Mercado no 1° trimestre 2018

São Paulo (SP) – A produção de motocicletas do Polo Industrial de Manaus (PIM), nos três primeiros meses deste ano, cresceu 12,2% ante o mesmo período do ano passado. Foram montadas 231.381 unidades em 2017 e 259.537 em 2018. As vendas no varejo, no entanto, cresceram 4%, segundo levantamentos da entidade. Foram emplacadas 210.970 unidades em 2017 ante 209.304 nos primeiros três meses deste ano.

O presidente da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), Marcos Fermanian, observou que “a produção cresce em ritmo mais acelerado do que as vendas no varejo”, porque há atraso na entrega das motocicletas produzidas em Manaus. “A produção desce de Manaus, via terrestre. Há um fluxo de logística de, em média, mais do que 15 dias. Alguns mercados estão com estoque abaixo do normal. Metade da produção de março, por exemplo, não foi vendida para o concessionário”, disse Fermanian.

A discrepância entre o aumento da produção e as vendas no varejo também pode ser explicada, segundo o presidente da Abraciclo, pelas exportações das montadoras que são incorporados também aos números de produção. As remessas de motos para o exterior tiveram aumento expressivo de 45,4% com 23.320 unidades este ano e 16.732 em 2017.

Na comparação mensal dos números de produção, houve alta de 14,8% em março sobre o mesmo mês em 2017. Foram produzidas, no mês passado, 94.599 unidades. Ante fevereiro, o crescimento foi de 13,1%.

Leia também:
+ Teste: Royal Enfield Classic 500 é simples, robusta e com muita vibração
+ Honda começa a vender linha própria de capacetes 2018
+ Indian lança consórcio próprio em parceria com a Rodobens
+ Festas, encontros e eventos para o mês de novembro de 2018
+ Honda CBR1000RR Fireblade. Edição limitada SP tem 25 unidades
+ Recall Kawasaki para modelos Ninja ZX-10R, Ninja ZX-10R ABS e Ninja ZX-10RR
+ Recall Ducati para os modelos 1299 Panigale e 1299 Panigale S, Monster 1200 S, Multistrada 1200 S e XDiavel S

As vendas para o atacado registraram aumento de 8,4% durante o primeiro trimestre do ano (234 mil unidades comercializadas). No mês de março, foram vendidas 87.372 motocicletas para os concessionários, representando uma alta de 8,5% em relação a março do ano passado. Na comparação com fevereiro, houve elevação de 16,6%.

A Abraciclo mantém as expectativas de alta no acumulado no final deste ano. A produção, de acordo a entidade, deve crescer 5,9%. A projeção de venda no atacado é de aumento de 4,3% e, no varejo, alta de 1,6%. “Vamos aguardar, pois há instabilidade política, a Copa do Mundo. Mas, como a gente vê, os primeiros períodos do ano foram bem mais favoráveis do que a gente esperava”, afirmou Fermanian.

-Informações e imagens: MotoMovimento-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *