Teste Honda CB Twister: primeira revisão

A primeira revisão de 1000 quilômetros da CB Twister, em teste de longa duração por MotoMovimento, tem preço definido de R$ 102, 28. Foi realizada na concessionária Remaza da Avenida Ibirapuera, em São Paulo. No procedimento, sem custo de mão de obra, são trocados 1,8 l de óleo do motor e o filtro. A próxima revisão acontece aos 6 mil quilômetros rodados.

Nos seis mil, também com mão de obra gratuita, desde que seja realizada em uma das concessionárias da Honda, os procedimentos são: verificar o fluído de freio, limpar o respiro do motor e trocar o óleo novamente. Fica um pouco mais barato que a primeira se não precisar tocar o filtro.

Nas revisões também são verificados os itens de segurança como o sistema de iluminação, relação e reaperto geral. Na revisão com a moto que está com MotoMovimento, a embreagem estava baixa. Foi regulada para a versão original, centralizada, sem custo.

Desgastes

Na manutenção rotineira do modelo, por exemplo, se a moto tombar, sem os custos de mão de obra da concessionária, manetes de freio custam R$ 30,96 e o de embreagem R$ 24,58. Os piscas saem por R$ 47,58 cada. Já os materiais de desgaste são mais caros. A pastilha dianteira custa R$ 123,34 enquanto a traseira é fixada em R$ 92,24.

Quando o assunto é relação, que só tem a original para o modelo, é preciso cuidar muito bem, com lubrificação exata. Os itens são vendidos separadamente. Além da mão de obra, a corrente custa R$ 301,22, o pinhão R$ 237,44 e a coroa R$ 166,22.

Os pneus Pirelli definidos para a Twister também precisam de cuidados especiais na condução e principalmente mantendo-os sempre calibrados para evitar desgastes prematuros. O dianteiro 110/70 – 17 sai por R$ 553,92 e o traseiro: 140/70 – 17, R$ 977,94.

Leia mais:
+ Teste de longa duração CB Twister. Nova versão com cara mais esportiva
Leia também:
+ Yamaha Tricity 125 é estável e essencialmente urbana
+ Honda lança edição especial da XRE 300 Standart
+ Harley-Davidson troca cromado por preto fosco no modelo 2017 da Road King Special
+ Produção de motos cresce em janeiro mas vendas continuam em baixa
+ Honda fecha venda de modelos no Brasil
+ Ducati chama recall para todos os modelos Scrambler
+ Calendário MotoMovimento para festas, encontros e eventos de abril de 2017
+ BMW e Ducati crescem no Brasil. Montadoras batem recorde de vendas
+ Yamaha lança, na Índia, nova naked 250cc que pode substituir a Fazer 250 no Brasil
+ Ducati abre pré-lançamento da 1299 Superleggera por R$ 550 mil

A Twister tem garantia de 3 anos. De acordo com o manual do modelo, as duas primeiras revisões (1.000 km e 6.000 km) são efetuadas pela quilometragem percorrida com tolerância de mais ou menos 10% (de 900 km até 1.100 km e de 5.400 km até 6.600 km) ou pelo período após a data de compra da motocicleta: 6 meses ou 12 meses (com tolerância de 1 dia útil quando o prazo do término coincide com sábado, domingo ou feriado), ou o que ocorrer primeiro.

-Informações e Imagens: Motomovimento-

2 comentários em “Teste Honda CB Twister: primeira revisão

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *