Rally Dakar: espanhol amplia vantagem

O Rally Dakar 2015 chegou nesta quarta-feira (7) ao Chile com o espanhol Joan Barreda dominando as ações na categoria motos. O piloto da Team HRC venceu de forma consistente a quarta etapa, que saiu de Chilecito, na Argentina, e com destino à cidade chilena de Copiapó, após 909 quilômetros rodados pela Cordilheira dos Andes e Deserto do Atacama, sendo 315 km de trechos cronometrados. Ele completou o trajeto em 3h27min28s, quase dois minutos de vantagem sobre o tetracampeão Marc Coma, segundo colocado do dia.

A segunda vitória de Barreda na 37ª edição da prova deu ao piloto Honda uma folga ainda maior na classificação geral. Ele possui 12min49s de diferença para o compatriota Coma, que ganhou a vice-liderança após imprimir ritmo forte na especial e ver seus rivais Paulo Gonçalves (POR) e Matthias Walkner (AUT), vencedor da etapa anterior, perderem minutos durante o trajeto e terminarem o dia em 12º e 21º, respectivamente. “Estou encantado. A primeira parte da especial foi muito rápida e o trecho era muito complicado. O Marc estava no caminho e foi muito difícil alcançá-lo. Consegui no km 100 e mantive um ritmo sólido. Pegamos as dunas e uma navegação bastante difícil. Terminamos a especial praticamente juntos”, conta Barreda.

Quem se deu muito bem enfrentando a especial que foi finalizada nas dunas do Atacama, em 40 quilômetros de muita areia e que exigiu atenção redobrada dos competidores, foi Laia Sanz. A espanhola da Honda conseguiu o oitavo lugar, excelente resultado para uma mulher no Dakar. Ela ocupa a 12ª colocação após quatro dias de provas.

Leia também:
+ Marc Coma é favorito no Dakar
+ Mulheres no Rally Dakar
+ Começam as etapas finais do Dakar
+ Na décima etapa, Dakar retorna à Argentina
+ Dakar: Honda domina nona etapa
+ Dakar no maior deserto de sal do mundo
+ Sétima especial chegou à Bolívia
+ Outro português levou a sexta etapa
+ Coma reage e vence a quinta etapa
+ Estreante vence no terceiro dia
+ Polonês foi encontrado morto no trecho cronometrado da terceira etapa
+ Segundo dia tem vitória do espanhol Joan Barreda
+ Rally Dakar começa na Argentina

O brasileiro Jean Azevedo, que durante o dia andou entre os 20 primeiros, completou em 27º, 27min53s de diferença para Barreda. Na classificação geral, o piloto da Honda South America Rally Team ocupa a 29ª colocação. “Mais da metade do trecho era de estrada de terra, com cascalho, e muitas pedras. Estava bem perigoso e devido à poeira era difícil forçar a ultrapassagem. Nos quilômetros finais, areia e dunas. Elas formam uma quina no topo e tinham descida de mais de 100 metros”, conta Jean.

Quinta etapa

Nesta quinta-feira (8), a competição deixa Copiapó rumo a Antofagasta, no Chile. Serão 632 km, sendo 458 km de trechos cronometrados. Esta é a primeira especial desta edição igual para todas as categorias.

Resultados (extraoficiais) – 4ª etapa do Dakar – Motos

1º Joan Barreda (ESP) #2 (Honda) 3h27min28s
2º Marc Coma (ESP) #1 (KTM) +1min59s
3º Pablo Quintanilla (CHI) #31 (KTM) +2min49s
4º Jordi Viladoms (ESP) #4 (KTM) +10min44s
5º Ruben Faria (POR) #11 (KTM) +10min55s
27º Jean Azevedo (BRA) #24 (Honda) +27min53s

Resultados (extraoficiais) – Classificação geral do Dakar após quatro etapas – Motos

1º Joan Barreda (ESP) #2 (Honda) 13h10min33s
2º Marc Coma (ESP) #1 (KTM) +12min49s
3º Paulo Gonçalves (POR) #7 (Honda) +20min29s
4º Ruben Faria (POR) #11 (KTM) +23min05s
5º Jordi Viladoms (ESP) #4 (KTM) +24min51s
29º Jean Azevedo (BRA) #24 (Honda) +1h48min22s

Quadriciclo

Até o momento, Rafal Sonik vem fazendo um Raly Dakar bastante consistente. Mesmo após sofrer punição de 15 minutos por excesso de velocidade na segunda etapa e despencar para a quarta posição, o polonês vem dando um verdadeiro show e já voltou a liderar. Nesta quarta-feira (7), Sonik foi bastante superior aos rivais e terminou o trecho cronometrado de 315 quilômetros, de Chilecito (ARG) a Copiapó (CHI), em 4h11min35s.

O único com tempo próximo ao do polonês foi do chileno Ignacio Casale, com 4h15min1s, que permanece na terceira colocação. Por outro lado, o catari Mohammed Abu-Issa, terceiro colocado do dia, ficou mais de 13 minutos atrás do líder.

Na quarta posição aparece o uruguaio Sergio Lafuente, que era primeiro da classificação até então. Entretanto, por ter ficado 13min54s atrás de Sonik, ele acabou vendo o rival ultrapassá-lo. O sul-americano ainda é o segundo no geral, 3min49 atrás do primeiro colocado.

Outro que tem motivo para comemorar é o brasileiro Andre Suguita. O piloto conseguiu terminar o dia em 14º, a melhor posição de um brasileiro no Dakar 2015 em todas as categorias. Ele subiu algumas posições e agora ocupa a 19º posição no geral.

Quinta etapa

Os participantes dos quadriciclos encaram nesta quinta-feira (8) um trajeto de 697 km, sendo 458 km de trechos cronometrados. O trecho vai da cidade de Copiapó até Antofagasta, no Chile.

Resultados (extraoficiais) – 4ª etapa do Dakar – Quadriciclos

1º Rafal Sonik (POL) #251 (Yamaha) 4h11min35s
2º Ignacio Casale (CHI) #250 (Yamaha) +3min26s
3º Mohammed Abu-Issa (QAT) #253 (Honda) +13min14s
4º Sergio Lafuente (URU) #252 (Yamaha) 13min54s
5º Ricardo Vinet (CHI) #277 (Can-Am) +21min47s
14º André Suguita (BRA) #295 (Can-Am) +1h00min09s

Resultados (extraoficiais) – Classificação geral do Dakar após quatro etapas – Quadriciclos

1º Rafal Sonik (POL) #251 (Yamaha) 16h04min55s
2º Sergio Lafuente (URU) #252 (Yamaha) +3min49s
3º Ignacio Casale (CHI) #250 (Yamaha) +13min32s
4º Mohammed Abu-Issa (QAT) #253 (Honda) +19min47s
5º Pablo Copetti (ARG) #272 (Yamaha) +1h03min20s
19º André Suguita (BRA) #295 (Can-Am) +4h53min17s

-Imagens e informações: divulgação-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *