Ricardo Martins abandona o Dakar

O piloto Ricardo Martins (Yamaha) abandonou as disputas do Rally Dakar 2017. Ele não apareceu nos resultados finais oficiais da décima etapa disputada ontem (12/01). Em sua página no Facebook, a montadora japonesa no Brasil confirma a informação. “Infelizmente o sonho de terminar o Rally Dakar, a mais difícil competição off road do planeta chegou ao fim para Ricardo Martins, piloto oficial Yamaha Motor do Brasil Geração Racing Team e sua WR450 F”, diz a publicação no site oficial da Yamaha na rede social.

O comunicado informa os motivos da desistência. “Na décima especial, disputada nesta quinta-feira (12/01), depois de um trecho muito complicado de navegação, a desidratação nas dunas, obrigou Ricardo Martins a abandonar a disputa. Agradecemos a Ricardo Martins pelas fortes emoções dos últimos dias, pelas imagens exuberantes e por alcançar o objetivo da Yamaha: transmitir toda a sensação de quando o coração bate mais forte – “Revs your heart”. Valeu Ricardo!”

Clique – AQUI – para o primeiro dia de competições
Clique – AQUI – para ler sobre a segunda etapa das disputas
Clique – AQUI – para a terceira etapa do Rally Dakar
Clique – AQUI – para ler sobre a quarta etapa das provas
Clique – AQUI – para ler sobre a quinta etapa das disputas
Clique – AQUI – para ler sobre a sétima etapa das provas
Clique – AQUI – para ler sobre a oitava etapa do Dakar
Clique – AQUI – para ler sobre a décima segunda e última etapa da competição

Três pilotos do Brasil iniciaram as provas no Dakar. Na última segunda-feira, Gregorio Caselani, da Honda South America Rally Team, deixou as disputas por recomendação médica. Caiu sobre cactos na terceira etapa da competição e muitos espinhos se alojaram em seu corpo, dos joelhos até as costas. Como os médicos não conseguiram retirá-los, formou-se um processo inflamatório e desde então ele enfrentava dificuldades para pilotar.

O terceiro e último brasileiro na disputa de Motos, Richard Fliter (Honda), ficou na 79º na décima disputa e continua hoje na penúltima prova da competição.

UTVs

Já os brasileiros Leandro Torres e Lourival Roldan tiveram dificuldades na décima etapa do Rali Dakar. Com problemas no segundo ponto de checagem, acabaram na terceira colocação. Mesmo perdendo muito tempo na classificação geral, continuam na liderança da categoria.

Leia também:
+ Triumph Street Triple vai de 675 para 765cc
+ Polaris anuncia encerramento das atividades da Victory
+ Calendário MotoMovimento para festas, encontros e eventos de janeiro de 2017
+ Dafra oferece seguro total grátis para scooter Citycom S 300i neste mês de janeiro
+ Balanço e projeção Abraciclo: 2016 ruim e 2017 na mesma
+ Salão Moto Brasil vai ampliar o Bike & Art Show
+ Harley-Davidson transfere centro de treinamento para o Senai-SP

Na disputa de Carros, os brasileiros Sylvio de Barros e Rafael Capoani terminaram a décima etapa do Rally Dakar, nesta quinta-feira (12/1) em 20º na classificação geral dos carros.

Nesta sexta-feira, na penúltima etapa do Dakar, serão 754 de percurso, com 288 quilômetros de especial, até a chegada em Rio Cuarto (Argentina). No caminho, os pilotos e navegadores terão de transpor as últimas dunas do Dakar 2017, ainda em San Juan, cerca de 50 quilômetros após o início da especial.

Resultados 10º etapa

Carros
1º – Stephane Peterhansel / Jean Paul Cottret (Peugeot) 4h47min00
2º – Sebastien Loeb / Daniel Elena (Peugeot) + 07min28
3º – Cyril Despres / David Castera (Peugeot) +10min01
4º – Yazeed Al Rajhi / Timo Gottschalk (MINI) + 19min03
5º – Orlando Terranova / Andreas Schulz (MINI) + 20min12
30º – Sylvio de Barros / Rafael Capoani (MINI) + 2h47min43

Motos
1º – Joan Barreda (Monster Energy Honda Team) + 5h49min45
2º – Stefan Svitko (KTM) + 24s
3º – Franco Caimi (Honda South America Rally Team) + 3min48
4° – Pierre Renet (Husqvarna) +4min21
5º – Helder Rodrigues (Yamaha) + 5min46
79º – Richard Fliter (Honda) + 10h02min50

Classificação acumulada

Carros
1º – Stephane Peterhansel / Jean Paul Cottret (Peugeot) 24h58min43
2º – Sebastien Loeb / Daniel Elena (Peugeot) + 5min50
3º – Cyril Despres / David Castera (Peugeot) +25min40
4º – Nani Roma / Alex Haro Bravo (Toyota) + 1h00min55
5º – Giniel De Villiers / Dirk Von Zitzewitz (Toyota) +1h42min54
20º – Sylvio de Barros / Rafael Capoani (MINI) + 7h38min08

Motos
1º – Sam Sunderland (KTM) 28h07min59
2° – Mathias Walkner (KTM) +30min01
3º – Gerard Farres Guell (KTM) + 38min43
4º – Adrian Van Beveren (Yamaha) + 41min57
5º – Joan Barreda (Monster Energy Honda Team) + 53min47
59º – Richard Fliter (Honda) + 10h02min50

Programação

13/01
11ª etapa – San Juan – Río Cuarto (Argentina)
Carros, Motos, UTVs, Quadriciclos e Caminhões
Total: 754 km
Trecho cronometrado: 288 km

14/01
12ª etapa – Río Cuarto – Buenos Aires (Argentina)
Carros, Motos, UTVs, Quadriciclos e Caminhões
Total: 786 km
Trecho cronometrado: 64 km

-Informações e imagens: divulgação-

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *