SuperBike Brasil R3 CUP

A Yamaha ampliou o investimento em competições de motovelocidade para amplificar sua ação de marketing voltado para a pequena esportiva R3. A montadora criou duas vertentes que vão disputar as provas da categoria R3 no SuperBike Brasil. A PRO, para pilotos que queiram competir com suas próprias equipes e com flexibilidade de regulamento para preparação das motocicletas. Já a Stock é formada por pilotos escolhidos pela montadora para disputarem as provas pela equipe oficial, com R3 de fábrica, sem alterações mecânicas e somente troca de carenagem e escapamento.

A montadora criou as categorias próprias no SuperBike Brasil inspirada no Campeonato exclusivo para motocicletas R3 no sul do País. Organizado pelo SuperBike gaúcho, concessionária Motoryama e RAD Racing School, a competição tem o 2º maior Grid do SBK gaúcho. “A visibilidade despertada pelas seis provas em disputa tem ajudado a Yamaha a obter a liderança de vendas no segmento na Grande Porto Alegre”, informa a empresa.

No formato para a R3 no SuperBike Brasil, apresentado em São Paulo no último dia 21/03, dez jovens pilotos participarão da equipe oficial, na categoria Stock. Todos disputarão as provas do calendário com motocicletas sorteadas a cada etapa, o que significa que as R3 serão idênticas e nenhum piloto será beneficiado. O custo por prova será de R$ 2 mil, com direito ao uso da motocicleta da fábrica, consumo de pneus, inscrição, equipe e estrutura de pista e boxe.

Leia também:
+ Teste MotoMovimento: Harley-Davidson Roadster é moto a ser domada
+ Caixa abre financiamento para motocicletas
+ Yamaha XJN 2018 chega com novas cores azul e cinza
+ Ducati anuncia venda compartilhada de quatro modelos no Brasil
+ Calendário MotoMovimento para festas e eventos de julho de 2017
+ Produção de motocicletas mantém queda em fevereiro
+ Harley-Davidson lança novo modelo Street Rod 750
+ Ducati lança curso para pilotagem off road com descontos para ducatistas
+ Campeonato Brasileiro de Supermoto 2017 abre temporada
+ Ducati abre segunda concessionária em São Paulo
+ Yamaha Tricity 125 é estável e essencialmente urbana

Os pilotos que disputarão a categoria PRO da R3 CUP também terão uma série de benefícios, começando pelo valor subsidiado na compra da motocicleta R3, de R$ 20.990 por R$ 14.990. Além disso, outros benefícios, que todo inscrito na R3 CUP receberá, são: participação em 1 curso ou 1 track day, organizados pela Motors Company, peças de reposição subsidiados pela Yamaha (20% a 60% off) e suporte técnico da montadoral em todas as provas. Todos os pilotos da R3 CUP também receberão kits Yamaha e diversos tipos de descontos nas marcas parceiras:

A montadora também terá uma premiação própria para suas duas categorias. Os cinco primeiros colocados de cada categoria (PRO e Stock), serão premiados. O 5º lugar receberá um Playstation 4. Da 4ª a 2ª posição os prêmios ainda serão revelados. O grande prêmio ao vencedor de cada categoria, será um modelo scooter NEO 125 0 km.

Desempenho

No calendário da motovelocidade nacional de 2016, a R3 foi campeã das 100 Milhas Brasileiras e venceu a categoria SuperStreet do Superbike Brasil. Os pilotos Ton e Meikon Kawakami, os representantes Yamaha nas competições, fizeram dobradinha no Campeonato nas primeiras posições. Já em 2017, Ton foi novamente campeão com a R3, na Copa Pirelli, disputada em três etapas e válida como pré-temporada do SuperBike Brasil.

As conquistas do período projetaram Meikon Kawakami no cenário internacional. Hoje, o piloto faz parte de uma categoria seletiva mundial de acesso ao MotoGP. Ton Kawakami, permanece no Brasil e é um dos pilotos da categoria Stock, atuando também como tutor, ao lado do chefe de equipe Allan Douglas (campeão das 500 Milhas Brasileiras em 2016, com a R1).

-Informações e fotos: divulgação/MotoMovimento-

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *