Teste: Kawasaki Versys-X 300

São Paulo (SP) – O motor de 296 cc, dois cilindros, potência máxima de 29,3 kW a 11.500 rpm e torque de 2,6 kgf.m a 10.000 rpm agrada na Kawasaki Versys-X 300. No teste de uma semana e cerca de 600 km de MotoMovimento, a nova pequena aventureira da montadora japonesa apresentou boa retomada em movimento na estrada – em tese seu habitat natural -, além de mostrar agilidade na cidade e estradas de terra bem cuidadas, em um porte vistoso que não perde, na aparência, para as big trails.

O motor é o mesmo dos modelos Ninja 300 e Z300 com mudanças na relação. A coroa passou de 42 para 46 dentes enquanto o pinhão manteve 14 dentes. No teste, com a nova configuração da relação, a arrancada nos semáforos urbanos, por exemplo, não mostrou a mesma empolgação da retomada em movimento.

Para pilotos com menor estatura, o porte de moto grande é compensado pela altura do banco a 845 mm do solo que facilita por os pés no chão. O assento, no entanto, tem espuma bastante rígida para uma proposta de passeios mais longos além do uso no dia a dia na cidade. Em rodovias, não deu para rodar mais de 250 quilômetros em uma única tocada sem ter que descer da moto para relaxar um pouco.

Ainda na ergonomia, a Kawasaki tem boa posição de pilotagem, com guidão largo e posição ereta. As pedaleiras do piloto são levemente mais recuadas que as das concorrentes Honda XRE 300, BMW G 310 GS e Yamaha Ténéré 250, remetendo à esportividade, marca registrada da Kawasaki. Isso não prejudica o conforto na Versys-X 300.

O tanque de 17 litros tem boa autonomia. No teste, a média de consumo ficou em 25 km/litro na cidade e 23 km/h na estrada. Isso varia, obviamente, dependendo dos níveis de aceleração na pilotagem. Na aceleração, a velocidade confortável para o modelo fica em torno de 100 km/h a 120 km/h, nas rodovias. Acima disso, a 300cc sofre um pouco mais, mas não apresenta vibração acima do normal no conjunto. A velocidade final pode chegar a 160 km/h, já um pouco instável somente com o piloto.

O câmbio é de seis marchas com embreagem assistida e deslizante, sem trancos na primeira e precisos subindo ou descendo velocidades. As suspensões da Versys-X 300 são mais rígidas que as propostas da concorrentes na mesma faixa cilindrada voltadas para uso misto. Os freios são compatíveis com o tamanho do modelo sem vibrações intensas no ABS.

Nas curvas da serra, os pneus mistos dianteiro 100/90-19M/C 57S e traseiro 130/80-17M/C 65S cumprem a função de atravessar obstáculos. Não são feitos para atitudes de motovelocidade, assim como para trilhas de terra selvagens. Andando dentro dos limites de velocidade nas curvas da serra, os passeios garantem diversão, assim como andar em segurança em estradas de terra bem cuidadas respeitando-se os limites do modelo.

O painel de instrumentos tem indicador de marcha, velocímetro digital, conta-giros, consumo médio, relógio, temperatura externa e do líquido de refrigeração, indicador de pilotagem econômico (modo ECO), marcador de combustível e autonomia. O para-brisa completa a bem acabada e grande frente do modelo, mas não oferece muita proteção contra o vento no capacete, mas isso depende da altura do piloto.

Leia também:
+ Teste: BMW G 310GS. Aventureira eficiente na cidade
+ Piaggio MP3 renovada com versões 350cc e 500cc
+ Super Bananalama 2018 reúne 3.098 trilheiros
+ Versões 2019 dos modelos Honda CB 650F e a CBR 650F com novas cores
+ Indian deixa mercado brasileiro
+ BMW Group anuncia produção nacional da nova família F em sua fábrica de Manaus
+ Teste: Yamaha Crosser 150 Z. Visual convida para a terra
+ Conceito elétrico Mankame EP-1 com autonomia de 520 km
+ Kawasaki Z 900RS. No Brasil, por R$ 48.990

Preços

O modelo Kawasaki tem três versões e preços distintos: Standart, com preço público sugerido de R$ 19.990; com sistema de freios com ABS por R$ 22.990 e a mais preparada para viagens, a versão Tourer, por R$ 25.990, que vem de fábrica com cavalete central, protetores de carenagens, manetes e motor, baús laterais de plástico com capacidade para até 17l ou 3kg cada, faróis auxiliares e tomada 12V.

Nos preços, as concorrentes sugerem, no momento, a partir de R$ 17.934 a Standart e R$ 18.634 com ABS para a Honda XRE 300; R$ 24.900 para a BMW G 310 GS e R$ 16.490 para a Yamaha Ténéré 250 todas as três com um cilindro e ABS na Honda e BMW.

Especificações técnicas

Motor
Tipo: 4 tempos, 2 cilindros paralelos, refrigeração líquida
Cilindrada: 296 cc
Diâmetro x curso: 62,0 x 49,0 mm
Taxa de compressão: 10,6:1
Sistema de válvulas: DOHC, 8 válvulas
Sistema de combustível: Injeção eletrônica
Ignição: Bateria e bobina (ignição transistorizada)
Partida: elétrica
Lubrificação: forçada (cárter semiúmido)
Potência máxima: 29,3 kW (40 cv) a 11.500 rpm
Torque máximo: 25,7 Nm (2,6 kgf.m) a 10.000 rpm

Transmissão
Transmissão: 6 velocidades
Sistema de acionamento: corrente de transmissão
Embreagem : multidisco, em banho de óleo
Relação de redução primária: 3,087 (71/23)
Relações de marcha: 1a – 2,714 (38/14)
Relações de marcha: 2a – 1,789 (34/19)
Relações de marcha: 3a – 1,409 (31/22)
Relações de marcha: 4a – 1,160 (29/25)
Relações de marcha: 5a – 1,000 (27/27)
Relações de marcha: 6a – 0,857 (24/28)
Relação de redução final – 3,286 (46/14)

Quadro
Tipo: backbone em aço de alta elasticidade
Curso da roda: dianteiro – 130 mm
Curso da roda: traseiro – 148 mm
Pneu: Dianteiro: 100/90-19M/C 57S
Pneu: Traseiro: 130/80-17M/C 65S
Caster (rake): 25°
Trail: 108 mm
Ângulo de esterçamento (Esq/Dir): 40°/40°

Suspensão
Dianteira: garfo telescópico de 41 mm
Traseira: Uni-Trak com pré-carga da mola ajustável

Freios
Dianteiro: disco Simples de 290 mm em formato margarida
Dianteiro: pinça – pistão duplo
Traseiro: disco simples de 220 mm em formato margarida
Traseiro: pinça – pistão simples

Dimensões
Comprimento total: 2.170 mm
Largura total: 860 mm
Altura total: 1.390 mm
Entre eixos: 1.450 mm
Altura mínima do solo: 180 mm
Altura do assento: 845 mm
Peso em ordem de marcha: 175 kg
Capacidade do tanque: 17 litros

-Informações e imagens: MotoMovimento-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *