Polaris fecha a Victory

O grupo norte-americano Polaris anunciou o encerramento das atividades da Victory, uma das montadoras de motocicletas da empresa instalada nos EUA. O grupo controla ainda a Indian e a produção de veículos off-road, snowmobiles Rush e triciclos Slingshot. A empresa informou que vai concentrar suas operações nas montadoras restantes que são mais rentáveis.

O processo de liquidação do negócio começa imediatamente e espera-se que esteja totalmente concluído em até 18 meses. Todas as patentes de Victory, tecnologias e propriedade intelectual continuam a ser propriedade da Polaris.

Fundada há 18 anos, a marca Victory teve forte presença no mercado norte-americano chegando à quarta posição no market share local, mas as vendas globais somaram pouco mais de 10 mil unidades. A Polaris do Brasil, quando lançou a Indian, não chegou a cogitar a vendas dos modelos Victory no mercado nacional.

Leia também:
+ Calendário MotoMovimento para festas, encontros e eventos de janeiro de 2017
+ Dafra oferece seguro total grátis para scooter Citycom S 300i neste mês de janeiro
+ Balanço e projeção Abraciclo: 2016 ruim e 2017 na mesma
+ Salão Moto Brasil vai ampliar o Bike & Art Show
+ Harley-Davidson transfere centro de treinamento para o Senai-SP
+ SuperBike Brasil encerra temporada 2016 em São Paulo
+ KTM chama recall para 1190 Adventure, 1190 Adventure R e 1290 Super Adventure
+ Yamaha acrescenta novas cores na família MT 2017
+ BMW e Lego lançam réplica em escala do modelo R 1200 GS Adventure

A Polaris informou que ajudará os revendedores a liquidar os estoques existentes, continuando a fornecer peças por um período de 10 anos, além de fornecer serviços e cobertura de garantia aos concessionários e proprietários da marca.

A Victory passava por um processo de pelo processo de reposicionamento da marca para se distanciar da Indian e Harley-Davidson que concorrem fortemente no mercado de motos custom e onde ela também atuava.

A reposição incluiu a apresentação da naked elétrica Empulse TT e da custom esportiva Octane, baseada na Indian Scout. Para manter esse reposicionamento, de acordo com a Polaris, exigia-se a renovação de linha e investimentos pesados que, até então, não foram convertidos em resultados eficientes.

-Informações e imagens: divulgação-

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *