Teste. Yamaha MT-07 ABS 2019

São Paulo (SP) – A Yamaha MT-07 ABS, versão 2019, mantém as principais características do modelo: maked de 689 cm³ com agilidade de moto urbana 250cc. Esta segunda geração da moto lançada em 2015 no Brasil, está mais ágil com amortecedores dianteiros mais robustos e atualizados por novas molas e óleo internos. Na traseira, o sistema monocross com ajuste de retorno e nove regulagens de compressão deixou a moto mais firme e estável nas retomadas de velocidade e mudanças de direção.

A combinação das suspensões com a distância entre os eixos de 1.400 mm e os 183 kg de peso em ordem de marcha evidenciou a eficiência do modelo nas curvas de serra do interior do Estado de São Paulo. No sistema de freios, dois discos flutuantes de 282 mm e pinças de 4 pistões cada na dianteira, um disco de 245 mm e pinça simples na traseira são calibrados para as características da moto.

Na avaliação, o motor com tecnologia crossplane (a explosão na câmera de combustão tem tempos diferentes para cada pistão para otimizar o torque e entrega da potência) proporcionou diversão no ambiente urbano e segurança de retomadas nas estradas. São 2 cilindros em linha, 4 tempos, DOHC, 8 válvulas, arrefecimento líquido de exatos 689 cm³, torque máximo de 6,9 kgfm a 6.500 rpm e potência máxima de 74,8 a 9.000 giros. A transmissão final é por corrente em câmbio de seis marchas. A média de consumo no teste foi de 23 km/l na cidade e 20,5 km/l nas estradas. Boa autonomia para os 14 litros de capacidade do tanque de combustível.

O banco ficou mais confortável, mais largo atrás e acompanhando o fim do tanque na frente que encaixa melhor das pernas na carenagem. A altura do assento de 805 mm em relação ao solo também colabora para o conforto. O guidão, mantido na nova versão, é largo e reto o que deixa os braços relaxados acompanhando a coluna mais ereta na pilotagem. Conjunto confortável para cerca de 350 quilômetros de tocada ininterrupta na cidade e rodovias.

Leia também:
+ BMW traz para o mercado brasileiro o conjunto de malas Atacama Cases
+ Encontros, festas e eventos para motociclistas em Março de 2019
+ Recall Kawasaki para Z900
+ Parceria Yamaha/Senai para qualidade e treinamentos de concessionárias
+ Programação Rally Piocerá 2019
+ Teste: Harley-Davidson Fat Bob e o torque do Milwaukee-Eight 107
+ Royal Enfield Himalayan 400. No Brasil, em janeiro de 2019

O painel de instrumentos de LCD 100% digital, revisado para 2019, mostra hodômetro total e parcial, consumo médio, consumo instantâneo, F-trip (hodômetro parcial de reserva de combustível), temperatura do líquido de arrefecimento, temperatura do ar de admissão e o indicador Eco além do sempre útil indicador de marchas.

Na nova geração 2019, a moto teve o visual renovado com farol dianteiro maior e alinhado com o da MT-09 aliado a carenagens e entradas de ar mais vistosas e agressivas. Nas cores Racing Blue (azul metálico), Matt Gray Fluo (cinza metálico fosco) e Matt Black (preto fosco) tem preço público sugerido atualmente pela montadora de R$ 33.790.

Ficha Técnica

Dimensões
Comprimento total: 2.085 mm
Largura total: 745 mm
Altura total: 1.090 mm
Altura do assento: 805 mm
Altura mínima do solo: 140 mm
Peso em ordem de marcha: 183 kg
Distância entre eixos: 1.400 mm

Motor
2 cilindros em linha, 4 tempos, DOHC, 8 válvulas, arrefecimento líquido
Capacidade cúbica: 689 cm³
Diâmetro x curso: 80 x 68,6 mm
Taxa de compressão: 11.5:1
Torque máximo: 6,9 / 6.500
Potência máxima: 74,8 / 9.000
Sistema de partida: Elétrica
Sistema de lubrificação: Cárter Úmido
Capacidade de óleo do motor: 3 litros
Tipo de combustível: Gasolina
Capacidade do tanque de combustível (reserva): 14l (2,7l)
Alimentação: Injeção Eletrônica
Sistema de ignição: TCI

Transmissão
Primária: Engrenagens
Secundária: Corrente
Embreagem: Multi-disco em banho de óleo
Câmbio: 6 velocidades
Tipo de chassi: Diamante
Ângulo de cáster: 24,5º
Trail: 90 mm

Pneus
Pneu dianteiro: 120/70 ZR 17M/C (58W)
Pneu traseiro: 180/55 ZR 17M/C (73W)

Freios
Freio dianteiro: Duplo disco de 282 mm de diâmetro, acionamento hidráulico com ABS
Freio traseiro: Disco de 245 mm de diâmetro, acionamento hidráulico com ABS

Suspensão
Suspensão dianteira: Garfo telescópico, curso de 130 mm
Suspensão traseira: Balança traseira tipo Monocross com link e ajuste na pré-carga da mola e no retorno, curso de 130 mm

-Informações e imagens: MotoMovimento/Divulgação-

Um comentário em “Teste. Yamaha MT-07 ABS 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *