Paton volta ao mecado

A pequena montadora italiana de motocicletas para pistas de motovelocidade Paton apresentou, no Salão de Milão, Itália, seu protótipo para uso em ruas e estradas, o S1. A conceito é o retorno ao mercado de motos de rua da marca depois de 55 anos. Tem quatro modelos: O Standart parte de 16 mil euros, enquanto o Classic TT começa por 18.500. O PEP Memorial parte de 21 mil euros e a top 1 Factory Signature 23 mil euros.

A ideia, segundo Roberto Pattoni, filho do fundador e atual proprietário da marca, é aliar o estilo retrô com modernidade nas características técnicas. Tem chassi tubular, suspensões Öhlins e freios a disco. O protótipo aguarda a homologação de regulamentações europeias para o início da produção comercial.

Leia também:
+ Ducati apresenta a Panigale 1299 em Milão
+ Nova YZF-R1 2015 tem 200 cavalos e 179 quilos
+ Ninja H2 tem 210 cavalos e velocidade limitada a 299 km/h
+ Protótipo Honda RC213V-S: da pista para as ruas
+ BMW lança modelo de turismo da linha 4 cilindros e 999 cc

A Paton S1 tem motor Kawasaki de dois cilindros, 649 cm3 de 53 cv de potência máxima a 8.500 rpm e torque máximo de 64 Nm a 7.000 rpm. Recebeu pneu dianteiro 120/70 R17 e traseiro 160/60 R17. O peso seco é de 158 kg com capacidade do tanque de 16 litros. A velocidade máxima declarada é de 215 km/h com aceleração de 0 a 100 km/h em 3,9 segundos.

-Imagens: divulgação-

Um comentário em “Paton volta ao mecado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *