Marc Coma reage e vence quinta etapa

Considerado o principal candidato ao título das motos no Rally Dakar 2015, o espanhol Marc Coma, da KTM, finalmente mostrou a que veio. Depois de dois segundos lugares nas últimas duas especiais, o tetracampeão da prova (2014, 2011, 2009 e 2006) saiu com a vitória nesta quinta-feira (8), na etapa realizada entre as cidades chilenas de Copiapó e Antofagasta. Coma foi o mais rápido no trecho cronometrado de 458 quilômetros com o tempo de 4h38min16s, 2min16s sobre o compatriota Joan Barreda, da Honda, que lidera a categoria na classificação geral.

A vitória veio em ótima hora para o atual campeão, que diminuiu em dois minutos a vantagem de Barreda na corrida contra o relógio até Buenos Aires (ARG), que recebe a chegada da competição no dia 17. Com oito etapas ainda a serem disputadas, incluindo duas etapas maratona, nas quais os competidores não podem ter assistência externa na manutenção dos equipamentos, o piloto da equipe austríaca precisa tirar uma diferença de 10min33s para o rival. Já o ponteiro da Honda, que busca o inédito troféu, se recuperou ao longo do dia, terminou em segundo e manteve boa distância sobre os concorrentes. “Foi um dia muito difícil. Havia muita areia fina e não conseguíamos ver as pedras. Não foi confortável pilotar. Mas estou muito feliz como o dia terminou”, afirma o piloto da KTM.

Coma foi o primeiro colocado na quinta etapa, mas ela quase ficou com outros dois pilotos, que tiveram bons momentos e chegaram a liderar alguns pontos de passagem: o chileno Pablo Quintanilha e o eslovaco Stefan Svitko, ambos com moto KTM. O sul-americano terminou em terceiro, seguido do europeu. A quinta posição foi do português Paulo Gonçalves, da Honda, que está em terceiro no geral.

Leia também:
+ Marc Coma é favorito no Dakar
+ Mulheres no Rally Dakar
+ Começam as etapas finais do Dakar
+ Na décima etapa, Dakar retorna à Argentina
+ Dakar: Honda domina nona etapa
+ Dakar no maior deserto de sal do mundo
+ Sétima especial chegou à Bolívia
+ Outro português levou a sexta etapa
+ Coma reage e vence a quinta etapa
+ Rally Dakar: espanhol amplia vantagem
+ Estreante vence no terceiro dia
+ Polonês foi encontrado morto no trecho cronometrado da terceira etapa
+ Segundo dia tem vitória do espanhol Joan Barreda
+ Rally Dakar começa na Argentina

Participando pela 17ª vez da maior competição off-road do planeta, o brasileiro Jean Azevedo segue firme em busca de completar mais uma edição da prova. O piloto da Honda South America Rally Team terminou o dia em 37º. Na classificação geral, ele ganhou uma posição e agora é o 28º, 2h37min37s atrás de Barreda.

Sexta etapa

Os participantes subirão nesta sexta-feira (9) à Costa do Pacífico até desembarcarem em Iquique, ainda no Chile. Os competidores das motos terão um percurso de 688 km, sendo 319 km de trechos cronometrados.

Resultados (extraoficiais) – 5ª etapa do Dakar – Motos

1º Marc Coma (ESP) #1 (KTM) 4h38min16s
2º Joan Barreda (ESP) #2 (Honda) +2min16s
3º Pablo Quintanilla (CHI) #31 (KTM) +2min40s
4º Stefan Svitko (SVK) #18 (KTM) +3min54s
5º Paulo Gonçalves (POR) #7 (Honda) +4min37s
37º Jean Azevedo (BRA) #24 (Honda) +51min31s

Resultados (extraoficiais) – Classificação geral do Dakar após cinco etapas – Motos

1º Joan Barreda (ESP) #2 (Honda) 17h51min05s
2º Marc Coma (ESP) #1 (KTM) +10min33s
3º Paulo Gonçalves (POR) #7 (Honda) +22min50s
4º Pablo Quintanilla (CHI) #31 (KTM) +31min06s
5º Jordi Viladoms (ESP) #4 (KTM) +36min23s
28º Jean Azevedo (BRA) #24 (Honda) +2h37min37s

Quadriciclo

O polonês Rafal Sonik disparou nesta quinta-feira (8) a liderança nos quadriciclos do Rally Dakar 2015 ao vencer a quinta etapa da competição, que saiu de Copiapó rumo a Antofagasta, no Chile. O europeu dominou a especial de 458 quilômetros ao finalizá-la com o tempo de 5h47min46s e ainda ampliou sua vantagem na ponta da classificação geral. Ele possui mais de 24 minutos de distância sobre o chileno e atual campeão Ignacio Casale, que terminou o dia em segundo, 10min atrás do vencedor.

Com três vitórias em cinco etapas disputadas até o momento, Rafal desponta como o principal candidato ao primeiro lugar do pódio, em Buenos Aires (ARG). Ainda mais com alguns rivais tendo problemas neste início de competição, como o próprio Casale, o argentino Lucas Bonetto e o catari Mohammed Abu-Issa, este último que teve seu motor quebrado nesta tarde.

O terceiro mais rápido do dia foi o argentino Jeremias Gonzalez Ferioli, seguido do uruguaio Sergio Lafuente, que segue uma prova de superação após ter constatado uma luxação no dedo polegar. Já o estreante André Suguita, do Brasil, continua de forma serena sua meta, que é completar o rali. E hoje acabou em 26º. O piloto que utiliza um Can-Am é o 21º colocado no geral.

Sexta etapa

Os participantes dos quadriciclos continuam no Chile e chegam nesta sexta-feira (9) a Iquique. Eles terão pela frente uma rota de 640 km, sendo 318 km de trechos cronometrados.

Resultados (extraoficiais) – 5ª etapa do Dakar – Quadriciclos

1º Rafal Sonik (POL) #251 (Yamaha) 5h47min46s
2º Ignacio Casale (CHI) #250 (Yamaha) +10min51s
3º Jeremias Gonzalez Ferioli (ARG) #261 (Yamaha) +21min41s
4º Sergio Lafuente (URU) #252 (Yamaha) +22min31s
5º Victor Gallegos Lozic (CHI) #254 (Honda) +30min36s
26º André Suguita (BRA) #295 (Can-Am) +3h48min49s

Resultados (extraoficiais) – Classificação geral do Dakar após cinco etapas – Quadriciclos

1º Rafal Sonik (POL) #251 (Yamaha) 21h52min41s
2º Ignacio Casale (CHI) #250 (Yamaha) +24min23s
3º Sergio Lafuente (URU) #252 (Yamaha) +26min20s
4º Jeremias Gonzalez Ferioli (ARG) #261 (Yamaha) +1h30min07s
5º Pablo Copetti (ARG) #272 (Yamaha) +1h42min59s
21º André Suguita (BRA) #295 (Can-Am) +9h42min06s

-Imagens e informações: divulgação-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *