Ducati Streetfighter V4

São Paulo (SP) – A Ducati apresentou a versão comercial de seu novo modelo Streetfighter V4. O lançamento aconteceu na avant-première dos modelos 2020, em Rimini, na Itália. No evento, também foram apresentadas as novas versões da Panigale V2 e V4, Multistrada 1260 S Grand Tour e ainda a Scrambler Icon Dark.

Estrela da apresentação, a Streetfighter V4 é uma variação da recém-lançada superdesportiva Panigale V4. Em duas versões, básica e S, tem o motor V4 Desmosedici Stradale com 1103 cc que rende 208 cv a 12.750 rpm e 12,5 kgf.m a 11.500 rpm e pacote aerodinâmico derivado de MotoGP, com o uso das asas que geram até 28 kg de pressão contra o solo a 270 km/h distribuídos em 20 kg no eixo dianteiro e 8 kg no eixo traseiro.

Na eletrônica, os modelos contam com como modos de pilotagem, controles de tração, largada, wheelie, slide, freio-motor, quickshifter bidirecional e ABS para curvas.Em relação à versão básica, a Streetfighter V4 S tem rodas forjadas Marchesini e suspensões eletrônicas da Öhlins, a Smart EC02.

Leia também:
+ Linha 2020 Harley-Davidson com três novos modelos
+ KTM anuncia que vai participar do Salão Duas Rodas 2019
+ Mundial de motovelocidade MotoGP anuncia volta ao Brasil em 2022
+ Teste Kawasaki Z900 RS e o resgate do prazer de pilotar
+ Recall BMW para G 310R e G 310S
+ Yamaha MT-03 modelo 2020 apresentada na Europa
+ Recall Ninja 400
+ Honda CB 250F Twister 2020 somente com novas cores

Disponível a partir de março do próximo ano, a Streetfighter V4 e V4 S pode ser equipada com uma série de acessórios Ducati Performance. Com escapamento Akrapovic “Slip-on”, por exemplo, a potência sobe para os 216 cv e o peso cai 4 kg. Se optar pelo Akrapovic completo em titânio, a potência vai para 220 cv, e o peso em comparação com a moto de série baixa em 6 kg.

Atualizações

A Panigale V4 passa a ter, em todas as versões, o pacote aerodinâmico da R para uso em circuito fechados com asas laterais e alterações na largura, nariz, bolha e canalização de ar para o radiador melhorando o fluxo nas altas velocidades.

A V2 é agora o novo nome da Panigale 959 que passa a ser a moto de entrada da linha. Tem nova carenagem que lembra a V4, monobraço traseiro e ponteira única centralizada. Conta agora com central inercial (IMU) e o motor de 955cc rende 155cv a 10.750 rpm e 10,6 kgf.m a 9.000 rpm.

-Informações e imagens: divulgação-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *