Salão de Milão adiado para 2021

São Paulo (SP) – A edição número 78 do Salão de Milão (Eicma), programada para acontecer entre 3 e 8 de novembro nos pavilhões da Fiera Milano, em Rho, na Itália, foi adiada para 2021. O anúncio foi feito hoje (26/06) por meio de uma nota na qual o diretor executivo, Paolo Magri, enfatizou que “a decisão foi tomada com e para toda a cadeia de suprimentos”. Está marcado agora para entre 9 a 14 de novembro do ano que vem. Em todo o mundo, grandes eventos setoriais estão sendo cancelados ou adiados. O Salão de Colônia (Intermot 2020), na Alemanha, também já foi cancelado. BMW e KTM já haviam anunciado que não participariam do Eicma.

“O valor internacional e a liderança do nosso evento de exposição – explicou Magri – nos levaram a não apostar na evolução da saúde ligada à emergência do Covid-19 e, acima de tudo, a ouvir e proteger toda a indústria de duas rodas.A tendência do mercado e os desafios econômicos e sociais que o período de bloqueio impôs ao nosso setor também em todo o mundo – acrescentou Magri – nos obrigam hoje a assumir a responsabilidade e a agir em larga escala no interesse dos expositores e de nossos clientes e visitantes, adiando a edição de 2020 com uma sólida convergência de intenções”.

Leia também:
+ Recall Kawasaki para Ninja ZX-10R e Ninja ZX-10R SE modelos 2020
+ Dicas Harley-Davidson para manter a correia de transmissão
+ Monster 1200S tem nova cor preta
+ Scooter elétrico espanhol MÓ eScooter
+ Ducati conclui montagem da unidade número um do modelo Superleggera V4
+ Salão de Colônia (Intermot) 2020 é cancelado
+ KTM e BMW desistem do EICMA 2020
+ MotoGP define calendário 2020
+ Montadoras retomam produção de forma lenta e observando o mercado
+ Com Coronavirus, Triumph corta 400 empregos no mundo

Finalmente, o presidente do EICMA BoD, Pietro Meda, enfatizou que a edição de 2021 terá um grande valor simbólico e esperamos que ajude a fazer com que os fãs e toda a cadeia de duas rodas esqueçam essa situação difícil e excepcional. “É nossa intenção – concluiu Meda – continuar protegendo não apenas a importância global do nosso evento, mas também aumentar ainda mais o forte vínculo com o território e com as instituições que consideram a EICMA uma indicação atual e essencial, não apenas para o setor. ”

-Informações e imagens: divulgação-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *