Morte no Rally Dakar

O piloto polonês Michal Hernik, de 39 anos, foi encontrado morto no trecho cronometrado da terceira etapa do Rally Dakar 2015, nesta terça-feira (6), entre San Juan e Chilecito, na Argentina, na altura do km 206. As causas do acidente ainda são desconhecidas, já que o competidor não apresentava ferimento.

A organização constatou às 14h37 a perda do sinal do Iritrack, pequeno equipamento instalado em todos os veículos que envia todas as informações para a organização, e foi informada às 15h16 de que Michal não havia cruzado a linha de chegada. Com isso, foi decidido sair em busca do piloto às 15h23. Um helicóptero médico localizou o piloto a 300 metros da pista às 16h03.

Leia também:
+ Marc Coma é favorito no Dakar
+ Mulheres no Rally Dakar
+ Começam as etapas finais do Dakar
+ Na décima etapa, Dakar retorna à Argentina
+ Dakar: Honda domina nona etapa
+ Dakar no maior deserto de sal do mundo
+ Sétima especial chegou à Bolívia
+ Outro português levou a sexta etapa
+ Coma reage e vence a quinta etapa
+ Rally Dakar: espanhol amplia vantagem
+ Estreante vence no terceiro dia
+ Segundo dia tem vitória do espanhol Joan Barreda
+ Rally Dakar começa na Argentina

Michal Hernik era estreante no Dakar e ocupava a 84ª colocação na classificação geral da categoria Motos. Ele correu em 2014 o rali Abu Dhabi Desert Challenge, nos Emirados Árabes, e também o Rally do Marrocos, em 2013.

Esta é a quinta vítima mortal do Dakar desde que se mudou para a América do Sul e a 24ª morte na história da competição.

-Imagens: divulgação

Um comentário em “Morte no Rally Dakar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *