Brasileiro de Enduro FIM

São Paulo (SP) – O francês Romain Dumontier (equipe Yamaha O2BH Racing) foi o mais rápido na segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM, na prova, realizada neste final de semana (6 e 7) em Nova Bréscia (RS). A chuva marcou os dois dias de disputas e deixou o piso molhado e bastante escorregadio. Os pilotos cumpriram três voltas por dia em um circuito de 40 quilômetros, com três Enduro Testes (trechos cronometrados) em cada uma delas.

O francês assumiu a liderança da categoria Enduro GP (direcionada aos mais rápidos da competição) e de quebra venceu os dois dias na E2 – ampliando vantagem na liderança da classe. “O sábado foi muito bom, um dia com poucos erros, consegui vencer a Enduro GP e a categoria E2. Estava muito confiante neste domingo, comecei bem, ganhando a primeira especial, mas caí na segunda volta e perdi segundos importantes em uma disputa muito apertada com o Bruno Crivilin. Foi uma prova com muitos desafios, com lama, pedras e raízes grandes, muito fácil de errar. O importante foi que saímos liderando o campeonato. Agora temos um intervalo grande até a próxima rodada e poderemos nos preparar ainda mais”, contou Dumontier.

O atual campeão brasileiro Bruno Crivilin, que vem de um período de cinco meses sem competir, em recuperação de uma cirurgia no joelho, venceu a categoria E1 e foi o segundo colocado na Enduro GP. “Entrei com a cabeça bem tranquila. Apesar do médico ter me liberado para correr, o tempo ainda não é o suficiente para voltar 100%. O objetivo principal era marcar pontos e me manter na briga pelo campeonato. Foi surpreendente o final de semana, consegui vencer os dois dias na minha categoria e fiz um primeiro e um terceiro na Enduro GP. Vou voltar ainda mais forte para a próxima”, explicou o capixaba.

Campeão da Enduro GP na primeira etapa, o gaúcho Gustavo Pellin (Equipe Power Husky) voltou a vencer a categoria E3. “O final de semana foi muito bom, consegui pontos importantes para o campeonato na categoria E3. Venci os dois dias. Apesar de estar acostumado com o tipo de terreno, bem liso, não consegui andar em um ritmo muito bom para disputar a Enduro GP. Acho que por causa da lesão no ombro não consegui me posicionar muito bem na moto. Agora vamos focar na recuperação e preparar para a próxima etapa”, disse Pellin.

Na Categoria EJ, o capixaba Patrik Capila, da Yamaha O2BH Racing, venceu os dois dias e anotou mais 50 pontos no campeonato, ampliando a vantagem na liderança. “Estava há 21 dias sem andar de moto por causa da minha lesão nas costas, então sofri um pouco com o cansaço. No sábado, consegui vencer a minha categoria, e no domingo tive alguns problemas depois de começar bem na primeira especial, com o segundo melhor tempo na Enduro GP. Fiquei sem a terceira marcha, mas segui na raça e garanti a vitória do fim de semana na EJ”, relatou.

Leia também:
+ BMW abre as vendas da F 850 GS Adventure
+ Teste: Harley-Davidson Street Glide Special 2019
+ Estudo mostra intensidade de furtos e roubos de moto em SP
+ Ducati Campo Grande. 10ª concessionária da marca no Brasil
+ Royal Enfield abre loja em Brasília
+ MXF Motors lança novo modelo de minimoto de 105 cilindradas para competições
+ Produção de motocicletas em tem alta de 21,1% em fevereiro de 2019
+ Michelin Anakee Adventure. Novo pneu Michelin 80% estrada e 20% off road

As disputas em Nova Bréscia ainda levaram ao degrau mais alto do pódio os pilotos Anderson da Luz (categoria E4 Pró – MXF Team), Nielsen Bueno (E35 – Equipe Power Husky), Erasmo Klering (cat. E40 – Yamaha O2BH Racing), Fábio Bizarria (E45), Roges Viccari (E50), Fernando Alberto (E4 230 – Q4 Enduro Team) e Juliano Wilgen (EAmador). A terceira etapa da competição está marcada para os dias 25 e 26 de maio em Campos do Jordão (SP).

Resultados 2ª etapa

Categoria Enduro GP
1 – Romain Dumontier – 47 pontos
2 – Bruno Crivilin – 45 pontos
3 – Júlio Ferreira – 42 pontos

Categoria E1
1 – Bruno Crivilin – 50 pontos
2 – Júlio Ferreira – 40 pontos
3 – Loandro Anton – 38 pontos

Categoria E2
1 – Romain Dumontier – 50 pontos
2 – Gabriel Soares – 44 pontos
3 – Diego Colett – 40 pontos

Categoria E3
1 – Gustavo Pellin – 50 pontos
2 – Crispy Arriegada – 44 pontos
3 – Vinicius Calafati – 38 pontos

Categoria EJ
1 – Patrik Capila – 50 pontos
2 – Washington Murillo – 42 pontos
3 – Augusto Benvenutti – 38 pontos

Categoria E4 Pró
1 – Anderson da Luz – 47 pontos
2 – Judi Brescansin – 47 pontos
3 – Vitor Borges – 40 pontos

Categoria E35
1 – Nielsen Bueno – 50 pontos
2 – Pablo Zanchet – 44 pontos
3 – Anderson Vieira – 38 pontos

Categoria E40
1 – Erasmo Klering – 47 pontos
2 – José Mário da Fonseca – 47 pontos
3 – Fernando Mauri Splinder – 38 pontos

Categoria E45
1 – Fábio Bizarria – 45 pontos
2 – Frederico Garcia – 44 pontos
3 – Orlei Brazaca – 41 pontos

Categoria E50
1 – Roges Viccari – 43 pontos
2 – José Antônio Cadima – 40 pontos
3 – Washington da Silva – 38 pontos

Categoria E4 230
1 – Fernando Pereira – 50 pontos
2 – Agenor Varela – 42 pontos
3 – Flávio Volpi – 42 pontos

Categoria EA
1 – Juliano Wilgen – 47 pontos
2 – Felipe Schwantz – 40 pontos
3 – Bruno Zanchet – 37 pontos

Classificação após duas provas

Categoria Enduro GP
1 – Romain Dumontier – 87 pontos
2 – Gabriel Soares – 82 pontos
3 – Gustavo Pellin – 81 pontos

Categoria E1
1 – Júlio Ferreira – 87 pontos
2 – Rômulo Bottrel – 83 pontos
3 – Loandro Anton – 81 pontos

Categoria E2
1 – Romain Dumontier – 97 pontos
2 – Gabriel Soares – 91 pontos
3 – Diego Colett – 80 pontos

Categoria E3
1 – Gustavo Pellin – 100 pontos
2 – Crispy Arriegada – 82 pontos
3 – Nicolas Rodriguez – 80 pontos

Categoria EJ
1 – Patrik Capila – 97 pontos
2 – Washington Murillo – 84 pontos
3 – Augusto Benvenutti – 74 pontos

Categoria E4 Pró
1 – Anderson da Luz – 47 pontos
2 – Judi Brescansin – 47 pontos
3 – Vitor Borges – 40 pontos

Categoria E35
1 – Nielsen Bueno – 100 pontos
2 – Anderson Vieira – 80 pontos
3 – André Urso – 74 pontos

Categoria E40
1 – José Mário da Fonseca – 97 pontos
2 – Cassiano Tebaldi – 82 pontos
3 – Adriano de Ávila – 70 pontos

Categoria E45
1 – Frederico Garcia – 88 pontos
2 – Maurício Fernandes – 86 pontos
3 – Fábio Bizarria – 81 pontos

Categoria E50
1 – Daniel dos Reis – 77 pontos
2 – Washington da Silva – 70 pontos
3 – Marcos Benvenutti – 67 pontos

Categoria E4 230
1 – Fernando Pereira – 97 pontos
2 – Flávio Volpi – 89 pontos
3 – Agenor Varela – 42 pontos

Categoria EA
1 – Juliano Wilgen – 97 pontos
2 – Felipe Schwantz – 82 pontos
3 – Diego Schneider – 40 pontos

EFeminina
1 – Bárbara Neves – 50 pontos
2 – Tainá Aguiar – 42 pontos
3 – Beatriz Miozzo – 22 pontos

Categoria Youth
1 – Leonardo Kauffmann – 50 pontos
2 – Vinicius aguilar – 42 pontos
3 – Bruno Massa – 37 pontos

-Informações e imagens: divulgação-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *