Teste: Harley-Davidson FXDR 114

São Paulo (SP) – A Harley-Davidson atingiu um dos objetivos de sua nova tendência para modelos radicais da marca com o lançamento da FXDR 115, aliando eficiência ciclística e torque de 16,15 kgf.m aos 3.500 rpm. No teste de MotoMovimento, a motocicleta ofereceu conforto em longas distâncias nas estradas, vigor no trânsito da cidade e diversão nas curvas da Estrada dos Romeiros, no interior de São Paulo.

O DNA da montadora norte-americana está presente no modelo da família Softail. Os 303 quilos de peso total, 2.425 mm de comprimento (1.735 mm de distância entre os eixos) e pneu 240mm na traseira exigem respeito e atenção à velocidade nas curvas, apesar da boa inclinação e dos toques das pedaleiras no asfalto. Nada que não seja característico dos modelos custom.

Na posição de pilotagem, o tanque grande e alongado com capacidade para até 16,7 l e autonomia média de 320 quilômetros, o guidão largo e as pedaleiras avançadas deixam a coluna mais para frente e curvada. Característica dos modelos power cruizer, exige acomodação para longas distâncias. Uma sugestão é sentar mais para frente junto ao encontro entre o banco e o tanque. Assim a coluna fica um pouco mais ereta e confortável.

Na cidade, o motor Milwaukee-Eight de 114 polegadas cúbicas, dois cilindros em “V” e 1.868 cm³ de capacidade pede passagem a todo momento. O banco a 720 mm do solo garante o controle da moto no trânsito. Nos freios, dois discos de 300 mm, na dianteira e um disco na traseira são suficientes para a proposta, sem excepcionalidades. O guidão largo não facilita nos corredores. A motocicleta chama muita atenção ao redor dela principalmente por seu design agressivo.

No congestionamento urbano, o motor esquenta bastante as pernas. Não chega a incomodar, mas lembra sempre que o ambiente ideal da moto é mesmo a estrada livre. O modelo não conta com banco de garupa. É acessório vendido separadamente. Há um espaço com tampa sobre o para-lama traseiro para a instalação. O preço do varia entre as concessionárias da marca.

Leia também:
+ Triumph lança Speed Twin 2019, na Europa
+ Produção de motos 2018 tem crescimento de 19% de janeiro a novembro
+ Programação Rally Piocerá 2019
+ SuperBike Brasil encerra temporada em São Paulo
+ Recall Honda para X-ADV
+ Ducati Panigale V4 R é novidade no Salão de Milão (EICMA) 2018
+ Teste: Harley-Davidson Fat Bob e o torque do Milwaukee-Eight 107
+ BMW chega a 50 mil unidade montadas em Manaus (AM)
+ SuperBike Brasil apresenta o calendário para 2019
+ Royal Enfield Himalayan 400. No Brasil, em janeiro de 2019

A FXDR 114 é o primeiro lançamento de um programa da Harley-Davidson que propõe novos modelos da marca até 2020. Entre as novidades estão uma moto aventureira e uma de baixa cilindrada, a Pan America e a Streetfighter 975, respectivamente. Também estão no pacote lançamentos de motos elétricas como a do projeto em andamento LiveWire. Nos preços, a FXDR 144 custa hoje R$ 80.200 na cor Vivid Black e R$ 80.800 em outras cores como a branca da avaliação de MotoMovimento.

Especificações técnicas

Indicadores
Farol alto, piscas, ponto-morto, baixa pressão de óleo, diagnóstico do motor, iluminação auxiliar, viagem em cruzeiro, ABS, segurança, baixa tensão da bateria, baixo nível de combustível

Medidores
Monitor LCD com 2,14 polegadas de área visível com velocímetro, marcha, hodômetro, nível de combustível, relógio, quilometragem, alcance e tacômetro

Motor
Milwaukee-Eight 114
Diâmetro do cilindro: 102 mm
Curso do êmbolo: 114 mm
Cilindrada: 1.868 cm³
Taxa de compressão: 10.5:1
Sistema de combustível: Injeção eletrônica de combustível por portas sequenciais (ESPFI)
Escapamento: 2 em 1, catalisador no cabeçote

Dimensões
Comprimento: 2.425 mm
Altura do assento, sem peso: 720 mm
Distância mínima do chão: 140 mm
Ângulo de inclinação (coluna de direção) (graus): 34°
Trail: 120 mm
Distância entre os eixos: 1.735 mm
Pneu dianteiro: 120/70ZR-19 60W
Pneu traseiro: 240/40R-18 79V
Capacidade de combustível: 16,7 l
Capacidade de óleo (c/filtro): 4,7 l
Peso seco: 289 kg
Peso em ordem de marcha: 303 kg

Desempenho
Torque do motor: 16,15 kgf.m
Motor e torque: (rpm) 3.500
Ângulo de inclinação, direita (graus): 32.6
Ângulo de inclinação, esquerda (graus): 32.8

Acionamento
– Acionamento primário Corrente, relação 34/46
– Relação das engrenagens – 1ª (geral) 9,311
– Relação das engrenagens – 2ª (geral) 6,454
– Relação das engrenagens – 3ª (geral) 4,793
– Relação das engrenagens – 4ª (geral) 3,882
– Relação das engrenagens – 5ª (geral) 3,307
– Relação das engrenagens – 6ª (geral) 2,79

Chassi
– Roda dianteira, tipo Roda Ace de alumínio fundido na cor preta brilhante acetinada, 5 raios, com gráficos gravados a laser
– Rodas, tipo traseira Roda Ace de alumínio fundido na cor preta brilhante acetinada com gráficos gravados a laser
– Freios tipo cáliper Dianteiro fixado com 4 pistões e traseiro flutuante com 2 pistões

– Informações e imagens: MotoMovimento-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *