Royal Enfield no Brasil

A indiana Royal Enfield apresentou os preços de três de seus modelos com motores monocilíndricos de até 535cc que serão vendidos no Brasil. Bullet 500 tem preço sugerido de R$ 18.900, a Classic vai de R$ 19.900 a R$ 22.900 dependendo do modelo e a Continental GT custa R$ 23.000 sem e R$ 24.500 com ABS. A marca já inaugurou também sua primeira loja no Brasil, na Avenida República do Líbano, 2.070, em Moema, próxima ao Parque do Ibirapuera, em São Paulo.

A nova subsidiária brasileira, segundo Rudratej Singh (Rudy), presidente da montadora, terá a responsabilidade de distribuição a revendedores e o desenvolvimento das atividades de mercado e suporte, como marketing e pós-venda. “O modelo urbano padrão da marca, a Bullet 500, tem design atemporal, icônico e artesanal, e está em produção contínua há oito décadas. Com sua aparência inconfundível e seu escapamento distinto, este modelo oferece uma experiência sensorial única em cada passeio. A Classic 500, o modelo urbano retrô, é um tributo às motocicletas britânicas da era pós-Segunda Guerra Mundial, preparada em um estilo pós-guerra. A Continental GT (535cc) reinventa as Café Racers em pleno século 21, com inspiração em suas raízes – a Era Rocker dos anos 60. É a motocicleta mais leve e ágil da marca, que possui uma posição de condução agressiva para passeios emocionantes”, define a marca sobre seus modelos vendidos atualmente no Brasil.

Leia também:
+ BMW Brasil lança hotsite para pré-venda da G 310 R
+ Calendário MotoMovimento para festas, encontros e eventos de setembro de 2017
+ Yamaha chama recall para MT-09 e MT-09 Tracer
+ Abraciclo vê estabilidade na produção de motos no primeiro trimestre deste ano
+ Honda apresenta novo scooter SH 150i
+ Yamaha YZF-R6 tem preço definido para a Europa
+ Royal Enfield inicia operação no mercado brasileiro
+ Teste MotoMovimento: Harley-Davidson Roadster é moto a ser domada
+ Caixa abre financiamento para motocicletas
+ Yamaha XJN 2018 chega com novas cores azul e cinza
+ Harley-Davidson lança novo modelo Street Rod 750

A subsidiária e o escritório regional da marca em São Paulo estão hoje sob a liderança de Claudio Giusti, diretor geral da Royal Enfield no Brasil. Ele é o responsável pela gestão da operação no mercado nacional, incluindo vendas, marketing, comunicação, garantia e pós-venda. “Para nós, o principal do motociclismo é o prazer de pilotar. Com essa ideologia, a Royal Enfield foi pioneira, ampliou e, hoje, lidera o segmento de média cilindrada na Índia – um dos maiores mercados de motocicletas no mundo. Vemos uma clara oportunidade de fazer o mesmo no Brasil, com uma enorme base de pilotos procurando por verdadeiras aventuras e experiências e buscando produtos mais apropriados que os permitam chegar a esse objetivo. Ao mesmo tempo, temos máquinas práticas o suficiente para as condições de condução na cidade. Os modelos da Royal Enfield também ajudarão o próprio segmento de média cilindrada no País, que tem grande potencial”, diz Claudio Giusti.

A Royal Enfield é marca de motocicleta mais antiga em produção contínua, criada no ano de 1901, em Redditch, na Inglaterra. Hoje, é uma divisão da Eicher Motors Limited (EICHERMOT), empresa de capital aberto e um dos principais players do mercado automotivo indiano. A estratégia de crescimento e foco internacional da marca é liderar e expandir o segmento global de motocicletas de média cilindrada (250cc a 750cc).

A montadora conta com mais de 675 concessionárias exclusivas na Índia e 540 concessionárias distribuídas por 50 países, por meio de revendedores e distribuidores. Além disso, tem 24 lojas exclusivas em cidades globais estratégicas, como Milwaukee, Londres, Bogotá, Medellín, Dubai, Madrid, Barcelona, Paris, Melbourne, Jacarta, Bangkok, Manila e, agora, também em São Paulo. Vendeu mais de 660.000 unidades globalmente no ano fiscal de 2016-17 (abril a março) e pretende aumentar sua capacidade de produção para 900.000 motocicletas até o final de 2018, para atender às crescentes demandas globais.

Tabela de preços linha 2017

Bullet 500
EFI: R$ 18.900

Classic 500
Regular: R$ 19.900
Regular ABS: R$ 20.900
Desert Storm, Squadron Blue e Battle Green: R$ 21.000
Desert Storm, Squadron Blue e Battle Green ABS: R$ 22.000
Classic Chrome: R$ 21.900
Classic Chrome ABS: R$ 22.900

Continental (535cc)
GT: R$ 23.000
GT ABS: R$ 24.500

Clique – AQUI – para abrir um PDF com as especificações técnicas dos três modelos

-Informações e imagens: divulgação-

7 comentários em “Royal Enfield no Brasil

  1. Discordo totalmente dos que acham as motos Royald Enfield sejam feias.
    Assim como as Triumph Boneville elas são clássicas e LINDAS.

  2. As Royal Enfield são bonitas mas aparentemente obsoletas e modernidade fala alto.. um motor monocilíndrico com esses volumes deve vibrar muito e isso cansa muito nas viagens mas se tiverem um bom dispositivo para eliminar esse problema deve ser divertido um passeio com uma Royal Enfield. O momento político e econômico é pouco propício para lançamento de uma marca que tem seus preços muito altos pois as marcas tradicionais têm modelos já brasileirados e é bem provável que uma 250 cc das marcas já no mercado sejam bem melhores do que essas com o dobro do volume.

  3. meu Deus quando vai acabar essa onde de moto vintage muito…muito …muito feia e cara, o mercado ta sofrendo de falta de criatividade e vem um caras querendo vender umas motos que parecem CG TURUNA e caras….
    Bom … em economia tem o efeito da oferta, o efeito da procura e agora uma nova força de mercado… o efeito OTÁRIO, que compra umas coisas horríveis dessa, com engenharia ultrapassada, apenas com motor mais novo…(como a Honda faz com a CG), tem caras que saem da CG mas a CG não sai dele…

    1. Caros, a empresa diz que estuda ampliar a rede de concessionárias no Brasil mas que, no momento, “a estratégia de mercado da Royal Enfield é entrar em países via cidades que ditam tendências – como é São Paulo.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *