Test ride: Honda Biz 2018

A Honda apresentou oficialmente a linha 2018 da Biz 110i e 125i que receberam inovações na comemoração de 20 anos de seu lançamento, no Brasil. O denominado CUB, um misto de moto e scooter que apareceu pela primeira vez em 1958, no Japão, agora oferece no mercado brasileiro sistema combinado de freios, partida elétrica, tomada de 12V sob o banco com porta objetos para até 10 litros e câmbio semiautomático aprimorado, além de novas cores e grafismos.

Já à venda desde o último dia 18 nas concessionárias da marca, os modelos estão disponíveis nas cores vermelho e branco para a Biz 110i e em versões branco perolizado, preto perolizado, vermelho perolizado e a nova laranja perolizado para a Biz 125i. Os preços público sugeridos para a Biz 110i é de R$ 7.590 e de R$ 9.390 para a Biz 125i, base Estado de São Paulo, não inclusas as despesas com frete e seguro.

Nas mudanças, novo sistema de abertura do banco, agora na chave de ignição: basta pressionar a chave e girá-la no sentido horário para ter acesso ao compartimento. No câmbio semiautomático de quatro posições, não é mais necessário ficar voltando marchas com o calcanhar ao parar o modelo. Agora, com o CUB parado, basta acionar o câmbio uma vez para frente para voltar ao neutro.

A principal inovação na Biz 2018 é o sistema de freios combinado CBS (Combined Brake System). No sistema, o pedal do freio atua em proporções diferentes tanto na roda traseira como também na dianteira, permanecendo a alavanca no punho da direita exclusiva do freio dianteiro. A Biz 110i está equipada com o sistema CBS atuando com sistema de freio tambor-tambor enquanto a 125i se vale do CBS em configuração de freio disco dianteiro/tambor traseiro.

A Honda apresentou o CUB para a imprensa especializada em seu CTH (Centro de Treinamento Honda) de Indaiatuba, interior de São Paulo. A agilidade e a resposta do motor apresentadas em um pequeno test ride de 15 quilômetros, no entorno e dentro do Centro, são as mesmas dos modelos anteriores 110i e 125i. Os motores são os mesmos monocilíndros arrefecidos a ar com injeção eletrônica PGM-FI que permitem o uso tanto de gasolina como de etanol na 125i.

Leia também:
+ Honda lança mais uma versão, a Sport, do scooter PCX 150 versão 2018
+ Yamaha reformula totalmente a Fazer 250 ABS
+ Ducati apresenta Monster 797 e SuperSport S no Salão Duas Rodas
+ Royal Enfield apresenta sua nova série Redditch no Salão Duas Rodas
+ Mercado de motos apresenta estabilidade em outubro, diz Abraciclo
+ Triumph leva as novas Tiger 800 e T100 Black para o Salão Duas Rodas
+ BMW apresenta a nova G 310 GS no Salão Duas Rodas
+ Yamaha reformula totalmente a Fazer 250 ABS na versão 2018
+ Yamaha comemora 47 anos de operação no Brasil
+ Teste: Roadster BMW G 310R anda bem?

Tanto a 110i como a 125i compartilham mudanças no design com novo grupo ótico frontal, painel, laterais e rabeta. Também ganharam o gancho retrátil para transporte de bolsas, sacolas ou mochilas na face posterior do escudo, já existente em scooters da marca. O novo painel, totalmente em LCD, tem tecnologia blackout, com fundo escurecido.

Na demonstração da variação de distâncias entre as frenagens, a 40 km/h, com e sem o sistema combinado de freios da Honda implementado na Biz 2018, o modelo branco, sem o sistema – em frenagem brusca e forte no freio traseiro, comum a motociclistas inexperientes em situações de risco -, derrapa e para somente cerca de oito metros depois do Cub com os freios da frente e traseiro acionados simultaneamente.

-Informações e imagens: Caio Mattos/Honda/MotoMovimento-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *