Salão de Milão EICMA 2021

São Paulo (SP) – Sem a participação BMW e Ducati, o Salão de Milão (EICMA), principal evento do motociclismo no mundo, abre as portas de 25 a 28, com novidades. Hoje e amanhã, as marcas mostram para a imprensa seus lançamentos, atualizações e conceitos como a Honda que apresentou somente uma versão digital do que pode ser a futura Hornet. A marca japonesa informou somente que o novo modelo para o antigo nome será uma naked de média cilindrada.

A montadora também apresentou o novo scooter aventureiro ADV350 que será produzido na Itália. O motor tem 330 cc, é um SOHC eSP+ (enhanced Smart Power+) com quatro válvulas, disponibilizando no seu pico de potência 21,5 kW (cerca de 29 cv) e 31,5 Nm de binário máximo. O espaço debaixo do assento tem capacidade para dois capacetes integrais e o porta-luvas inclui uma ficha USB do tipo C, com o sistema de ignição sem chave. O para-brisas pode ser regulado em altura e o painel de instrumentos LCD integra o sistema HSVCs de controle de voz para smartphones.

A Royal Enfield também levou um conceito como principal novidade para a feira, O SG650 Concept, segundo a montadora “é o resultado de um desafio lançado à Equipe de Design Industrial da Royal Enfield por Mark Wells, Chefe de Design. Em sua essência, a mensagem subjacente à construção do conceito era sobre a celebração da “transição”. O objetivo, através deste desafio, era que a equipe Royal Enfield embarcasse em uma nova jornada criativa com o SG650 Concept; começando com as sensibilidades de design clássico do Royal Enfield e, em seguida, avançando para uma era totalmente nova de como seria o Royal Enfield do futuro.”

A Yamaha mostrou outro protótipo, a Ténéré 700 Raid, uma variane mais agressiva, com mais equipamentos que a Ténéré 700. Já a chinesa Voge apresentou a SR4 350 com motor monocilíndrico de 350 cc, refrigeração líquida, SOHC de quatro válvulas. Para conseguir um design atraente e desportivo, a Voge recorreu a uma experimentada empresa italiana de design do Motor Valley em Bolonha, Itália, tendo como objetivo assegurar que a linguagem estilística da SR4 350 fosse de encontro às exigências do mercado europeu.

A MV Agusta revelou dois conceitos do Lucky Explorer Project, inspiradas nos ralis e na icônica Cagiva Elefant que venceu o Paris-Dakar por duas vezes. As MV Agusta 5.5 e 9.5. O motor é um bicilíndrico paralelo, com refrigeração por líquido e duas árvores de cames.

A Aprilia levou para o salão o scooter aventureiro SR GT 125 com pneus de uso misto (Michelin Anakee), guidão alto e largo, altura do solo de 175 mm e suspensões com curso 122 mm na dianteira e 102 mm atrás. Tem motor de um cilindro, arrefecimento a líquido e quatro válvulas, capaz de gerar 15 cv de potência e 1,2 kgf.m de torque máximos. Tem ainda a versão 200 cc com 174 cm³ que entrega 17,6 cv e 1,65 kgf.m de torque.

A Kawasaki apresentou atualizações da Versys com suspensão eletrônica Showa equipada com tecnologia Skyhook e novas tecnologias como Aviso de Colisão Frontal (FCW), Controle de Cruzeiro Adaptável (ACC) e Detecção de Ponto Cego (BSD). Também apresentou a segunda geração da poderosa “sport-touring” Ninja H2 SX, também disponível em variante SE, neste caso equipada com suspensões eletrônicas semi-ativas Showa e tecnologia Skyhook.

-Informações e imagens: divulgação-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *