Programa Yamaha bLU cRU

São Paulo (SP) – A Yamaha anunciou a ampliação de seu programa de incentivo ao esporte com motocicletas exclusivo para usuários de modelos da marca, o bLU cRU. A montadora japonesa escolheu os campeonatos nacionais Super Bike Brasil – Yamalube R3 Cup, Campeonato Brasileiro de Motocross, Campeonato Catarinense de Motocross, Campeonato Brasileiro de Enduro FIM, Enduro da Independência e Ibitipoca Off Road. O anúncio foi feito, em São Paulo, quando foram apresentados os 23 pilotos que vão defender a marca em campeonatos brasileiros deste ano.

Os incentivos do programa comuns a todas as modalidades, são o subsídio na compra de peças e equipamentos com desconto de até 60%, apoio técnico que estarão presentes nas competições, e o Kit bLU cRU, um kit composto de camisetas, guarda-chuvas, squeeze, bonés, e mochilas que serão cedidos aos pilotos.

Para fazer parte do programa bLU cRU, basta o piloto participar dos campeonatos apoiados pela Yamaha Motor do Brasil em 2018, competindo com motocicletas Yamaha. Pela diversidade das várias modalidades que o programa estará presente, haverá uma regulamentação específica para cada campeonato em que a Yamaha Motor do Brasil participará com o programa.

Na Yamalube R3 Cup, os pilotos terão desconto na compra da motocicleta, podendo adquirir uma YZF R3 ano/modelo 2018 com valor de R$ 15.200, diretamente com a organização do campeonato Super Bike Brasil. Essa venda com valor subsidiado pelo bLU cRU está limitada a 40 unidades.

No Campeonato Brasileiro de Motocross, haverá premiação dividida entre os vencedores de acordo com sua colocação até o limite de R$ 250.200 para pilotos privados que competirem com motocicletas Yamaha, ano/modelo igual ou superior a 2013 nas categorias: MX2; MX2Jr; MX3; Nacional.

Ainda no Brasileiro de Motocross, a Yamaha oferece o bLU cRU Upgrade Program. Nele, ao final do Campeonato Brasileiro de Motocross, os pilotos privados das categorias MX2; MX2JR e/ou Nacional que terminarem o campeonato entre os 5 primeiros colocados, serão incluídos na equipe satélite oficial da Yamaha Monster Energy Geração em 2019.

Será selecionado no máximo um piloto por categoria, caso haja mais de um piloto entre as 5 primeiras colocações será escolhido o melhor colocado entre eles. Contudo, para ser selecionado, o piloto precisa disputar ao menos 50% das baterias de sua categoria no ano de 2018 com motocicletas Yamaha.

Já no Catarinense de Motocross, a premiação pode chegar a quatro TT-R 230 0km, enquanto que no Enduro da Independência 2018, os primeiros 50 inscritos – seguindo o regulamento que estará disponível no site do Enduro da Independência até 09/02/2018 – que competirem com motocicletas Yamaha, terão desconto de 50% na inscrição.

Leia também:
+ Scooter SH300i versão 2018. Nova cor marrom perolizado
+ Teste: SH 150i enfrenta rodovias de São Paulo
+ Teste: Honda PCX 150 também diverte nas pistas
+ Veja as motos mais emplacadas em 2018, segundo levantamento da Fenabrave
+ Volta Family. Scooter ucraniano leva a própria mala de roupas
+ Nova BMW K 1600 GTL. No Brasil, preço sugerido de R$ 135.900
+ BMW Motorrad Mais tem pacotes de peças com preço fixo
+ Confira a programação de Janeiro de 2018 em Festas, encontro e eventos de MotoMovimento
+ Honda XRE 300 2018 tem novas cores e ABS de série para a versão Adventure

Além das ações do bLU cRU, a Yamaha lançou a promoção ”Comprou ganhou o Kit TT-R 230 Asw Racing”, que servirá de incentivo para que muitos motociclistas ingressem no off road. Ao comprar uma TT-R 230 0km, o participante ganhará um belo e completo kit off road da ASW, composto por colete de proteção, cotoveleiras, joelheiras, bolsa de ferramentas, bolsa de hidratação, uma ampla bolsa para guardar ou transportar todos estes equipamentos, calça e camisa, que por sua vez pode ser customizada com o nome e número desejado.

A promoção, que começa em fevereiro, terá a duração de dois meses e está restrita aos 230 primeiros compradores da TT-R 230. Além disso, para incentivar e facilitar a compra deste modelo, a Yamaha já disponibilizou contas no Consórcio Nacional Yamaha e abriu linhas especiais de crédito, em que é possível adquiri-la com entrada de 50% e o restante financiado em 24x com taxa de juros de reduzida.

Pilotos

A Yamaha montou um time de 23 pilotos que vão disputar provas com apoio oficial da marca em competições de motovelocidade, motocross, arenacross, enduro de regularidade, enduro FIM e rally. Para a temporada deste ano, Carlos Campano, atual campeão Brasileiro na MX-1 promete manter sua hegemonia, buscando seu pentacampeonato Brasileiro de Motocross a bordo de uma Yamaha YZ450F. O piloto de origem espanhola também disputará mais dois campeonatos, o Espanhol de Motocross e Catarinense de Motocross.

Jean Ramos é outra aposta da Yamaha Monster Energy Geração. Também correndo de YZ450F, o piloto paranaense tentará repetir o feito de 2017, buscando o tricampeonato na categoria principal do Arena Cross. Ramos disputará o Campeonato Brasileiro, o Catarinense de Motocross e atualmente faz pré-temporada nos Estados Unidos

Quem brigará pelo bicampeonato na MX-2 ao guidão de uma YZ250F será Fábio Santos. Além do Campeonato Brasileiro de Motocross, o piloto do interior paulista competirá no Arena Cross e no Campeonato Catarinense de Motocross.

Tido como uma das revelações do motocross nordestino, o pernambucano Tallys Nathan é o mais novo integrante da equipe Yamaha Monster Energy Geração. Correndo com uma Yamaha TT-R 230 e uma YZ250F, o jovem piloto de apenas 18 anos disputará o Campeonato Brasileiro de Motocross, o Brasil Nordeste de Motocross e o Pernambucano de Motocross.

O quinto membro a integrar a Equipe Yamaha Monster Energy Geração, é Ricardo Martins. Experiente, o piloto catarinense acelerará sua Yamaha WR450F em busca de seu 5º título no Brasileiro de Rally, e buscará o inédito título da categoria principal no desafiador Rally dos Sertões.

Minas Gerais

Criada e desenvolvida em uma região considerada o coração do enduro no Brasil, a equipe Yamaha O2BH Racing vem com tudo para a temporada 2018. Além de bem munida, com as inovadoras e poderosas YZ250FX e YZ450FX, além das WR250F e WR450F, a equipe sediada em Belo Horizonte, aposta em consagrados pilotos para colecionar vitórias ao longo do ano.

O talento e amor pelo motociclismo off-road é a marca registrada da equipe. Dentre seus pilotos, Jomar Grecco é o mais experiente. Ao Guidão das WR250F e WR450F, o capixaba de 42 anos disputará o Campeonato Brasileiro de Regularidade, Campeonato Capixaba de Enduro FIM e de Regularidade, e tentará o pentacampeonato no Enduro da Independência e no Ibitipoca Off Road, os principais do país.

Outra estrela da equipe Yamaha O2BH Racing, é Rômulo Bottrel. O mineiro buscará, com uma Yamaha YZ450FX, o tetra Campeonato Brasileiro de Enduro FIM, e repetir o feito de conquistar novamente uma medalha de ouro no ISDE (International Six Days Enduro), que acontecerá no Chile.

Já Patrick Capila, o jovem piloto de 18 anos nascido no estado do Espírito Santo, promete tirar tudo de sua Yamaha YZ250FX na busca por colocar a equipe Yamaha O2BH Racing no topo de pódio no Campeonato Brasileiro de Enduro.

Outra aposta da Equipe Yamaha O2BH Racing que deverá surpreender na temporada 2018, é Ronald Santi. A bordo de uma TT-R 230, o piloto mineiro tem como foco para 2018, faturar o Campeonato Brasileiro de Enduro FIM.

TT-R 230, Fábio Coelho do Amaral defenderá as cores da Equipe Yamaha O2BH Racing disputando o Campeonato Brasileiro de Regularidade, o campeonato Mineiro de Regularidade, além de lutar para conquistar o bicampeonato no Enduro da Independência.

Motovelocidade

No on-road, o foco da Yamaha está voltado para a Yamalube R3 Cup. Seja pelo número de participantes – média de 30 pilotos por grid –, pelo interesse do público ou mesmo pela competitividade que elevou o nível dos pilotos, preparando-os para outras categorias, a Yamalube R3 Cup superou todas as expectativas em 2017.

Para 2018, a R3 Cup do Brasil tem tudo para se tornar a maior dentre todos os países em que a competição está presente. Para isso, haverá mais recursos na preparação e treino dos pilotos, lapidando-os para categorias superiores e até mesmo para campeonatos fora do Brasil.

Formada por dez jovens pilotos com idade entre 13 e 16 anos, a equipe oficial da Yamaha tem tudo para se sobressair ainda mais na temporada 2018. Isso porque além de receberem instruções do Piloto Rafael Paschoalin e Alan Douglas, que atuarão como técnicos junto à garotada, também participarão de atividades que desenvolvam o físico, o raciocínio e até mesmo o controle emocional.

Outros pilotos farão parte do seleto time da Yamaha Racing na temporada 2018. O paulista Rodrigo Khezan promete tirar tudo de sua Yamaha TT-R 230 para faturar o bicampeonato.

Longe da terra e acelerando ao máximo sua Yamaha nas curvas sinuosas do gelado asfalto da tradicional subida de montanha, a International Pikes Peak Hill Climb, o outro piloto oficial Yamaha Racing é Rafael Paschoalin. Após ter terminado em segundo lugar em sua categoria, correndo com uma Yamaha MT-07, o piloto paulista buscará a vitória em 2018 da competição ao guidão de uma MT-09.

Jorge Negretti, a lenda do motociclismo brasileiro, seguirá como integrante da Yamaha Racing defendendo a marca em eventos e competições ao longo de 2018.

-Informações e imagens: divulgação/MotoMovimento-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *