FIM Moto2

A Triumph vai substituir a Honda no fornecimento de motores para o Campeonato FIM Moto2, do Mundial de Motovelocidade, a partir de 2019, por três anos. O anúncio do contrato da montadora inglesa com a Dorna, gerenciadora da competição, foi feito no final de semana de disputas da MotoGP no circuito de Mugello, Itália.

Na Moto2 todos correm com o mesmo motor. A Honda sai da competição porque deixou de fabricar o motor 600cc da Honda CBR 600RR que não atendia mais a legislação de poluentes europeia. O motor foi substituído por propulsores com maios cilindrada e menos cilindros.

Leia também:
+ Festas, encontro e eventos para motociclistas de dezembro de 2017
+ KTM lança edição especial 390 DUKE ABS
+ Yamaha Factor 150 ED 2018 recebe freio unificado
+ Kawasaki lança a Z 650 ABS no Brasil
+ Festas, encontros e eventos para motociclistas de novembro de 2017
+ Teste: Honda CB 500X é moto para todo serviço

O motor da Triumph, de três cilindros com 765 cc, desenvolve potência máxima de 123 cv (a 11.700 rpm) e torque de 77 Nm (a 10.800 rpm). O 600cc da Honda chegava a 140cv.

-Informações e imagens: divulgação-

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *