Italiano leva a SuperBike Pro

O italiano Sebastiano Zerbo (# 81), da Squadra Ducati Ribeirão, disparou na liderança da categoria SuperBike Pro no SuperBike Series Brasil, a maior competição de motovelocidade da América Latina. Neste domingo (4), no Autódromo de em Interlagos, ele venceu a segunda prova consecutiva na temporada.

“Estou muito feliz com a o resultado. Foi uma prova muito difícil. Uma grande corrida. Gostaria muito de agradecer a Ducati e aos meus mecânicos”, diz o piloto, que travou um duelo acirrado com o atual campeão Maico Teixeira (#36), da Equipe Honda Mobil. Ele conseguiu fazer a ultrapassagem sobre o concorrente na penúltima volta e se manteve na ponta até cruzar a linha de chegada.

Leia também:
+ Francês vence Moto 1000 GP

Maico, que havia feito a pole e que andou grande parte na liderança, até tentou recuperar a primeira colocação no fim da prova, mas preferiu não arriscar. “Não consegui encostar na última volta e então pensei no campeonato. Resolvi não forçar muito, pois poderia cair. Agora vamos nos preparar para a próxima corrida e buscar a recuperação”, declara o gaúcho.

José Luiz Cachorrão (#51), da Equipe Honda Mobil, ficou com a terceira colocação, seguido por Bruno Corano (#34), da ELF Monster Energy Kawasaki SuperBike Team, que venceu embate com Massao Nishimoto (#41), da Dynel’s, o quinto colocado.

Um dos grandes momentos da corrida foi o bote da piloto Sabrina Paiuta (#8), da Mobil Ituran Racing. De sexta colocada no grid, ela pulou para ponta após a largada, na entrada do S do Senna. Depois de diversos pegas, acabou na sexta posição. “Eu vim do motocross, modalidade em que largar bem é essencial, e treino muito esse procedimento”, conta.

Na subcategoria Pro Estreante, Sabrina foi ao lugar mais alto, seguida por Andre Paiato (#444), da Paiato Racing. Joãozinho Sobreira (#113), da Mobil Ituran Racing, foi o terceiro colocado.

Na categoria Pro Amador, o primeiro colocado foi Beto Van Cleef (#62), da Mobil Ituran Racing. “Eu vinha de uma série de corridas infelizes e hoje fiz uma prova perfeita”, afirma o piloto, que caiu na primeira etapa. O segundo colocado foi Ricardo Negretto (#38), da Sapienza Racing. Marcelo Skaf (#177), da MotoSchool Racing Team, ficou em terceiro, Adriano Nogueira (#10), da Biker’s Racing Team/Citron, foi o quarto e Claudio Linares Jr. (#128), da Misano, foi o quinto.

Na Pro Master, o vencedor foi Mauro Beni (#44), da Solo Moto. “Foi uma prova muito difícil. Por isso, estou satisfeito com o resultado”, afirmou. O segundo foi Elson Tenebra (#2), da Rota K/Econs/Vaz.

O SuperBike Series Brasil tem Patrocínio Silver Honda, ELF e Pirelli. Patrocínio Bronze Premium de Kawasaki, Ducati e MotoSchool. Patrocínio Bronze de Shark, Diafrag, Alpinestars e Tutto Moto.

Veja a competição da Honda CBR 500R

-Imagens: Carol Coelho/Imagem divulgação-
-Vídeo: divulgação-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *