Grom 50

A Honda apresenta, no Tokyo Motor Show (30 de outubro a 8 de novembro), no Japão, duas versões scrambler do conceito Grom 50. Baseado no antigo modelo Monkey 50, vendido no Brasil na década de 70, o conceito resgata, entretanto, o nome de outra moto mítica no Japão, a Grom 125 cc. A montadora japonesa ainda não apresentou nenhum detalhe técnico do conceito.

No Brasil, os modelos de baixa cilindrada da marca importados na década de 70, além da Monkey Z50, foram as ST50 e a ST70, fabricadas no Japão entre 1969 a 1979.

Regulamentação brasileira

No final de julho deste ano, o governo federal publicou a lei 13.154/2015 que regulamenta a circulação de veículos com 50 cc no País. A lei determina agora que os departamentos de trânsito de cada estado fiscalizem e regularizem esses modelos antes fiscalizados pelos municípios. A lei anterior, de 1997, equiparava motores de 50 cc a veículos de tração animal e humana, como carroças e bicicletas, sem exigência de placas ou documentação para circulação.

Leia também:
+ Versão 2016 do scooter PCX renovado
+ BMW confirma a S 1000 XR no Brasil no Salão Duas Rodas
+ Confira as atrações do Salão Duas Rodas
+ Neowing: triciclo conceito da Honda
+ Linha Harley 2016: 25% mais caras acompanhando alta do dólar
+ Protótipo Suzuki Recursion tem nome registrado para EUA e Europa
+ MV Agusta tem edição limitadas dos modelos F3 675 RC e F3 800 RC na Europa
+ NXR 160 Bros ESDD 2016 tem somente mudanças estéticas

Com a regulamentação atual, de acordo com a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), cerca de 750 mil veículos de 50 cc passaram a ser considerados irregulares e passíveis de multa e apreensão. O condutor, a partir de agora, também precisa de documentação legal para pilotar veículos de 50 cc.

-Imagens: divulgação-

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *