ERB 1190 SX

A Erik Buell Racing dos Estados Unidos acaba de divulgar as primeiras imagens de seu modelo “Street Fighter”, a ERB 1190 SX 2015. É a versão naked da marca derivada da sua superbike EBR 1190 RX. No mercado norte-americano, especula-se que a SX deve ter o mesmo motor que a superbike mas “suavizado” para utilização também urbana com médias e baixas rotações.

Devem permanecer as mesmas configurações de chassi, suspensões e freios. O preço da naked, nos EUA, deve girar em torno de US$ 17.000. O motor das da super EBR 1190 RX é um bicilíndrico em “V” refrigerado a líquido com câmbio de seis velocidades. O tanque tem capacidade para 17,1 litros.

Leia também:
+ Para colecionadores: 1199 Panigale S Senna
+ Linha Hypermotard chega no Brasil
+ Panigale 899 chega no segundo semestre de 2014

As suspensões são da Showa com garfo invertido e monoamortecedor traseiro. As rodas são de 17 polegadas de alumínio, o freio dianteiro com o característico da marca disco de 386 mm com pinça de oito pistões e o disco traseiro é de 220 mm com pinça de dois pistões.

O quadro é em alumínio e os pneus Pirelli Diablo Rosso Corsa 120/70 ZR e 190/55 ZR. A altura do assento da RX é de 826 mm. O peso (seco) da SX 2015, sem as carenagens da irmã superesportiva deverá ficar em 180 Kg.

-Imagens: divulgação-

7 comentários em “ERB 1190 SX

  1. Não só a respeito das rodas (o desenho é semelhante das F4 agusta, referi-me da série oro),mas do desenho em geral, o meu questionamento foi em relação ao design. Os fabricantes de motos americanas costumam ou inovarem bastante, ou manterem tradições no desenho em geral.A minha sugestão do desenho das V-road, foi questão de gosto particular, e das rodas, MUITO parecidas.Talvez eu tenha sido deselegante em criticar,e realmente não foi essa a intenção.Agora, o farol minicarenado ficou muito louco,estilo alienígena do Plymouth Prowler.Tem seus méritos, claro.

  2. Na verdade essas rodas nada tem a ver com as da MV Agusta, elas tem 3 “A” de cada lado e tem o centro “oco”. Devem ser mais leves também que as da MV pois pelo menos as rodas da 1190 RS eram de magnésio.

  3. O estilo street fighter (alguns países chamam também de dog fight) se vêem também nas ducatis.Vê-se algumas esportivas e streets personalizadas nesse estilo, o que eu acho fantástico. Poderiam lançar nos modelos de baixa cilindrada, para caber no bolso do brasileiro.Sucesso na certa.Que esse modelo EBR é bonito, afirmativo. Mas talvez contrariando, a buell, por ser americana; poderia tendenciar num desenho de tanque-chassis-rabeta num visual que lembre as v-road, e não imitar a essência racing(lembra outras fabricantes, mas nada a ver com motocicletas americanas).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *