Honda sobe para oitavo lugar no ranking de venda de maxitrail

São Paulo (SP) – A Honda passou de nono para oitavo lugar no ranking de emplacamentos maxtrail com o modelo CRV 1100 Africa Twin, em agosto, ante julho desse ano. A subida na posição acontece mesmo com a montadora japonesa vendendo menos motos do modelo (95 em julho e 73 em agosto) já que motos de outras montadoras também tiveram queda nos emplacamentos, segundo dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) divulgados hoje (02/09). Segue líder no ranking de maxtrail a BMW com o modelo R 1250 GS que emplacou 563 unidades em julho e 589 em agosto. A BMW mantém a liderança com acumulados 3.285 unidades emplacadas em 2021 ou 30,82% do mercado de grandes motos para longas viagens.

Dos dez modelos listados pela Fenabrave no ranking, somente a BMW e a Triumph registraram alta nos emplacamentos no mês passado. A montadora inglesa, com a Tiger 1200 vendeu 10 unidades em julho e 15 em agosto registrando 203 unidades no acumulado de 2021 com 1,90% do mercado de maxtrail. Com esses números, aparece em décimo lugar no ranking de agosto. A nona colocação da Honda, que importa a CRF do Japão para vender no mercado brasileiro, marca o registro de 240 unidades emplacadas ou 2,25% dos emplacamentos.

Os emplacamentos de modelos maxtrail registraram ligeira queda, segundo o levantamento da Fenabrave. Foram 1.677 unidades em julho ante 1.650 em agosto. No geral, as vendas de motos registraram alta de 7% em agosto, na comparação com o mesmo período do ano passado. No total, foram vendidas 102,7 mil unidades. Isso, no entanto, aponta para uma redução de 8,8% ante de julho. No acumulado, as vendas de motos cresceram 37,9%, somando 732,6 mil unidades emplacadas. A Honda é líder do mercado com 75,4% dos emplacamentos, seguida por Yamaha (18,1%). Isso se repete há anos no mercado brasileiro de motocicletas.

Leia também
+ Honda descarta geração 160cc da PCX para 2022 e reajusta preços, no Brasil
+ Triumph anuncia nova Crossover Tiger Sport 660
+ Trail bicilíndrica Voge 500DSX é lançada na Europa
+ BMW G 310 GS 2022 com acelerador eletrônico
+ Dia Nacional do Motociclista: habilitados somam 33,9 milhões
+ Consórcio BMW tem dois novos planos
+ Scooter Dafra/SYM Cruisym 150, em agosto, por R$ 14.490 com frete incluso

De acordo com o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, as vendas seguem aquecidas apesar das quedas no comparativo entre meses já que há falta de produtos problemas na produção nas fábricas instaladas no Polo Industrial de Manaus (AM) com a pandemia e falta de insumos. “Atualmente, o agendamento da entrega de motocicletas novas está entre 40 e 50 dias.”

-Informações e imagens: MotoMovimento-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *