baixo cônico.”

-Informações e imagens: divulgação/MotoMovimento-

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *