SuperBike 2016

O piloto Diego Faustino garantiu o tricampeonato da SuperBike 2016 na última prova da disputa, no final de semana, em Interlagos, São Paulo. A vitória de Faustino foi definida na segunda volta da segunda das duas baterias de domingo quando Danilo Lewis (#17), da equipe Tecfil Racing Team, que vinha na disputa do título, teve problemas mecânicos com sua moto e abandonou a corrida.

Na segunda prova da 9ª etapa do SuperBike Brasil, Alex Barros (#4), da equipe BMW Motorrad Alex Barros Racing, foi o vencedor. O piloto – o maior representante da motovelocidade brasileira – fez uma excelente prova. Barros largou da terceira posição e já na primeira curva assumiu a vice-liderança da corrida, ficando somente atrás de Diego Faustino (#68), da equipe Honda.

Com ritmos muito próximos, Faustino e Barros dividiram a primeira posição na maior parte da corrida. Enquanto Barros levava uma pequena vantagem nos trechos de reta, o virtual campeão se saia melhor nas curvas, e com isso a disputa seguia indefinida. Porém, na segunda metade da prova, Alex Barros manteve o alto desempenho e viu o adversário afrouxar o punho. Com isso, o piloto da equipe BMW abriu vantagem e seguiu na ponta até receber a bandeirada em primeiro.

A terceira posição foi para Diego Pierluigi (#84), da equipe BMW Motorrad Alex Barros Racing. O piloto argentino não conseguiu acompanhar o ritmo dos ponteiros e fez uma corrida bastante solitária. Já o quarto lugar ficou com Wesley Gutierrez (#134), da equipe Kawasaki Racing Team. O piloto paranaense conquistou a posição somente na volta final, quando conseguiu ultrapassar José Luiz “Cachorrão” (#51), da equipe Honda. Com isso, Cachorrão acabou recebendo a bandeirada em quinto.

Na primeira prova, o vencedor foi Diego Faustino (#68), da equipe Honda, levou a melhor e venceu. Ele largou na segunda marca e desde o início da prova travou um embate intenso com Alex Barros (#4), da equipe BMW Motorrad Alex Barros Racing, e com Danilo Lewis (#17), da Tecfil Racing Team, seu adversário direto pelo título. Com um ritmo muito intenso, os três pilotos rapidamente se distanciaram dos demais. Faustino acabou sendo ultrapassado por Barros e neste momento passou a perseguir os dois ponteiros. Na quarta volta, o atual campeão da SuperBike já havia conseguido assumir a dianteira após acelerar forte e ultrapassar os dois líderes. Porém, por muito pouco não acabou pagando caro. O piloto de Londrina (PR) perdeu de leve a traseira da sua moto e quase tomou um high side.

Este cenário de intensas disputas se repetiu ao longo de toda a corrida. Na segunda metade da prova, Alex Barros conseguiu fazer a ultrapassagem assumir, temporariamente, a primeira posição. Porém, Faustino deu o troco e retomou a liderança. Na volta final, os três pilotos mantiverem ao alto nível de pilotagem. Faustino recebeu a bandeirada em primeiro, menos de dois décimos à frente de Alex Barros. Já a terceira posição ficou com Danilo Lewis, que com este resultado, pela primeira vez na temporada, deixou a liderança do campeonato – está em segundo, quatro pontos atrás de Faustino.

A quarta posição na prova foi para Diego Pierluigi (#84), da equipe BMW Motorrad Alex Barros Racing. O piloto não conseguiu acompanhar o ritmo dos ponteiros e nas voltas finais quase foi surpreendido por Maico Teixeira (#36), da Honda, que diminuiu a vantagem do argentino para apenas quatro décimos e recebeu a bandeirada na quinta posição.

Supersport

O piloto Eric Granado, da GST Granado Sport Team, sagrou-se campeão brasileiro no SuperBike Brasil 2016, categoria SuperSport Pro. Em rodada dupla realizada no Autódromo Internacional José Carlos Pace, em Interlagos, o piloto não se intimidou com as dores causadas pelo tombo sofrido na sexta-feira (2) e acelerou forte para a vitória e garantiu o título com uma prova de antecipação.

Leia também:
+ Yamaha acrescenta novas cores na família MT 2017
+ Rafael Fonseca vence a SM1 do Brasileiro de Supermoto 2016
+ Diego Colett é pentacampeão do Gaúcho de Cross Country 2016
+ BMW e Lego lançam réplica em escala do modelo R 1200 GS Adventure
+ KTM tem novo modelo KTM Factory Edition: 350 EXC-F
+ Ducati tem promoção para os modelos XDiavel e Multistrada 1200 Enduro
+ Motos marcam presença no Salão do Automóvel
+ Kawasaki promove linha Off-Road
+ BMW G 310 GS é apresentada em Milão
+ CRF1000L Africa Twin. No Brasil, em dezembro
+ Ducati 959 Panigale chega ao Brasil por R$ 62.900
+ Teste: a evolução da linha CG em 40 anos de produção no Brasil

Granado ainda venceu a segunda prova do dia e Bortolini, largando dos boxes, chegou na quinta colocação de sua categoria, 14ª na geral entre quase 40 motos, assegurando o vice de sua categoria. “Na primeira corrida fiz uma largada razoável, caindo algumas posições, mas me recuperei logo e em seguida já estava em segundo, atrás apenas do uruguaio Maximiliano Gerardo. De imediato comecei a estudar as linhas dele, mas antes que eu pudesse atacar tivemos o procedimento de safety car. Depois da aceleração, como haviam poucas voltas restantes, decidi partir pra cima logo e abrir vantagem ao invés de deixar para o final. Foi muito difícil, pois hoje o Gerardo estava bem rápido e eu estava com dores no corpo, mas no final consegui administrar o desgaste dos pneus e controlar a prova, levando minha Honda CBR600RR até a quadriculada. Com isso ganhei o título com uma prova de participação, o que me deixou muito feliz, ainda mais considerando que esse final de semana foi muito complicado, com tombo, ida ao hospital, dores e noites mal dormidas” disse.

-Informações e imagens: divulgação-

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *