CBR 1000 RR-R Fireblade 2020

São Paulo (SP) – A Honda mostra, no Salão de Milão, que abre para o público na quarta-feira (07), a nova CBR 1000RR-R Fireblace 2020, ainda mais esportiva. Baseada nos modelos de pista da montadora japonesa, a versão europeia adaptada ao Euro5 apresentada na Itália tem 217,5 cv a 14.500 rpm e o torque máximo de 11,5 kgf.m a 12.500. O peso em ordem de marcha é de 201 quilos. A RR-R vai concorrer, no mundo das superesportivas, com a nova Yamaha YZF-R!, a a BMW S 1000 RR e a Ducati Panigale V4. A RR-R será utilizada no Mundial de Superbike 2020, com o piloto Alvaro Bautista.

Entre as principais características do motor de curso curto, destaca-se o uso de tecnologias de baixo atrito e consumo eficiente, com bielas de titânio e pistões de alumínio forjado. O controle de torque que a Honda chama de HSTC foi aprimorado, juntamente com o controle de partida, o controle de potência e o freio do motor e o controle “wheelie”.

As entradas de ar da carenagem foram usadas especialmente para alimentar diretamente a caixa do filtro de ar. O sistema de escape 4-2-1 que foi desenvolvido em conjunto com a Akrapovic. Para cumprir o Euro 5, a Honda teve que aumentar o tamanho do catalisador. Por sua vez, a Akrapovic fez um silenciador de titânio, muito pequeno e bastante leve. A posição desse elemento foi estudada para favorecer a centralização da massa da motocicleta, diz a montadora.

O peso inercial do motor foi reduzido em 75% e o atrito também graças ao uso de uma tecnologia nos lóbulos das câmeras DLC (Diamond Like Carbon) que também são usadas no RC 213V-S. Dentro do motor, o aumento de temperatura dos pistões é controlado com um sistema que pulveriza o óleo de refrigeração em várias direções em cada ciclo, um sistema que é controlado em baixas rotações para limitar a perda de pressão do óleo e reduzir o atrito.

A eletrônica, comandada por uma unidade de medida inercial de seis eixos (IMU), intervém nas suspensões dianteira e traseira do Showa e no amortecedor de direção com três níveis de intervenção. Os modos de condução são três por padrão, mas totalmente configuráveis em potência de cinco níveis, freio de motor de três níveis e controle anti-wheelie, também com três níveis. O controle de torque possui três níveis de intervenção que são ajustados com o controle deslizante da motocicleta. Além disso, o Honda Fireblade 2020 tem controle de arrancada.

A unidade de medição inercial também é usada para a intervenção do ABS em dois níveis. Os freios dianteiros são Nissin radiais com pinças de quatro pistões e discos de 330 mm de diâmetro.

Leia também:
+ Teste Harley-Davidson Iron 1200
+ Kawasaki lança, no Japão, a Z H2, nova naked com Supercharger
+ Ducati apresenta a Streetfighter V4, na Itália
+ Linha 2020 Harley-Davidson com três novos modelos
+ KTM anuncia que vai participar do Salão Duas Rodas 2019
+ Mundial de motovelocidade MotoGP anuncia volta ao Brasil em 2022
+ Teste Kawasaki Z900 RS e o resgate do prazer de pilotar

O chassi, é uma estrutura de alumínio tipo diamante que usa a parte traseira do motor como elemento estrutural. O braço oscilante é mais longo e também é inspirado no Honda RC 213V-S para Foi encontrar equilíbrio entre distribuição de peso e rigidez. A suspensão dianteira é um Showa BPF (garfo de pistão grande) com barras de 43 mm de diâmetro e ajustável eletronicamente em três níveis. Atrás, amortecedor Showa totalmente ajustável.

Na carenagem, ailerons (asas) que foram desenvolvidos no Campeonato Mundial de MotoGP e que estabilizarão moto nos suportes de frenagem e curva, informa a montadora. No painel, tela TFT com uma tela de cinco polegadas serve como um painel de instrumentos totalmente personalizável.

Versão SP

Na versão top de linha “SP”, o garfo Showa dá lugar ao Öhlins NPX com barras de 43 mm dm diâmetro e o amortecedor traseiro é o Öhlins TTX36 Smart-EC. Essas novas suspensões da oferecem ajustes mais precisos na frente e na traseira e podem ser configurados independentemente das configurações padrão e armazenar três modos individuais.

-Informações e imagens: divulgação-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *