Mercado de motos

Mercado de motos: A indústria de motocicletas produziu 905.117 unidades de janeiro a julho deste ano, correspondendo a uma queda de 5,2% sobre igual período de 2013, que havia atingido 954.618. As vendas no atacado, das fabricantes para suas concessionárias, somaram 829.838 motocicletas, registrando queda de 10%. Pelo mesmo comparativo, as exportações recuaram 2,5%, com 52.998 unidades exportadas em 2014, ante 54.343 no ano passado, conforme dados divulgados pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo).

As vendas no varejo, nos primeiros sete meses de 2014, totalizaram 838.630 motocicletas, ante 882.478 unidades em 2013, indicando uma retração de 5% nos negócios. Na comparação de julho com o mesmo mês de 2013, a redução foi de 9,8%, com 121.012 unidades contra 134.193, respectivamente. Já no comparativo mensal, no mês de julho os negócios no varejo cresceram 16,5%, passando de 103.867 (junho) para 121.012 unidades. Todavia, a média de vendas por dia útil ficou em 5.261, quase empatada com a do mês anterior (5.193) e 9,8% inferior em relação a julho de 2013 (5.834).

O segmento de motocicletas contou com dois fatores atípicos na metade deste ano, que gerou impactos nos volumes de produção e vendas, tanto no atacado como no varejo: a realização da Copa do Mundo e a antecipação para o mês de junho das férias coletivas nas fábricas instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM), habitualmente realizadas nos meses de julho.

“Já contávamos com uma retração da demanda no período do campeonato mundial, mas esperávamos a retomada do ritmo de vendas a partir da segunda quinzena de julho, o que não se concretizou. O baixo volume diário de vendas reflete a dificuldade na obtenção de crédito e, de certa forma, o comportamento cauteloso do consumidor diante do cenário macroeconômico”, comenta Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.

Resultados de julho

Com a volta às atividades após a Copa do Mundo e as férias coletivas, as fabricantes produziram em julho 135.504 motocicletas, volume 74,2% superior às 77.788 unidades do mês anterior, e 18,2% maior que o registrado em julho de 2013 (114.673). Já no atacado, as vendas avançaram 40,9%, passando de 80.223 unidades em junho, para 113.024, em julho. Comparadas com julho de 2013 (105.964), a comercialização cresceu 6,7%.

Com relação às exportações, o mês de julho registrou acréscimo de 55,4% frente a junho – 7.519 motocicletas contra 4.840. Na comparação com julho de 2013, quando foram exportadas 9.566 unidades, houve queda de 21,4%.

-Imagens e informações: divulgação-

Um comentário em “Mercado de motos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *