SuperBike Brasil 6ª etapa

Eric Granado, #151, da Honda Racing Team, venceu a 6ª etapa do SuperBike Brasil, em Curitiba (PR), que contou com rodada dupla. O piloto recebeu a bandeirada em primeiro lugar nas duas corridas do dia, seguido de Diego Pierluigi, #84, da Hibridos Club Alex Barros Racing. A 3ª colocação ficou para Alex Barros, companheiro de Pierluigi, que disputou de igual para igual com o adversário.

Já na SuperSport/Stock 600cc, Maximiliano Gerardo, #41, da Ducati Mooca Motul, que dominou ambas as corridas dessa etapa e conquistou novamente a vitória. O piloto tem se destacado na categoria com a sua Ducati e conseguiu imprimir um bom ritmo para liderar de ponta a ponta. O #29, Sebastian Salom, da Motonil Motors / UsatecBSB, disputou bonito e terminou na 2ª colocação. Quem brigou por uma posição melhor e acabou com o terceiro lugar foi o #28, Pedro Sampaio, da Tecfil Racing Team.

Na categoria Stock, Rafael Rigueiro, #52, da Pitico Racing, fez uma grande prova ao fechar na liderança. Osvaldo Jorge “Duende”, #55, da Duende Racing , ficou em segundo. O destaque seguinte foi Jose R. dos Santos, #20, da NRT Nordeste Racing Team. Samuel Salla, #1, da TecFil Racing Team, fechou na quarta colocação. O quinto posto ficou com Ricardo Barlette, #33, da RRE Racing.

Líder do campeonato na categoria SuperBike Light, Rodrigo Dazzi mostrou mais uma vez porque briga diretamente pelo bicampeonato brasileiro. O piloto #146 repetiu o ótimo desempenho de ontem e, mesmo largando na segunda posição, confirmou a vitória em grande disputa com o piloto Vitor Reis, #25 da Pitico Race Team. Reis terminou a corrida na segunda posição. O terceiro da Light foi o #37, Marcio Bortolini, da Tecfil Racing.

Após boa participação nos treinos durante todo o final de semana, o piloto #34 da Kawasaki Racing Team, Bruno Corano, colocou em prática todo o seu talento na segunda bateria da SuperBike Evolution. Ele aproveitou bem a largada para ganhar desbancar os concorrentes e fez uma prova segura para garantir a primeira posição. O segundo lugar da prova ficou com Jean Vieira, #110, da Paulinho SuperBikes, que chegou a ameaçar a liderança de Corano. Edson Luiz, #99, da Pitico Race Team e #28, Pablo Fores Nunes, da Motonil, apareceram na sequência.

Jean terminou como vencedor na Evolution 1000cc, abrindo espaço no pódio para Sergio Prates, #74, da JC Racing. Na categoria Evolution Master, o grande vencedor foi Rogerio Gentil, #31, da Duda Racing, que manteve a regularidade durante toda a prova.

A categoria SuperStock foi, mais uma vez, dominada por Juracy Rodrigues “Black”. Destaque na temporada 2017 do SuperBike Brasil, o piloto fez bonito em Curitiba-PR Na sequência, Cleberson Maicher “Alemão”, #17, da Pro Racing e Jeferson Valezin, #46, da Full Rider Ducati, também subiram ao pódio.
Os pilotos das categorias Escola vão mostrando evolução a cada prova. Depois da grande corrida de ontem, vencida por Juliano Generali, hoje a prova guardou novas emoções aos amantes da motovelocidade. Quem venceu foi o #47, Rafael Caetano, da Pro Racing, que abriu boa vantagem sobre os adversários depois de uma ótima largada. Generali, #17, da Pitico Race Team, acompanhou o ritmo do líder por boa parte da prova, mas acabou não ameaçando nas voltas finais e firmou a segunda colocação. O terceiro da categoria SuperBike Escola foi Agnado Schmitz, #123, também da Pro Racing.

O piloto Leonardo Tamburro, #53, da MotoSchool Racing, mostrou mais uma vez superioridade no grid da Copa Honda CBR 500R. Vencendo todas as Etapas do ano, o piloto não fez diferente e repetiu o feito no Autódromo Internacional de Curitiba-PR, garantindo o título do bicampeonato brasileiro. Quem também fez grande prova foi o #33, Enzo Valentim Garcia, da equipe Patricia Lupinetti, que não abandonou o pelotão de frente e terminou a prova conquistando a segunda posição. Arthur Costa, #99, da JC Racing, e Ademilson Peixer, #43, também da MotoSchool apareceram no pódio na sequência.

Leia também:
+ Teste: Feita para a cidade, Honda SH 150i encara rodovias
+ Mercado no Brasil. Produção cai 13,5% em agosto
+ Ducati XDiavel Dark. No Brasil, por R$ 79.900
+ Kit customização Roadster com filtro de ar Screamin’ Eagle
+ Honda PCX 150 linha 2018 com nova cor azul escuro
+ Recall Honda para CRF450R
+ Teste: Harley-Davidson Ultra Limited é extrema em conforto nas viagens
+ Indian homenageia Burt Munro no Bonneville Speed Week
+ Linha Honda CG 160 2018 recebe freio CBS e suspensão dianteira SFF (Separated Function Fork)

Durante a 6ª etapa do SuperBike Brasil houve uma corrida com muitas trocas de posições no pelotão da frente. Na Yamalube R3 Cup, Bruno Cesar Borges, #51, da Tecfil Racing Team/Gilberto Motos garantiu a primeira colocação após uma disputa acirrada pela vitória. Rafael Traldi, #28, da Traldi Racing, garantiu a posição seguinte e Indiana Muñoz, #199, da Castrol Team, apareceu no terceiro lugar.

Matheus Barbosa, #260, repetiu o feito de Londrina-PR e venceu a Copa Kawasaki Ninja 300 para fechar a 6ª Etapa do SuperBike Brasil da melhor maneira possível. O piloto obteve um ótimo desempenho e, com pequena vantagem, arrancou forte nas últimas voltas para passar com uma roda de vantagem sobre o segundo colocado, Kioman Munoz, #199. O segundo colocado, também da Motonil, largou na pole position depois de se destacar durante todo o final de semana, mas não conseguiu fechar o final de semana com a vitória. A terceira posição foi do piloto #169, Bruno Ribeiro.

Abrindo o domingo com chave de ouro, o piloto Leo Manella, #93, teve que superar 3 adversários na última reta para garantir a quarta vitória na temporada. A disputa com João Vitor Carneiro, que terminou na segunda posição, foi muito intensa do começo ao fim. Rubens Mesquita também colou nos líderes após a segunda volta e manteve um ritmo muito intenso, ameaçando João e Manella o tempo inteiro. O desempenho do #11 garantiu um terceiro lugar.

-Informações e imagens: divulgação-

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *