SuperBike Brasil

O piloto de Londrina (PR) Diego Faustino (#68), da equipe Honda Mobil, largou dos boxes e venceu a 4ª etapa do SuperBike Brasil, que aconteceu domingo (17), no Autódromo de Interlagos (SP). A corrida foi marcada por várias quedas na saída do S do Senna, no início da quarta volta, que determinou bandeira vermelha (interrupção da prova). A direção da competição crê que havia óleo na pista.

Com o reinício da prova e nova largada, Faustino passou de oitavo para quinto, quando, então, colou na traseira de Marco Solorza (#55), da equipe JC Racing Team. Os dois já vinham de um acidente na etapa passada, quando Faustino foi derrubado pelo argentino na última volta e teve que adiar seu objetivo de alcançar a primeira vitória na temporada. Porém, desta vez, a atual campeão passou o adversário com certa facilidade e, em seguida, começou a perseguir os ponteiros.

Faustino chegou à vice-liderança ao ultrapassar José Luiz “Cachorrão” (#51), da Honda, e Wesley Gutierrez (#134), da Kawasaki Racing Team. Na última volta, o piloto partiu pra cima do líder do campeonato Danilo Lewis (#17), da Tecfil Racing Team. Faustino chegou a conseguir, temporariamente, a posição, mas levou o ‘xis’ em seguida. A disputa ficou mais intensa e os dois entraram lado a lado na reta final. Faustino cruzou a linha de chegada à frente, com uma vantagem de apenas quatro centésimos.

Com isso, Lewis, que vinha de três vitórias consecutivas, desta vez levou o segundo lugar. Cachorrão ficou em terceiro logo à frente de Wesley Gutierrez em quarto. E completando o pódio, Diego Pretel (#88), da equipe BMW Motorrad Alex Barros Racing, conseguiu ultrapassar Solorza na volta final e ficar com a quinta posição.

SuperSport

Eric Granado (#51), da equipe Granado Sport Team, fez uma corrida exemplar e venceu com bastante facilidade a 4ª etapa da SuperSport. O piloto andou rápido em Interlagos e cravou a marca de 1m39s290 ainda na disputa das sessões livres. Nas classificatórias, garantiu a primeira colocação no grid alcançando um ótimo desempenho mesmo com a pista molhada. Já na corrida, Eric Granado repetiu os bons resultados e dominou de ponta a ponta a prova.

Logo na largada, o piloto já se distanciou dos demais adversários. O único que conseguiu acompanhar foi o uruguaio Maximiliano Gerardo (#41), da equipe Motonil Motors. Apesar disso, a vantagem de Eric Granado só aumentava conforme o andamento da corrida. Na volta final, chegou a 19 segundos. Com isso, Eric Granado cruzou a linha de chegado em primeiro e faturou a segunda vitória na temporada.

Leia também:
+ Honda chega à marca de 500 mil motores 160 cc construídos
+ Com modelo Brough Superior SS100, marca francesa renasce
+ Triumph inicia vendas dos modelos Tiger Explorer e Speed Triple R
+ Triumph inicia pré-venda do novo modelo Speed Triple R no Brasil
+ Tiger Explorer XR e Tiger Explorer XCx: pré-venda e lançamento no final de junho
+ Abraciclo prevê ano negativo para o setor de motos brasileiro
+ Novas cores e grafismos na linha 2017 dos modelos Naked CB 650F e sport CBR 650F
+ BMW atualiza linhas 800 e 1200 para atender ao Euro4, na Europa
+ Euro4 encerra modelos Honda e Yamaha na Europa
+ Ducati comemora 90 anos com edição especial Ducati 1299 Panigale S Anniversario
+ Yamaha convoca recall da YZF-R3, modelo 2016, para recall de substituição da bomba de óleo e da placa de embreagem

Na sequência, Maximiliano Gerardo ficou com a segunda posição logo à frente de Lucas Bittencourt (#202), da Paulinho SuperBikes, que recebeu a bandeira quadriculada em terceiro. O atual campeão da categoria, Matheus de Oliveira Dias (#70), da Motom, foi o quarto colocado seguido pelo até então líder do campeonato, Pedro Sampaio (#28), da Tecfil Racing Team, na quinta posição.

A história de Pedro Sampaio nessa etapa foi impressionante. O piloto largou em último após sua moto quebrar o motor nas sessões classificatórias. Assim, Sampaio partiu para uma corrida de absoluta recuperação. Na oitava volta, ele já havia ultrapassado mais de 40 adversários e ocupava a sétima posição. O piloto da Tecfil Racing Team conseguiu ainda vencer Luiz Cerciari (#3), da Cerciari Racing School, e, na volta final, tomar a posição de Alex Schultz (#22), da Dynel’s Racing Team.

Veja a prova da categoria principal da SuperBike:

-Informações, vídeo e imagens: divulgação-

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *