Nova YZF-R1 2015

A Yamaha lançou a nova YZF-R1 2015 pouco antes da abertura do Salão de Milão e horas depois da Ducati apresentar a Panigali 1299. A superesportiva da montadora japonesa tem novo motor quatro cilindros de 998 cm³, que gera 200 cv em 179 quilos de peso total. O motor é totalmente novo e foi projetado para ser o mais leve possível, com bielas feitas de titânio e pistões de alumínio forjado.

A distância entre eixos também foi reduzida e tem agora 1,40 m. Além disso recebeu freios ABS. “Essa moto é o mais próximo possível que se pode chegar da M1”, disse Valentino Rossi, piloto nove vezes campeão mundial de motovelocidade e piloto da marca na apresentação do novo modelo, que foi transmitida ao vivo na internet.

Leia também:
+ Ducati apresenta a Panigale 1299 em Milão
+ Ninja H2 tem 210 cavalos e velocidade limitada a 299 km/h
+ Protótipo Honda RC213V-S: da pista para as ruas
+ BMW lança modelo de turismo da linha 4 cilindros e 999 cc

A R1 tem uma versão limitada denominada YZF-R1M com carenagens em fibra de carbono e outros elementos eletrônicos a mais que a versão básica, que chega em março de 2015 na Europa por 16 mil euros, podendo chegar a 25 mil euros, cerca de R$ 78 mil.

A montadora optou por LEDs no sistema de iluminação e nos retrovisores. Chama a atenção ainda a ausência do farol abaixo da bolha – ele está “escondido” abaixo dela.

Eletrônica

– Sistema de sensores, derivado da tecnologia de MotoGP, que permite que o piloto tenha todos os dados relativos a todos os aspectos do comportamento da moto.

– Sistema de Controle de slides (SCS): permite limitar o movimento lateral da roda traseira, ajustando a inclinação quando a unidade de controle detecta uma derrapagem.

– Sistema de Controle de elevação (LIF) controla o levantamento da roda da frente durante a aceleração.

– Sistema de Controle (LCS) que limita a velocidade do motor abaixo de 10.000 giros, mesmo em plena aceleração.

– Sistema de Deslocamento Rápido (QSS) que detecta quando o piloto troca a marcha e envia um pulso para a unidade de controle para tornar as mudanças mais rápidas e suaves.

– Seleção do modo de energia (PWR) com quatro mapeamentos diferentes que regulam a abertura do acelerador.

– Sistema Yamaha Ride Control (YRC): controles eletrônicos agrupados em quatro níveis dependendo do estilo de condução do piloto e as condições da pista.

Vídeo promocional da R1

Vídeo do estande da Yamaha

Veja ainda: as garotas de EICMA

-Imagens e vídeo: divulgação-

2 comentários em “Nova YZF-R1 2015

  1. Considero a Yamaha R1, a minha preferida moto esportiva. Uns falam que falta motor, outros dizem que a ciclística da outra, é melhor nas entradas rápidas de curva, e esta outra, oferece rede de concessionárias no território brasileiro. A R1 me agrada pela polivalência geral, e a maioria dos proprietários concordam comigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *