Rally Dakar: Quadriciclos

Com uma arrancada impressionante na parte final da prova, o polonês Rafal Sonik venceu a segunda etapa dos quadriciclos no Rally Dakar 2015. Após se manter no pelotão de frente durante o cansativo trecho cronometrado de 518 km desta segunda-feira (5), que saiu de Villa Carlos Paz rumo a San Juan, na Argentina, o piloto europeu terminou a especial com o tempo total de 6h49min24s e assumiu a liderança na classificação geral com 8h27min39s.

Quem perdeu terreno foi o atual campeão Ignacio Casale. O chileno, que saiu com a vitória no primeiro dia e que também liderava a especial de hoje, sofreu com a velocidade imposta pelo seu rival. Ele acabou em segundo, 3min33s de diferença para o ponteiro.

Leia também:
+ Mulheres no Rally Dakar
+ Começam as etapas finais do Dakar
+ Na décima etapa, Dakar retorna à Argentina
+ Dakar: Honda domina nona etapa
+ Dakar no maior deserto de sal do mundo
+ Sétima especial chegou à Bolívia
+ Outro português levou a sexta etapa
+ Coma reage e vence a quinta etapa
+ Rally Dakar: espanhol amplia vantagem
+ Estreante vence no terceiro dia
+ Polonês foi encontrado morto no trecho cronometrado da terceira etapa
+ Segundo dia tem vitória do espanhol Joan Barreda
+ Rally Dakar começa na Argentina

Mesmo após ter sofrido uma luxação no dedo polegar na etapa de abertura, o uruguaio Sergio Lafuente segue na prova. E melhor, continua competitivo. Ele completou o maior trecho cronometrado da 37ª edição do Dakar em terceiro lugar, mesma posição que ocupa na classificação geral.

Sem os irmãos Patronelli, responsáveis por quatro títulos na categoria – Marcos (2010 e 2013) e Alejandro (2011 e 2012) – , os argentinos viram dois pilotos alcançarem o top 5 e apimentarem as disputas. Sebastian Gonzalez e Gaston Gonzalez terminaram a especial em quarto e quinto, respectivamente, e buscam uma boa sequência para chegarem ao pódio no dia 17 de janeiro, quando a prova retorna a Buenos Aires (ARG) para a chegada.

Terceira etapa

Nesta terça-feira (6), os pilotos dos quadriciclos terão pela frente uma especial curta, de 220 km. No entanto, o deslocamento até Chilecito, na Argentina, será de 437 km.

Resultados (extraoficiais) – 2ª etapa Dakar – Quadriciclos

1º Rafal Sonik (POL) #251 (Yamaha) 6h49min24s
2º Ignacio Casale (CHI) #250 (Yamaha) +3min33s
3º Sergio Lafuente (URU) #252 (Yamaha) +4min14s
4º Sebastian Halpern (ARG) #255 (Yamaha) +9min06s
5º Gaston Gonzalez (ARG) #269 (Yamaha) +18min54s

Resultados (extraoficiais) – 2ª etapa do Dakar após duas etapas – Quadriciclos

1º Rafal Sonik (POL) #251 (Yamaha) 8h27min39s
2º Ignacio Casale (CHI) #250 (Yamaha) +2min26s
3º Sergio Lafuente (URU) #252 (Yamaha) +4min30s
4º Sebastian Halpern (ARG) #255 (Yamaha) +13min39s
5º Mohammed Abu-issa (QAT) #253 (Honda) +21min18s

-Imagens e informações: divulgação-

Um comentário em “Rally Dakar: Quadriciclos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *