Treinamento Harley-Davidson

São Paulo (SP) – A Harley-Davidson criou um treinamento rápido para explicar as mudanças tecnológicas da linha Softail 2018, nos modelos Street Bob, Fat Bob, Slim, Deluxe, Fat Boy, Heritage Classic e Breakout vendidos no Brasil. Para os primeiros cursos, de um dia, foram convidados jornalistas especializados na área de motociclismo para aulas teóricas e práticas nas dependências do Senai-SP, localizado no bairro Ipiranga, em São Paulo. A montadora estuda abrir os cursos para clientes interessados em conhecer a tecnologia das motos.

Na área prática foram cumpridas todas as exigências e comportamentos do mecânico ao abordar a motocicleta, como organização, limpeza e uso correto de ferramentas específicas para cada peça. As práticas, somente como exemplos, permitiram remover e reinstalar a bateria, trocar o cabo da embreagem e retirar e reinstalar a bomba do tanque de combustível.

Na teoria, o instrutor Jefferson de Queiroz iniciou o treinamento informando que os novos sete modelos da linha compartilham uma nova plataforma em chassi de aço mais leve e rígido com ângulos de inclinação ampliados e adaptado ao maior torque dos novos motores Milwaukee-Eight 107 e Milwaukee-Eight 114. O novo quadro é 65% mais rígido do que o anterior, o que leva a um aumento de 34% na rigidez geral do chassi. Seu design também contribui para a redução de 50% nas peças e componentes, e diminuição de 22% nas soldas.

São duas balanças, uma para o pneu estreito e outra para pneus traseiros largos. O chassi largo é 5,89 kg (15%) mais leve que o modelo anterior, enquanto o chassi estreito chega a 8,16 kg (20%) menor. A balança transfere o movimento da roda traseira para a nova suspensão monoamortecida, com o amortecedor escondido sob o assento. Tem pré-carga da mola ajustável, permitindo uma capacidade de carga útil de até 217 kg. Os novos modelos Softail são até 17 kg mais leves do que os modelos anteriores.

A nova suspensão dianteira SDBV de alta performance – introduzida primeiro nos modelos Touring 2017 – oferece um amortecimento similar a um garfo de cartucho estilo corrida, mas com características de amortecimento linear e peso reduzido. É otimizada tanto para viagens quanto pavimentos urbanos, com 130 mm de curso.

Leia também:
+ Mercado de motocicletas cresce 12,2% no primeiro trimestre 2018 ante o mesmo período de 2017
+ Teste: Royal Enfield Classic 500 é simples, robusta e com muita vibração
+ Honda começa a vender linha própria de capacetes 2018
+ Indian lança consórcio próprio em parceria com a Rodobens
+ Festas, encontros e eventos para o mês de novembro de 2018
+ Honda CBR1000RR Fireblade. Edição limitada SP tem 25 unidades
+ Recall Kawasaki para modelos Ninja ZX-10R, Ninja ZX-10R ABS e Ninja ZX-10RR

Os motores da linha Softail possuem novo sistema de contra-balanceadores internos que reduzem as vibrações com redução de ruídos mecânicos. O design V-Twin com ângulo de 45 graus entre cilindros mantém a forma do motor H-D. A parte superior do motor tem destaque com o uso do novo cabeçote com quatro válvulas por cilindro (sendo duas válvulas de admissão e duas de escapamento, totalizando oito). E a parte inferior do motor, se mostra mais compacta com um novo projeto que permite o uso de um único comando de válvulas.

-Informações e imagens: MotoMovimento-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *