Moto 1000 GP

O Campeonato Brasileiro de Motovelocidade adiou a primeira etapa do Moto 1000 GP que aconteceria no dia 1º de maio no Autódromo Internacional de Curitiba. A culpa é da crise econômica, informa a organização. A data das corridas da etapa de abertura do campeonato será remanejada, assim como as das outras sete ao longo do ano. A direção do evento finaliza acordos para anunciar o calendário definitivo de etapas nos próximos dias.

Leia também:
+ BMW reajusta preços de cinco modelos no mercado brasileiro
+ Teste: Harley-Davidson softail Breakout
+ Teste: Biz 110i, com injeção eletrônica fica mais eficiente no trânsito da cidade
+ Yamaha traz para o Brasil a MT-03 e o scooter NMAX 160
+ Honda começa a vender no Brasil, em abril, o scooter SH 300i por R$ 23.590
+ Veja o calendário de eventos para motociclistas de dezembro de 2016
+ Teste Indian Chief Classic e Chief Vintage
+ Teste MotoMovimento: Indian Scout é ágil na pista
+ CG 160 Start 2016 em abril por R$ 7.390

“Mais que manter o Moto 1000 GP e promover o campeonato em meio à crise nacional, a preocupação foi manter o mesmo padrão apresentado desde o início”, diz o promotor do Brasileiro de Motovelocidade, Gilson Scudeler. “Demoramos mais do que gostaríamos. Diante da crise, houve um trabalho gigantesco para que pudéssemos ter a mesma qualidade que sempre entregamos a equipes, pilotos, patrocinadores e ao nosso público”, afirma.

-Informações e imagens: divulgação-

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *