Mercado. Produção cai 13,5% em agosto

A produção de motocicletas em agosto deste ano (80.192) caiu 13,5% ante o mesmo mês do ano passado (92.725), segundo a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e similares (Abraciclo). No acumulado do ano, também ocorreu retração nos oito primeiros meses, quando saíram das linhas de produção 575.524 motos, queda de 9% na confrontação com o ano anterior (632.490). Já na comparação de agosto com julho deste ano, o registro pe de alta de 12%. Foram produzidas 80.192 motocicletas em agosto e 71.582 em julho.

O desempenho de vendas no atacado registrou queda de 12,6% na verificação com agosto do ano passado (83.236). No acumulado, a retração foi de 11,1%: 539.923 unidades de janeiro a agosto e 607.185 no mesmo período de 2016. Já na comparação agosto e julho de 2017, com 72.778 motos enviadas às concessionárias, aumento de 12,3% em relação as 64.830 unidades do mês anterior.

“Os resultados de produção e vendas de agosto são animadores, pois representam sinais concretos de estabilidade dos negócios no mercado nacional de motocicletas. Com base nestes indicadores, a indústria de duas rodas já considera a perspectiva do retorno de resultados mais animadores até o final do ano”, afirma Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.

Leia também:
+ Ducati XDiavel Dark. No Brasil, por R$ 79.900
+ Kit customização Roadster com filtro de ar Screamin’ Eagle
+ Honda PCX 150 linha 2018 com nova cor azul escuro
+ Recall Honda para CRF450R
+ Teste: Harley-Davidson Ultra Limited é extrema em conforto nas viagens
+ Indian homenageia Burt Munro no Bonneville Speed Week
+ Harley-Davidson Sportster completa, em 2017, 60 anos de produção contínua
+ Linha Honda CG 160 2018 recebe freio CBS e suspensão dianteira SFF (Separated Function Fork)
+ NMAX 160 2018 tem novas cores
+ Ducati Multistrada S tem nova opção de cor Volcano Grey
+ Nova BMW S 1000 RR mantém preço de R$ 78.400

Já as exportações totalizaram 7.239 unidades em agosto, alta de 60,1% na comparação com o mesmo mês do ano passado (4.522). Entretanto, apresentaram redução de 13,6% sobre julho. No acumulado, o volume de motocicletas enviadas para outros países foi de 48.036 unidades, 21,8% superior aos 39.454 embarques registrados em 2016. O principal destino das motocicletas exportadas é a Argentina.

Emplacamentos

Com base nos licenciamentos registrados pelo Renavam, as vendas para o varejo* totalizaram 76.336 unidades, alta de 8,6% sobre as 70.320 mil motocicletas emplacadas em julho. Na comparação com agosto do ano passado (76.460 unidades) foi verificada praticamente uma estabilidade, já que houve recuo de somente 0,2%. Nos oito primeiros meses de 2017 a redução foi de 7,5%: 573.854 licenciamentos em 2017 e 620.458 no ano passado. A média diária de vendas em agosto ficou estável, com 3.319 motocicletas, ou seja, apenas 0,9% menor na comparação com a média de 3.349 unidades registrada em julho.

-Informações e imagens: divulgação-

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *