Walmax Racing vai para o Moto 1000 GP

A Walmax Racing, equipe paulistana comandada por Waldemar “Dema” Santos Filho, vai participar do Moto 1000 GP. A estreia no Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, com a participação de cinco pilotos no grupo, será no GP de Cascavel, no próximo domingo (31/05), no Autódromo Internacional Zilmar Beux.

Douglas Pecoraro, Durval Careca, Gregory Alfonso e Ricardo Pitty terão em Cascavel suas primeiras participações no Moto 1000 GP. Eles vão pilotar as Kawasaki ZX6 inscritas sob os números 19, 61, 33 e 88, respectivamente. O quinto piloto da equipe é Thiago Freitas, que tomará parte das disputas a partir da terceira etapa, marcada para o dia 28 de junho no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia (GO) – sua moto terá o número 17.

“Nós viemos de outro campeonato e vínhamos enfrentando dificuldades com a instabilidade de calendário. As mudanças de datas vinham obrigando a equipe a decidir uma etapa por vez, então decidimos migrar de vez para o Moto 1000 GP”, diz o chefe de equipe Dema. “Temos apreço pelo campeonato, pela organização, pelo nível dos pilotos, pela seriedade e o respeito do Moto 1000 GP ao regulamento. Estamos no lugar certo”, concluiu.

Douglas Pecoraro, um dos pilotos da Walmax Racing, observa o nível técnico do Brasileiro de Motovelocidade. “É forte, mesmo. Há vários argentinos correndo na GP 600, mais o Eric Granado e uma série de pilotos fortíssimos, de nível internacional. Isso vai ajudar a gente a evoluir na pilotagem”, afirma. “O nível de competição é forte e muito profissional. Desportivamente, o Moto 1000 GP é um campeonato que nos interessa bastante”.

A exposição na mídia é outro ponto lembrado por Pecoraro, que estreou na motovelocidade em 2013. “O Moto 1000 GP tem TV ao vivo e quatro etapas têm a GP 600 ao vivo. Isso ajuda muito na hora de captar recursos”, diz, sobre a transmissão ao vivo pelos canais Bandsports e Esporte Interativo, que inclui a GP 1000 e mais uma categoria na íntegra, além de VTs das outras duas – todas as corridas são mostradas no site moto1000gp.com.br.

Pecoraro, Alfonso, Pitty, Careca e Freitas vão participar inscritos na GP 600 Evo, classe implantada na atual temporada para pilotos com as carreiras em fase de ascensão. “É o caso de nós todos. Estamos chegando agora e na Evo vamos ter a condição ideal para aprender com os principais pilotos da GP 600. Somos uma equipe numerosa, mas não viemos para fazer número. Nossa ideia é integrar o primeiro pelotão dentro de pouco tempo”, avisa Pecoraro.

-Informações e imagens: divulgação-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *