Rafael Paschoalin nos EUA

O piloto da Yamaha Racing, Rafael Paschoalin, conquistou uma vitória e um segundo lugar no All Stars Flat Track, realizado em Sturgis, na Dakota do Sul (EUA). A modalidade Flat Track é disputada em pistas com formato oval e piso de terra batida, cujos percursos variam de meia a uma milha, as corridas de Flat Track colocam à prova a habilidade do piloto, que precisa controlar através do acelerador, a derrapagem em curvas. Paschoalin foi convidado para participar da competição pilotando uma Yamaha YZ 450F, depois de chegar em segundo lugar categoria Middleweight do Pikes Peak, também nos Estados Unidos.

Dias depois, no estado do Kansas, Rafael disputou o I-70 Flat Track Series. Nele, o piloto conquistou três vitórias e uma segunda colocação. Para Rafael, a experiência vivida nos Estados Unidos vai além da conquista de troféus em uma categoria tão amada e disputada pelos americanos. Para ele, o aprendizado contribuiu para sua evolução como piloto, tornando-o inclusive, mais competitivo para competições como o Pikes Peak e o Ilha de Man TT, ambas nos planos do piloto Yamaha Racing para 2018.

Leia também:
+ Recall Honda para CRF450R
+ Teste: Harley-Davidson Ultra Limited é extrema em conforto nas viagens
+ Indian homenageia Burt Munro no Bonneville Speed Week
+ Harley-Davidson Sportster completa, em 2017, 60 anos de produção contínua
+ Linha Honda CG 160 2018 recebe freio CBS e suspensão dianteira SFF (Separated Function Fork)
+ NMAX 160 2018 tem novas cores
+ Ducati Multistrada S tem nova opção de cor Volcano Grey
+ Nova BMW S 1000 RR mantém preço de R$ 78.400
+ Família Honda 500cc 2018. Novas cores, grafismos e escapamento na crossover
+ Kawasaki Versys 650 2018. Duas novas cores, por R$ 34.990
+ Salão Duas Rodas 2017

“Essa experiência me fez entender o porquê dos principais pilotos praticarem o Flat Track. Para ter sucesso nessa modalidade você precisa ter muita sensibilidade e achar a aderência mesmo quando ela quase não existe. A Yamaha YZ450F, mesmo com motor sem alterações e escape original, surpreendeu a todos e andou na frente de outras motos que tinham muito investimento em preparação. Não poderia deixar de agradecer ao meu técnico Davey Durelle e a James Osborne, que me ajudaram muito. Meus patrocinadores também foram fundamentais para meu sucesso”, diz.

-Informações e imagens: divulgação-

Um comentário em “Rafael Paschoalin nos EUA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *