Teste scooter Dafra Cruisym 150

São Paulo (SP) – Novo scooter no mercado brasileiro, o Dafra Cruisym 150 é eficiente no trânsito urbano nas arrancadas de zero a 60 km/h nos semáforos e agilidade nos corredores entre carros. No arranque, é o esperado do modelo com motor CVT monocilíndrico de 149,6cm³ de refrigeração líquida que gera 12,5 cv de potência e 1,22 kgf.m de torque. Depois daquela saída, o modelo segue em curva leve de potência até chegar à velocidade máxima de 107 Km/h, no teste de MotoMovimento. Na toada suave em ambiente urbano, fez média de 31 km/l no consumo.

Na agilidade, com peso seco de 130,3 quilos e rodas de 14 polegadas com pneus 90 na frente e 100 atrás, tem rápidas mudanças de direção. Na suspensão, também esperado para scooters nos pisos totalmente irregulares dos grandes centros urbanos, bate seco atrás no sistema de unidade articulada com curso 75 mm, principalmente para garupa.

Ainda na agilidade, na frente, o conjunto telescópico com curso 100 mm é bem firme e não chega a copiar totalmente as irregularidades do asfalto. Outro item nesse quesito é a altura do assento de dois níveis baixo, de 771 mm em relação ao solo, que facilita na entrada e saída do scooter, assim como o piso plano do modelo. Já altura mínima do solo, de poucos 110 mm, entretanto, faz o cavalete raspar nas passagens por lombadas principalmente com garupa.

Na comodidade, um gancho logo abaixo do guidão leva bolsas e sacolas leves. Sob o banco, além de espaço com capacidade para 18 litros, está o bocal do tanque de combustível, que tem capacidade para até seis litros de gasolina e uma chave geral que impede totalmente o acionamento elétrico do scooter quando desligada. O engate para o carregamento do celular USB, localizado dentro do porta-objetos, do lado direito, abaixo do guidão, não precisa de adaptador.

Leia também
+ MV Agusta Superveloce AGO celebra o multicampeão italiano Giacomo Agostini
+ Ducati fornecerá motos para o MotoE
+ Teste Royal Enfied Meteor 350
+ Royal Enfield Interceptor 650 Twin e Continental GT 650 2022: novas cores
+ MV Agusta F3 RR 2022 com nova aerodinâmica para pistas
+ Kawasaki amplia categoria de motocicletas retrô com o lançamento da Z650RS
+ Mais barata do mercado, Shineray começa a vender, em outubro, a SH 125 Worker, por R$ 7.290

Nos freios, de fábrica, cabos aeroquipe para discos na frente a atrás conectados ao sistema CBS de funcionamento hidráulico que distribui a força de frenagem de maneira equilibrada entre as duas rodas. Destaque para o freio dianteiro bastante eficiente para um scooter.

Com números grandes e de fácil visualização, o painel de LCD é totalmente digital com velocímetro, conta-giros, marcador de combustível, relógio, hodômetro total e um parcial e tensão da bateria. Desenvolvido em parceria com a taiwanesa SYM, o Cruisym 150 está disponível nas cores preto fosco, vermelho metálico e branco pelo preço público sugerido de R$ 15.490, com frete incluso.

Especificações técnicas

Motor: 4 tempos, monocilíndrico, refrigeração líquida
Cilindrada: 149,6 cm³
Potência máxima: 12,5 cv a 8.000 rpm
Torque máximo: 1,22 kgf.m a 6.000 rpm
Sistema de partida: elétrica
Transmissão: CVT
Chassi: Tubular de aço
Comprimento: 1.990 mm
Suspensão dianteira: telescópica, curso 100 mm
Suspensão traseira: unidade articulada, curso 75 mm
Pneus: dianteiro 90/90-14” 52P e traseiro 100/90-14” 61P
Sistema de freios: FH-CBS – Disco nas duas rodas
Altura: 1.116 mm
Largura: 730 mm
Altura mínima do solo: 110 mm
Distância entre eixos: 1.350 mm
Rodas: liga leve
Altura do assento: 771 mm
Peso seco: 130,3 kg
Tanque: 6l
Combustível: gasolina

-Informações e imagens: MotoMovimento-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *