Brasileiro de Rally Baja

O Rally Serra Azul, sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Baja, não começou bem para o piloto Gabriel Varela (Divino Fogão/Can-Am/Blindarte). Na disputa do dia 18/10, na região de Itupeva, a 70 quilômetros da capital paulista, o seu Quadriciclo foi totalmente consumido por um incêndio durante a competição.

“Foi um susto enorme. O Quadri começou a pegar fogo do nada, na região do tanque de combustível. Na hora que o motor apagou, subiu uma labareda enorme que me envolveu. Felizmente consegui pular e não me machuquei”, comentou o líder isolado dos Campeonatos Brasileiros de Rally Cross Country e do Rally Baja.

Como um competidor de ponta, Gabriel Varela ficou mais preocupado com o seu equipamento e a falta de resultado, do que sua integridade física. “Eu estou inteiro, mas infelizmente o meu Can-Am Renegade, que estava muito bom e competitivo, ficou completamente destruído”, lamentou.

O rally tem continuidade neste domingo (19/10), quando os competidores disputarão mais uma Especial de 90,14 quilômetros, terminando com Super Prime em um circuito de 20,71 quilômetros de extensão ao lado do Shopping Serra Azul (Rodovia dos Bandeirantes km 72).

“Fiquei sem marcar pontos hoje e vou ter que descartar este resultado. Então, amanhã (domingo) vou correr com o meu Quadri reserva, para tentar continuar na briga pelo título”, encerrou o piloto da Divino Fogão/Can-Am/Blindarte.

Os resultados de Varela na competição

Depois de dois dias muito duros por causa do clima seco e de extremo calor na região de Itupeva (SP), enfrentando cerca de 90 quilômetros de trilhas com desafios bem variados, e mais dois Super Primes de 20 quilômetros em cada dia, a “Família da Poeira” terminou no último final de semana (18 e 19/10) contabilizando problemas técnicos, com performances consistentes.

Bruno Varela (Divino Fogão/Blindarte) fez a sua estreia nos UTV e espantou com a sua velocidade, o irmão do meio Gabriel Varela (Divino Fogão/Can-Am/Blindarte) sustentou a liderança do Brasileiro de Rally Baja, enquanto o primogênito do campeoníssimo Reinaldo Varela, Rodrigo (Divino Fogão/Can-Am/Bike Box/Blindarte) enfrentou problemas.

Fazendo sua estreia na modalidade UTV, pela categoria Production – com equipamento original -, a intenção de Bruno Varela é preparar-se para a temporada 2015. No entanto, o seu desempenho em sua primeira competição oficial já o coloca como um protagonista, digno da tradição e competência familiar.

“Eu gostei bastante. No primeiro dia eu estava entre os quatro primeiros na Geral dos UTVs e quebrei quando buscava os ponteiros. À tarde, no Super Prime, fiquei em segundo, só uns seis segundos atrás do experiente Nuno Fojo, que é o líder do Brasileiro na Super Production”, contou animado. “No domingo fui segundo na Geral dos UTVs, atrás só do Zé Hélio. Foi um dia bem legal, rápido, e se não tivesse largado atrás, fazendo ultrapassagens e pegando muita poeira, poderia ter brigado pela vitória”, comemorou o piloto de apenas 18 anos de idade.

Líder dos Campeonatos Brasileiros de Rally Cross Country e Baja, Gabriel Varela enfrentou um incêndio em seu Quadriciclo titular no começo do primeiro dia, mas se recuperou bem no domingo, mesmo andando com equipamento reserva.

“No fim, não deixa de ser um bom resultado. Consegui andar bem no segundo dia e terminei em terceiro, com o meu quadriciclo reserva, que não tem o mesmo nível do meu Can-Am Renegade oficial. Foi uma pena eu ter tido um susto bem grande no sábado e perder um Quadri muito bom , mas bola pra frente, continuamos na liderança do Brasileiro de Baja”, assegura Gabriel Varela.

Apesar de não ter alcançado os resultados que planejava, Rodrigo Varela saiu do Rally Serra Azul com o lucro de ter reassumido a vice-liderança do Campeonato Brasileiro de Rally Baja na categoria UTV Super Production.

“No primeiro dia tive um problema técnico e abandonei. E hoje (domingo), infelizmente tive um pneu furado no começo da Especial, que me atrasou muito. De qualquer maneira, o resultado foi suficiente para me colocar de volta na brigar pela ponta do campeonato nas próximas provas”, disse aliviado.

A próxima etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Baja será o Rally Rota Sudeste, de 16 a 18 de novembro em Lençóis Paulista, interior de São Paulo.

-Imagens e informações: divulgação-

Um comentário em “Brasileiro de Rally Baja

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *